Início » Celular » Apple A13 do iPhone 11 supera Snapdragon 855 Plus em testes de desempenho

Apple A13 do iPhone 11 supera Snapdragon 855 Plus em testes de desempenho

Apple A13 Bionic, processador do iPhone 11 Pro e Pro Max, tem CPU e chip gráfico mais rápidos que Snapdragon 855 Plus

Felipe Ventura Por
16/10/2019 às 18h15

O Apple A13 Bionic, processador do iPhone 11, 11 Pro e Pro Max, passou pelos testes de desempenho do AnandTech: ele supera o Snapdragon 855 e 855 Plus na pontuação de CPU, chip gráfico e aprendizado de máquina na maior parte dos benchmarks. Além disso, ele se aproxima da performance de processadores da Intel e AMD para desktop.

iPhone 11 Pro Max

O AnandTech observou que o iPhone 11, 11 Pro e Pro Max chegam perto ou ultrapassam o Core 9900K Skylake e Ryzen 3900X Zen2, alguns dos melhores processadores que Intel e AMD têm a oferecer. Rumores dizem que a Apple planeja lançar MacBooks com processadores próprios, em vez de chips da Intel, a partir de 2020.

O site utilizou dois testes de comparação (maior é melhor):

  • SPECint2006: 52,82 pontos (Apple A13), 54,28 (Intel Core 9900K), 49,02 (AMD Ryzen 3900X)
  • SPECfp2006: 65,27 pontos (Apple A12), 75,15 (Intel Core 9900K), 73,66 (AMD Ryzen 3900X)

O A13 Bionic teve uma melhora de 20% no desempenho do CPU se comparado ao A12 da geração passada, presente no iPhone XS e XR. Nos benchmarks WebXPRT e Speedometer, o novo chip Apple A13 atinge o dobro da pontuação do Asus ROG Phone II com Snapdragon 855 Plus.

Speedometer

Os testes Speedometer 2.0, JetStream 2 e WebXPRT 3 são rodados no navegador e medem, de formas diferentes, a capacidade de resposta de aplicações web. O WebXPRT se concentra no desempenho em HTML5 e JavaScript, enquanto o JetStream foca em JS e Web Assembly.

E, para medir a performance de inteligência artificial e aprendizado de máquina (ML), existe um benchmark chamado AIMark. O iPhone 11 Pro supera os concorrentes em três dos quatro testes; o Galaxy S10+ com Snapdragon 855 sai na frente em um deles.

No entanto, o S10+ com Exynos 9820 — primeiro chip da Samsung com engine de processamento neural — costuma ficar atrás do Snapdragon 855 e até mesmo de seu antecessor, o Snapdragon 845.

Apple A13 tem bom desempenho gráfico no iPhone 11

GFXBench

Nos testes de chip gráfico, o A13 Bionic também fica em primeiro lugar na maioria das vezes. Em diferentes testes do GFXBench, o iPhone 11 Pro e Pro Max têm desempenho maior que o Asus ROG Phone II com Snapdragon 855 Plus, enquanto o iPhone 11 supera também o OnePlus 7 Pro com Snapdragon 855.

Isso leva em conta a pontuação máxima e o desempenho sustentado, isto é, atingido após rodar uma série de renderizações por 10 a 15 minutos. Em algum momento, o sistema-em-um-chip é obrigado a reduzir a velocidade para controlar a temperatura e não derreter.

Em outro benchmark, o 3DMark Slingshot 3.1, o iPhone 11 atinge uma pontuação máxima maior que os concorrentes, mas não consegue sustentá-la, perdendo para o ROG Phone II e OnePlus 7 Pro.

O AnandTech explica que isso ocorre porque a Apple não deixa seus celulares chegarem a temperaturas tão altas quanto nos Androids; a traseira do iPhone 11, 11 Pro e Pro Max não passou de 41°C.

Você pode conferir todos os testes de processador e de GPU no AnandTech.

3DMark Slingshot 3.1