Início » Gadgets » HyperX Pulsefire Surge: mouse gamer com bom custo-benefício

HyperX Pulsefire Surge: mouse gamer com bom custo-benefício

Mouse Pulsefire Surge é confortável, tem tecnologia RGB e rápido tempo de resposta

Vivi Werneck Por
14/10/2019 às 18h31

Encontrar um mouse que aguente horas de gameplay, com um bom tempo de resposta e sem destruir sua mão, pode ser uma missão em nível hard por si só. Os preços cobrados em alguns desses periféricos, focados em jogos, também não costumam ajudar. No entanto, é possível encontrar um meio termo com um bom custo-benefício para este segmento. Neste exemplo, apresentamos o HyperX Pulsefire Surge.

Visual e conforto

Comparado a modelos de mouses gamers de concorrentes como o DeathAdder Elite, da Razer, e G403, da Logitech, o Pulsefire Surge é menor. Ponto positivo para quem tem mãos pequenas ou médias. A pegada é firme e não escorrega, mesmo se você for uma pessoa que transpira nas mãos. Por outro lado, talvez este modelo da HyperX seja um pouco desconfortável para quem tem mãos grandes, mas nada que dificulte muito a usabilidade.

hyperx-pulsefire-surge

O cabo é de fio trançado e flexível (aumenta a durabilidade) com 1 metro e 80 centímetros de comprimento. O Pulsefire Surge traz um conector USB 2.0.

O mouse da HyperX foi desenvolvido para ser usado normalmente por destros e canhotos. No entanto, se for usar o periférico com a mão esquerda, não será possível acessar com tanta facilidade os dois botões laterais. Isso porque eles apenas existem na parte da lateral esquerda do mouse, ou seja, para um toque rápido do polegar de um usuário destro.

Customização

hyperx-pulsefire-surge

Além desses dois botões laterais, e os já tradicionais botões esquerdo e direito, o Pulsefire Surge tem um extra para regulagem de DPI, logo abaixo do scroll (que também é pressionável). Ao apertá-lo, você alterna a velocidade e precisão do ponteiro entre 800 DPI, 1600 DPI ou 3200 DPI. Já por meio do software HyperX NGenuity, você pode ajustar e salvar configurações de 800, 1600, 3200, 6400 ou 16000 DPIs.

Esta última configuração é, inclusive, interessante para jogos que pedem velocidade de ação, como Shooters e Mobas. O Pulsefire Surge tem switches Omron e a HyperX garante vida útil de mais de 50 milhões de cliques. A resposta deste clique é bem rápida e suave e, por ser leve (130g com o cabo e 100g sem o cabo), há a sensação do mouse deslizar com mais facilidade e sem muito esforço.

Assim como quase todo periférico gamer atual, este mouse também conta com tecnologia RGB, ou seja, é possível dar um banho de cores e luzes à sua jogatina (ou deixar desligado, se preferir).

hyperx-pulsefire-surge

Para personalizar as cores e brilho do mouse, basta acessar o HyperX NGenuity e criar sua própria programação de tipo de cor, intensidade de brilho e a animação de tudo isso: ondas, pulsação, de acordo com o clique e etc. Também pelo programa de personalização do periférico, você pode remapear as funções de todos os botões, inclusive alternar os dois botões principais.

Nos testes, o único problema com este programa foi manter salva uma configuração após desligar (ou reiniciar) o computador. Toda vez que o PC era religado, eu tinha que reativar a minha personalização salva. Por falta de paciência, deixei isso de lado após algumas tentativas e agora ele ativa, automaticamente, o padrão de alternar entre cores aleatórias cada vez que o computador é ligado.

Conclusão

O HyperX Pulsefire Surge é uma ótima aquisição para quem procura um mouse gamer com bom custo-benefício. Pelo preço sugerido de R$ 299,90 (mas já é possível encontrá-lo por R$ 234,90), ele está abaixo do padrão cobrado para periféricos do tipo “pro-player”. Falando nisso, jogadores profissionais podem preferir um mouse com mais botões (este tem seis), mas sinceramente achei suficiente do que jeito que está. Vai de cada um.

hyperx-pulsefire-surge

O mouse é resistente, leve, desliza bem em quase qualquer superfície (mas usando um mousepad é melhor) e é bem veloz e preciso, com sensor que chega aos 450ips (5.5 m/s) e 50G. O ponto negativo vai para a falta de botões laterais para fácil acesso de canhotos. Fora isso, é um bom investimento para quem não quer gastar muito por um produto de qualidade.

HyperX Pulsefire Surge - Especificações Técnicas

  • Ergonomia: Simétrico
  • Sensor: Pixart PMW3389
  • Resolução de DPI: até 16.000 DPI
  • Predefinições de DPI: 800/1600/3200 DPI
  • Velocidade: 450ips
  • Aceleração: 50G
  • Botões: 6
  • Interruptores dos botões esquerdo / direito: Omron
  • Durabilidade dos botões esquerdo / direito: 50 milhões de cliques
  • Luz de fundo: RGB (16.777.216 cores)
  • Efeitos de luz: por iluminação LED RGB e 4 níveis de brilho
  • Memória a bordo: 3 perfis
  • Tipo de conexão: USB 2.0
  • Taxa de pesquisa: 1000Hz
  • Formato de dados USB: 16 bits/eixo
  • Coeficiente dinâmico de fricção: 0,13µ2
  • Coeficiente de atrito estático: 0,20µ2
  • Tipo de cabo: trançado
  • Peso (sem cabo): 100g
  • Peso (com cabo): 130g
  • Comprimento do mouse: 12,02 cm
  • Altura do mouse: 4,07 cm
  • Largura do mouse: 6,28 cm
  • Comprimento do cabo: 1.8m
Mais sobre: