Início » Internet » Starz Play chega ao Brasil para concorrer com Netflix e Amazon Prime Video

Starz Play chega ao Brasil para concorrer com Netflix e Amazon Prime Video

Plataforma de streaming Starz Play inclui filmes de sucesso como Jogos Vorazes, Divergente e Truque de Mestre

Lucas Braga Por

Temos mais uma plataforma de streaming no Brasil: o Starz Play chegou custando R$ 14,90 mensais. O serviço é da americana Lionsgate, produtora de sucessos como as franquias Jogos Vorazes, Divergente, Truque de Mestre, entre outros. Além dos tradicionais blockbusters, o catálogo inclui séries exclusivas e originais, com lançamento simultâneo com os Estados Unidos.

As séries da Starz não são muito conhecidas no Brasil pelo fato da marca não ter presença no país até então: nos Estados Unidos, estima-se que mais de 30 milhões de residências tenham acesso ao canal de TV fechada do mesmo grupo.

Além dos filmes listados anteriormente, o catálogo inclui Capitão Philips, As Vantagens de Ser Invisível, O Impossível, além de franquias RED – Aposentados e Perigosos e Crepúsculo.

E entre as séries originais disponíveis, vale destacar The Act, Mr. Mercedes, Castle Rock, Vida, Das Boot e Black Sails; todas estão com alta pontuação no Rotten Tomatoes. É possível visualizar o catálogo antes de assinar.

A mensalidade do serviço é de R$ 14,90 e permite streaming simultâneo em até quatro dispositivos, além de download de conteúdo para assistir offline. A assinatura é feita exclusivamente pelo aplicativo na App Store e Google Play, com um período gratuito para avaliação de 7 dias.

É possível transmitir conteúdo do Starz Play através do navegador desktop e em dispositivos iOS, iPadOS e Android, incluindo suporte a Chromecast. Há um aplicativo para Android TV, mas não para outras plataformas de smart TV.

Starz Play concorre com Netflix e Prime Video no Brasil

O Starz Play se junta a uma grande concorrência de conteúdo por streaming: Netflix, Amazon Prime Video, HBO Go, Fox+, Telecine Play, Looke, Globoplay, Paramount+ e PlayPlus, além de plataformas esportivas como DAZN, Premiere Play, WatchESPN, Fox Sports e Esporte Interativo Plus. Também há outros aplicativos incluídos em assinaturas de TV, como Vivo Play, Oi Play, Sky Play e NET Now.

Além disso, teremos novas plataformas no Brasil: a partir de 1° de novembro o Apple TV+ estará disponível por R$ 9,90 mensais, enquanto o Disney+ deve chegar ao país em 2020 com preço ainda indefinido.

Com tanta opção e preços mais acessíveis, as assinaturas de streaming já ultrapassam a TV a cabo no mundo. No Brasil, a Netflix possui mais assinantes que Claro, Sky, Oi e Vivo. O problema é que, com conteúdos exclusivos, fica difícil escolher apenas uma plataforma.

Com informações: TV Magazine.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

vinland

Ok, mas Outlander e Ash estão na Netflix tambem. Logo se vê que o contrato com a FOX não é de exclusividade.

Sendo assim, não faz sentido estrear um serviço de Streaming sem seus carros chefes no catálogo. Mas andei reparando que a HBO também está com catálogo incompleto no HBO GO. DeadWood por exemplo não está disponível.

Henrique Picanço

Ate onde lembro. São séries do Fox Premium... Devem ter sido negociadas antes mesmo de qualquer investida do Starz no Brasil.

Carlos Gomez

Isso tudo que vc falou seria ótimo mesmo, se o mercado não estivesse recuando da Netflix.

Como já disseram aí embaixo, pesquisas já apontaram que aquela tonelada de assinantes que cancelaram a Netflix foi por conta de conteúdo ruim. Então acho que a coisa aqui, vai bem além de querer agradar todo mundo.

Concordo com vc que muitos desses serviços vao desaparecer com o tempo, mas a Netflix já está com os dias contados na predominância do mercado. Nos EUA mesmo, que é seu mercado principal, ela já está penando.

Outros grandes Studios que estão chegando tem um catálogo muito mais forte que a Netflix. Eu mesmo não assino mais, e conheço várias pessoas que desistiram. A coisa tende a ficar pior ainda, quando todas as empresas retirarem todo seu conteúdo da Netflix. Com aquele catálogo de originais dele, eles não conseguem se manter no topo.

vinland

Se não fosse um problema, ela não estaria tendo queda na bolsa de valores, e acionistas não estariam com o pé atrás com a Netflix. Isso tudo está aí na Internet. É só vc pesquisar.

Quanto ela querer agradar a todos, existe uma diferença bem grande em querer agradar todo mundo e sair que nem uma louca produzindo um monte de porcaria( que também está afastando assinantes) apenas pra criar um catálogo enorme pra não depender de conteúdo alheio. Com a Netflix perdendo grandes séries como Friends por exemplo o negócio tende a ficar mais feio ainda pra Netflix, já que está mais do que comprovado que ela não se sustenta apenas com o péssimo conteúdo próprio.

Esses dias mesmo especialistas estavam falando que o prime vídeo está muito mais assertivo na escolha de projetos que a Netflix. E isso é mais do que comprovado com as várias séries que a Netflix cortou, porque estavam dando prejuízo.

Os dias de dominância da Netflix é questão de tempo, pois empresas como Disney e Warner possuem um catálogo extremamente mais forte que a Netflix. Sumir ela não vai com certeza, mas se manter como a predominante logicamente que é apenas questão de tempo pra ela cair.

E cá entre nós, quem está com a vantagem? Empresas que produzem seu próprio conteúdo e não tem dívidas com terceiros, ou empresas que devem todo mundo e pegam empréstimos pra financiar seus projetos? Acho que não preciso dizer mais nada né?!

Ian Santos

É claro que com a concorrência desses serviços a Netflix vai perder mercado porque antes eles não existiam, mas acredito que a maioria deles vão sumir com o tempo e ela vai continuar dominante. Ninguém em sã consciência emprestaria bilhões de dólares à Netflix se ela não demonstrasse que poderia devolver esse valor, então eu não vejo problemas nisso, pelo contrário, vejo que isso traz mais flexibilidade que nos outros serviços. Eu acho o catálogo da Netflix muito satisfatório, as séries originais são geralmente muito melhores que as séries proprietárias, o problema é que por ela ter um público muito vasto ela tenta agradar a todos e uma parcela vai sempre sair desagradada.

vinland

Legal, mas estrear um serviço com o seu próprio catálogo de originais incompleto, é complicado. Só olhando por cima eu vi que Outlander, Spartacus e Ash VS Evil Dead não estão inclusos. Ash até que dá pra relevar, porque a série é um lixo, mas Outlander e Spartacus são praticamente o carro Chefe do Starz Atualmente.

vinland

Segundo pesquisas a mais prejudicada com isso é a própria Netflix.

A Netflix financia suas produções com dinheiro de empréstimos e estão com uma dívida enorme.

Ao passo que empresas como Warner( que vai lançar HBO MAX) Disney e Amazon, Apple TV+ financiam tudo com seu próprio dinheiro.

Sem falar que Disney e HBO Max vão chegar com um vasto catálogo próprio já pronto.

E não sei se vc andou lendo as últimas pesquisas que a Netflix está perdendo clientes no mundo todo, e as ações no mercado estão perdendo valor. Outras apontam que muitos clientes estão desgostosos com o catálogo, que cada vez mais perde qualidade. A tendência na verdade não esses varios streamings sumirem, e sim que a Netflix perca muito mercado. E venhamos e convenhamos que a Netflix em questão de qualidade de programação, ela está um lixo.

Ian Santos

Sai fora esse monte de serviços, vou ficar na Netflix até que a maioria desses serviços sumam ou que algum deles seja muito superior a ela em todos os quesitos, fora isso não tenho razão pra mudar.

Ian Santos

Netflix 22 o mais barato e 28 o padrão, 45 é o premium.

Sarah Persons

Mas Amazon não é bem amarrado. Porque mesmo que vc assine o Anual, e quiser cancelar, eles cancelam e te reembolsam o valor restante.

Sarah Persons

Vc está criando um tipo de ilusão na sua cabeça. Antigamente as TVs pagas estavam bombando, e pagávamos muito caro pra ter um pacote com todos os canais num lugar só. Mas a verdade é que não assistíamos nenhum terço do que estava lá, e priorizávamos apenas os canais e programas que nós interessavam. Eu mesmo pagava um pacote que custava mais que 200 reais e assistia 3 ou 4 canais, e eram sempre os mesmos.

Com os serviços de Streaming é a mesma. A gente vai priorizar o conteúdo que importa de verdade pra gente. Até porque ninguém tem tempo de assistir tudo não é mesmo?!

Sem falar que como já disseram, são serviços sem amarras contratuais, como eram com as TVs pagas. Ou seja, vc pode cancelar e assinar quando bem entender.

Rodrigo "Rod" Montaleao

Pessoal talvez não tenha percebido o modelo de negócio do streaming corretamente. O modelo de conbrança de todos eles é MENSAL. Ou seja, você pode cancelar a assinatura na hora que quiser, via aplicativo, sem dor de cabeça. Com isso você pode cancelar um serviço e colocar outro no lugar pelo tempo que quiser, depois cancelar esse e ir para um outro terceiro. Não tem amarra de assinatura igual TV a cabo exatamente pra te dar a liberdade de cancelar e voltar rapidamente quando interessar.

Rodrigo "Rod" Montaleao

E Married With Children. Al Bundy é o cara e a série hoje é extremamente transgressora nesse mundo politicamente correto.

Rodrigo "Rod" Montaleao

Talvez você não tenha percebido o modelo de negócio corretamente. Tirando a Amazon que faz um oferta anual tão boa que você acaba se amarrando, todas as outras te cobram MENSALMENTE. Ou seja, você pode cancelar a assinatura a hora que quiser. Com isso você pode cancelar um serviço e colocar outro no lugar pelo tempo que quiser, depois cancelar esse e ir para um outro terceiro. Não tem amarra de assinatura igual TV a cabo exatamente pra te dar a liberdade de cancelar e voltar rapidamente quando interessar.

Andre Kittler

O ponto não é instalar tudo, exatamente o oposto. Se fragmentou que fica interessante pagar alguns e piratear outros, fica interessante agora piratear tudo e pagar ninguém.
... ou pagar tudo.

Exibir mais comentários