Início » Internet » Elon Musk publica tweet usando internet via satélite da Starlink

Elon Musk publica tweet usando internet via satélite da Starlink

Sistema deve estar disponível comercialmente já no ano que vem

André Fogaça Por

Na manhã de hoje (22) Elon Musk publicou um tweet utilizando seu próprio sistema de satélites Starlink, que foram lançados para o espaço no primeiro semestre deste ano. Eles fazem parte de uma constelação de dezenas de pequenos satélites que são da empresa SpaceX e que proverão internet em basicamente qualquer lugar do planeta.

Satélite Starlink, da SpaceX

O Starlink é um sistema de pequenos satélites que cobrirão o planeta Terra, entregando internet de alta velocidade até mesmo em áreas rurais, com 1 Gb/s de conexão. Elon Musk, CEO de empresas como a SpaceX que levou estes satélites para longe do chão, e da Tesla, publicou em seu perfil do Twitter uma mensagem que diz ter utilizado o Starlink como provedora de internet.

Ele comenta que o serviço funcionou perfeitamente e este pode ser um dos primeiros usos reais da rede.

Por enquanto o número de satélites Starlink em órbita não chega em 100 e todos chegaram por lá de carona com o foguete Falcon 9, da SpaceX. Até 2024 serão 12 mil unidades que se comunicarão para levar a internet ao usuário - com mais 30 mil já em planejamento.

Todos estão em órbita e em uma distância de 440 quilômetros da superfície, perto da altitude de órbita da Estação Espacial Internacional que fica em mais ou menos 400 quilômetros acima do nível do mar. A previsão para que o sistema esteja disponível para uso comercial está para algum momento do ano que vem.

Com informações: Mashable e TechCrunch.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caleb Enyawbruce
Desculpe, mas acho que você está superestimando demais o plano de Musk. Pra mim o que você disse sobre latência não faz sentido. Primeiro que o problema da latência ocorre por causa da distância entre o aparelho (computador, notebook etc.) e o satélite (ou entre a central e o satélite, que seja), portanto o aumento do número de satélites não resolve latência, resolve apenas área de cobertura. Segundo que latência é UMA das desvantagens da conexão sem fio em comparação com a cabeada. Tem vários outras, como quantidade muito maior de interferência, perda de sinal, variações causadas por fenômenos climáticos, e por aí vai.
VolksW4GNER
Sim, mas se for levar em conta a velocidade da luz , leva bem menos de 10ms.
Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)
pelo menos complementa pra conectar em lugar no fim do mundo.
Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)
como? via QEC? porque a luz e taus ainda segue as leis da física.
Status Zero
Ele sempre é pra lá de otimista com todas as previsões que faz, e raramente a realidade bate com a previsão dele...Ele vai chegar lá, mas não tão rápido
FastSloth87
Ah claro, levando em conta que metade do que o usuário normal acessa tá em cache na "esquina" da casa dele, óbvio que fibra é mais rápido, mas, pra links mais longos, a Starlink vai revolucionar.
Daniel
Eita ... Hughes vai ter que se reinventar se não quiser ficar obsoleta
RODRIGO
Como já disse, caso haja êxito no plano de Musk em colocar na órbita milhares de satélites para conectar diversos rincões do globo terrestre, a latência altíssima da internet via satélite será muito reduzida, aproximando-se das conexões cabeadas tradicionais, ou seja, será a mesma coisa de utilizá-los, serão quase iguais em latência!!
Maico Andrade
VAI MUSK!
Maico Andrade
VAI MUSK!
André Garcia
Sim, 1000Km sua rota deve conter diversos nós de conexão, uma coisa que a conexão a cabo depende, a conexão com a starlink não dependerá desses nós, ou seja, será capaz de realizar conexões diretas como uma VPN.
Charlei13 .
Vamos levar em consideração uma conexão aqui do sul onde eu moro, até um servidor de SP, por exemplo. A distância daqui até SP é de 1000km. O ping através de cabos é uns 40ms. Os satélites ficarão a uns 500km de distância... faça as contas
VolksW4GNER
Eles estão planejando uma latência próxima de 20ms.
VolksW4GNER
De acordo com Elon Musk, eles estão mirando em um latência inferior a 20ms inicialmente, e com o tempo poderá ser de até 10ms.https://twitter.com/elonmus...
LekyChan
nem pensar, pois cabo ainda é muito mais rapido e aguenta mais conexões de uma vez, fora o delay ser bem menor
Guilherme Andrade
Duvido bastante que satélite substituirá a fibra ótica, principalmente para uso residencial.
Guilherme Andrade
not really
Zanac_Compile
A distância destes satélites é muito baixa, não existe problema de latência, nivela com os atrasos que existem com tudo em terra.
Luander Falqueto Beltrame
Mas o satélite da Hughes é geoestacionário e fica a aproximadamente 36 mil quilômetros acima do nível do mar.
Caleb Enyawbruce
Por quê?
Gustavo Rotondo
Acho que ele postou isso mês passado e só foi concluído ontem....
Gustavo Rotondo
Acho que ele postou isso mês passado e só foi concluído ontem....
Comentário Mil Grau℗
E o bom disso tudo é que não depende de licenciamento como no Brasil pra comprar link de operadora. Imagine a Starlink atuando no Brasil localmente?
Comentário Mil Grau℗
E o bom disso tudo é que não depende de licenciamento como no Brasil pra comprar link de operadora. Imagine a Starlink atuando no Brasil localmente?
RODRIGO
Se der certo, talvez será o fim dos cabos ethernet dos PCs, servidores e notebooks!!
RODRIGO
Se der certo, talvez será o fim dos cabos ethernet dos PCs, servidores e notebooks!!
FastSloth87
Tem os hardwares de ponta, a comunicação entre os satélites e o processamento de roteamento. Mesmo assim, deve ter latência menor que fibras oceânicas que tbm passam por tudo que eu listei (no caso, troca satélites por repetidores/amplificadores de sinal).
Daniel
Se dividirmos a distância de ida e volta pela velocidade da luz teremos uma latência de 2,9 ms, mas não sei se o cálculo é tão simples assim. Hughes net tem uma latência de 500 ms.
Matheus Alexandre
Massa!
Jairo ☠️
Com certeza terá um belo retorno