Início » Aplicativos e Software » Está mais fácil descobrir se um e-mail do Instagram é legítimo ou phishing

Está mais fácil descobrir se um e-mail do Instagram é legítimo ou phishing

Função Emails do Instagram lista no aplicativo todas as mensagens enviadas pelo serviço

Emerson Alecrim Por
08/10/2019 às 14h52

O modo escuro para Android e iPhone não é a única novidade do Instagram para esta semana: o aplicativo também está sendo atualizado para incluir uma função que vai ajudar o usuário a descobrir se um e-mail em nome da rede social é legítimo ou se não passa de uma tentativa de golpe (phishing).

Instagram

O recurso é muito simples: ao acessar as configurações de segurança, o aplicativo do Instagram exibirá a opção Emails do Instagram (Emails from Instagram); ali estão as mensagens que o serviço enviou ao e-mail do usuário nos últimos 14 dias.

A nova opção tem duas abas: Segurança e Outro. A primeira mostra os e-mails relacionados à segurança que o Instagram enviou, como um alerta de login em um novo celular ou uma confirmação de mudança de senha. Já a aba Outro mostra e-mails não relacionados à segurança, como avisos de novas funcionalidades.

Na primeira olhada, o recurso parece não ter relevância, mas ele pode mesmo contribuir com a segurança: a ideia é permitir que o usuário consulte essas abas sempre que receber um e-mail do Instagram para saber se a mensagem é legítima. Se for, ela aparecerá ali; se não, trata-se de um e-mail falso, muito provavelmente.

Emails do Instagram

Aparentemente, essa é uma tentativa do Instagram de coibir roubos de contas, problema cada vez mais frequente na plataforma. Muitas dessas ações são realizadas via e-mails que levam a páginas falsas do Instagram que, por sua vez, pedem nome de usuário e senha; se o usuário não perceber a cilada, vai acabar informando seus dados de login a terceiros.

A verificação em duas etapas do Instagram é um bom reforço de segurança, mas até com isso é necessário cuidado: já há mensagens de phishing que tentam convencer o usuário a informar o código de autenticação dessa função.

Com informações: The Verge.

Mais sobre: