Início » Negócios » Huawei tem aumento na receita mesmo com sanções dos EUA

Huawei tem aumento na receita mesmo com sanções dos EUA

A receita da Huawei aumentou 24,4% entre janeiro e setembro na comparação com o mesmo período de 2018

Victor Hugo Silva Por

A Huawei conseguiu registrar um crescimento apesar das sanções impostas desde maio pelo governo dos Estados Unidos. A empresa anunciou nesta quarta-feira (16) que, entre janeiro e setembro de 2019, sua receita ficou em 610,8 bilhões de iuanes (cerca de R$ 358,1 bilhões).

Huawei

O resultado, segundo a Huawei, representa uma alta de 24,4% na comparação com o mesmo período do ano passado. A companhia também informou que a margem de lucro líquido nos primeiros noves meses de 2019 ficou em 8,7%.

Por não ter ações negociadas na bolsa de valores, a Huawei não é obrigada a apresentar um balanço mais detalhado. A fabricante não revelou números específicos para cada uma de suas divisões, mas destacou, por exemplo, o desempenho da sua área de smartphones.

Nos primeiros nove meses de 2019, foram 185 milhões de unidades vendidas, o que indica uma alta de 26% na comparação com o mesmo período do ano anterior. A empresa afirma que as vendas de PCs, tablets, wearables e alto-falantes inteligentes também cresceram.

A Huawei foi incluída na lista de empresas proibidas pelos EUA. A medida impede que ela faça negócios com companhias americanas sem a aprovação do governo. A fabricante chinesa chegou a estimar que a decisão levaria a uma perda de US$ 30 bilhões em receita.

No primeiro semestre, porém, a empresa teve alta de 23,2% em relação ao mesmo período de 2018. Na ocasião, a receita ficou em 401,3 bilhões de iuanes (R$ 235,3 bilhões, na cotação atual), com 118 milhões de smartphones vendidos.

Apesar de serem positivos, os números ainda não indicam claramente a influência dos novos celulares sem aplicativos do Google. O Huawei Mate 30 e o Mate 30 Pro foram lançados no início de setembro e deve ter uma participação maior no balanço do final do ano.

Com informações: Huawei.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tácio Andrade

Concordo plenamente! Apesar que mesmo que ela não crescesse, ela é tão grande que alguns prejuízos não iria quebra-la, digo isso pois tem marcas no vermelho a anos e ainda tá ai firme e forte....

Felipe Insfran

Ah, mas o importante é estar crescendo né?! E foi algo expressivo... Pelo menos com isso ela ainda tem uma boa folga até o plano B dela estar 100% (se o governo dos EUA não reverterem essa sanção logo, o que eu duvido)

Tácio Andrade

Porém o crescimento tá na cara que foi principalmente na China, principalmente na parte de smartphones! Esses mais de 60mi a mais vendidos com certeza foi só de gente que tinha iPhone e migrou pra o da empresa do país, pois aqui no ocidente os aparelhos vão ser só pra poucos hipsters que vão hackear pra colocar a playstore ou lojas de terceiros de alguma forma.

Tácio Andrade

EUA querendo quebrar a Huawai acabou dando um gás grande para a empresa em casa! Muita gente que tá pirada com a guerra com os EUA deixaram de comprar os iPhones e trocaram pelos aparelhos da Chinesa! Só isso daí para explicar esse aumento tão dos lucros dela.

toninho padoca

Huawei vai vender muito mais agora com as novas redes 5G e o Pato D. Trump vai ficar chorando sem 5G decente pois no 1º teste de 5G que a Sony Ericsson fez , foi vergonhoso perto da Huawei..

Felipe Insfran
Quanto mais o Trump proíbe, mais a Huawei cresce kkk
Felipe Insfran

Quanto mais o Trump proíbe, mais a Huawei cresce kkk