Início » Aplicativos e Software » Uber Pet retorna em testes para passageiro levar cachorro ou gato no carro

Uber Pet retorna em testes para passageiro levar cachorro ou gato no carro

Uber Pet garante que motorista aceitará animal de estimação, mas usuário terá que pagar taxa adicional de US$ 3 a US$ 5 nos EUA

Por
09/10/2019 às 15h02

Há alguns anos, a Uber oferecia no Brasil a opção de conectar passageiros a motoristas dispostos a levar animais de estimação no carro. O recurso está de volta, apenas nos EUA e em fase de testes: o Uber Pet garante que o veículo receberá cachorros, gatos, iguanas e outros — mas o usuário terá que pagar uma taxa adicional.

cachorro no carro

Funciona assim: o Uber Pet será uma opção adicional ao lado do UberX, Comfort, Black e UberPool (chamado de Juntos no Brasil). O usuário escolhe o serviço para transportar animais de estimação e vê o preço da corrida. Se estiver tudo OK, basta solicitar o carro.

O Uber Pet cobra uma taxa adicional de US$ 3 a US$ 5 no preço do trajeto. O motorista receberá uma “parcela significativa” desse valor se decidir oferecer esse serviço, segundo a empresa. Caso queira, ele pode ficar de fora e não aceitar animais no carro.

Uber Pet

Isso será testado a partir de 16 de outubro entre todos os clientes das cidades americanas de Austin, Denver, Filadélfia, Nashville, Minneapolis-St. Paul, Phoenix e Tampa Bay. O Uber Pet deve, então, ser expandido para mais lugares e países; é o que aconteceu com o Uber Comfort, por exemplo.

“Esse novo recurso permite que você comunique ao motorista que vai levar um amigo peludo (ou com escamas!) para a sua viagem de Uber”, diz a empresa em comunicado. “Criamos esse recurso para dar tranquilidade aos motoristas.”

Não será necessário solicitar um Uber Pet para cães-guia que acompanham pessoas com deficiência visual: eles podem ser transportados em qualquer categoria, do UberPool (Juntos) ao Black, sem custo adicional. Essa regra também vale no Brasil.

UberPET foi encerrado no Brasil em 2016

No caso de animais de estimação, atualmente a Uber Brasil recomenda que você entre em contato para avisar o motorista. Ela também sugere que o bicho seja levado em uma caixa de transporte ou coleira.

Em 2015, o UberPET foi lançado nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro: o serviço tinha motoristas que sempre aceitavam animais, e o carro vinha com uma capa para proteger o banco traseiro.

No entanto, isso durou apenas alguns meses: ele foi encerrado porque “todos os serviços da Uber são pet friendly — ou seja, bichos podem ser aceitos pelos motoristas parceiros”, disse a empresa na época. Como lembra o VentureBeat, o UberPET também esteve presente no México e em alguns mercados asiáticos.

Com informações: The Verge, CNET.

Mais sobre: , ,