Início » Telecomunicações » Taxa em ligações via WhatsApp é cancelada no Líbano em meio a protestos

Taxa em ligações via WhatsApp é cancelada no Líbano em meio a protestos

Medida proposta pelo governo do Líbano previa imposto de 20 centavos por dia de uso de serviços VoIP como WhatsApp e Skype

Lucas Braga Por
18/10/2019 às 13h18

Para aumentar a arrecadação, o governo do Líbano propôs uma medida que taxava a utilização de serviços com tecnologia VoIP, como as chamadas do WhatsApp, Skype ou FaceTime. No entanto, a população se revoltou, fez um grande protesto e o país desistiu da cobrança no mesmo dia do anúncio.

Foto: Al Jazeera

A medida proposta pelo ministro libanês das Telecomunicações cobraria um imposto no valor de 20 centavos de libra libanesa - cerca de R$ 0,83 - por dia de uso de serviço VoIP.

Libaneses se reuniram na sede do governo em Beirute e bloquearam estradas com barricadas de pneus queimados. Como aponta a Reuters, o protesto lembra bastante as manifestações de 2013 em São Paulo contra o aumento de R$ 0,20 na passagem de ônibus.

A polícia disparou bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes. As escolas foram fechadas por ordem do governo, e mesmo após o cancelamento da cobrança, o clima ainda é tenso no Líbano, onde a população está descontente com a política e a crise econômica.

Em alguns países, serviços de VoIP são proibidos por lei. É o caso do Catar, Emirados Árabes Unidos, Líbia e outros países do Oriente Médio.

Com informações: Folha, Al Jazeera.

Tecnocast 127 – Leis estúpidas na tecnologia

Estamos vendo uma série de projetos de lei relacionados à tecnologia em tramitação no Congresso. Se aprovadas, as novas regras poderiam afetar as plataformas de streaming, os serviços de transporte por aplicativo e até o 5G. Comentamos a nossa visão sobre alguns dos projetos dos deputados e senadores do Brasil. Dá o play e vem com a gente!

Mais sobre: ,