Tecnoblog
Início » Telecomunicações » Claro expande rede de Internet das Coisas para mais de 2 mil cidades

Claro expande rede de Internet das Coisas para mais de 2 mil cidades

Claro adota tecnologia LTE-M para conectar dispositivos IoT; operadora utiliza frequências de 700 MHz e 1.800 MHz

A Claro anunciou a expansão da sua rede de Internet das Coisas para 2.250 cidades brasileiras: já são cerca de 13,5 mil antenas ativadas com a tecnologia LTE-M, que complementa o sinal de celular em 2G, 3G e 4G. A operadora se junta à TIM e à Vivo em oferecer redes para IoT no Brasil.

O LTE-M adotado pela Claro é ideal para dispositivos em movimento, como rastreadores veiculares e máquinas de cartão. A operadora disponibiliza o sinal com as frequências de 700 MHz e 1.800 MHz. Fica de fora a rede de 2.600 MHz, o que faz bastante sentido: quanto maior a frequência, menor a penetração de sinal.

A Claro confirmou ao Tecnoblog que a rede LTE-M já está disponível em todas as capitais brasileiras com exceção de Aracaju (SE), mas o município já está em fase de implementação pela operadora.

A tecnologia adotada pela Claro é diferente da TIM, que expandiu sua rede de Internet das Coisas para mais de 3 mil municípios. A operadora italiana utiliza NB-IoT, com foco maior em dispositivos estáticos com baixa troca de dados, como sensores agrícolas, medidores de energia, água, gás e esgoto.

Em setembro, a Vivo anunciou que sua rede de IoT chegou a 400 municípios, incluindo seis capitais. A operadora oferece tanto os padrões LTE-M como NB-IoT, e prevê expansão para todas as localidades atualmente atendidas com 4G.

Atualizado às 16:09

Tecnocast 009 – A internet das coisas

A internet passou pela era dos computadores e das pessoas (redes sociais, e-commerce etc.), mas agora será “utilizada” pelos objetos. Eles foram pensados para entender o nosso comportamento, se comunicar entre si através da rede e assim facilitar o nosso cotidiano.

A tecnologia já está entre nós! Dá o play e vem com a gente: