Início » Gadgets » Xiaomi Mi Watch é um clone do Apple Watch com Wear OS e preço menor

Xiaomi Mi Watch é um clone do Apple Watch com Wear OS e preço menor

Xiaomi Mi Watch roda Wear OS do Google, tem bateria grande para até 36 horas de uso e traz eSIM para conectividade 4G

Felipe Ventura Por

Sabíamos que a Xiaomi estava preparando um relógio inteligente bem semelhante ao Apple Watch, e agora ele é oficial: o Mi Watch tem Wear OS do Google, bateria grande para até 36 horas de uso, conectividade 4G e preço baixo. Há também uma versão Exclusive Edition com cristal de safira e corpo de aço inoxidável.

Xiaomi Mi Watch

O Xiaomi Mi Watch possui uma tela AMOLED quadrada de 1,78 polegada com densidade de pixels de 326 ppi. Na lateral, encontramos uma coroa giratória que permite navegar pela interface do relógio, e um botão multiuso. Há ainda os orifícios para dois microfones e um alto-falante.

O sistema operacional do Mi Watch é o Wear OS do Google, mas com uma interface personalizada — mais próxima à MIUI 11 — e uma loja própria de aplicativos, já que a Play Store é bloqueada na China. O Google Assistente foi substituído aqui pela XiaoAI.

Por dentro, temos o processador Snapdragon Wear 3100 4G quad-core de 1,2 GHz. Há suporte a pagamentos via NFC, Bluetooth 4.2, Wi-Fi 802.11n, GPS e eSIM para conectividade celular.

Xiaomi Mi Watch

Xiaomi Mi Watch tem bateria que dura até 36 horas

A bateria é enorme para um smartwatch, com capacidade de 570 mAh — quase o dobro do Apple Watch 5 (296 mAh). A Xiaomi promete que isso é o bastante para até 36 horas de uso com 4G ligado.

Claro que a Xiaomi colocou recursos de monitoramento fitness no Mi Watch: o relógio traz monitoramento da frequência cardíaca, acompanhamento de sono, e sensor de VO2 máximo de oxigênio no sangue. Além disso, ele é resistente à água e pode ser usado para nadar.

O corpo é feito de liga de alumínio com acabamento fosco; a traseira de cerâmica abriga os pinos de carregamento e o monitor cardíaco. É possível personalizar o relógio escolhendo entre mais de 100 mostradores. A pulseira é removível e feita de fluoroelastômero, um material antialérgico.

O Mi Watch custará 1.299 iuanes (cerca de R$ 740) quando for lançado em 11 de novembro na China; as reservas começaram hoje. A Xiaomi também anunciou o Mi Watch Exclusive Edition com cristal de safira na tela e aço inoxidável no corpo e na pulseira; ele custará 1.999 iuanes (R$ 1.140) e será vendido em dezembro.

Xiaomi Mi Watch Exclusive Edition:

Xiaomi Mi Watch Exclusive Edition

Xiaomi Mi Watch padrão:

Xiaomi Mi Watch Xiaomi Mi Watch Xiaomi Mi Watch

Com informações: XDA Developers, Gizmochina.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

RODRIGO

Que palavra é essa???

André G

E a bateria também é um problema.

André G

Tem outros apps que passam músicas para a memória interna do Wear OS, não apenas o Google Play Música. A vantagem do Google Play Música é que dava pra baixar pelo app, mas com esses apps gambiarras é necessário baixar a música em MP3 e depois transferir pro relógio.

Danilo

É VUADO!

Anderson Nascimento

Uma coisa é dizer que é clone e outra é dizer que é inspiração. Tem que parar com essas besteiras de que tudo é clonado. Então quer dizer que se eu lançar um relógio hoje eu preciso lançar ele em formato poligonal, pq se eu lançar redondo ou quadrado estarei copiando alguém. Por favor...

Paul

Uma dúvida! o Apple Watch e Galaxy Watch necessitam de ser homologados no BR para ter utilidade no LTE? no caso site da Vivo e Claro necessita o relógio especifico daqui correto? Como o e-sim da Xioami pode ser global e importado? abraços.

Eliseu Teixeira Neto

Chato pra caralho!!!!

Bruno Dias Zanchet

pra esse pessoal, os que são redondos são clones do moto 360 kkk

Paulo Manso

Se vc tá dizendo, então tá senhor kkkkk indêndigu

RODRIGO

Puxa, deveria ser Bluetooth 5.1, ter Wi-Fi 6 e processador octa-core para ser um pouco melhor!! Ele é 100% independente do smartphone?? Quem souber, espero pela resposta esclarecedora!!
P.S: tomara que haja na versão 5G para estar mais completa!!!

Jhon

A partir do momento que ela usa elementos de design idênticos aos do Watch acho que não tem problema de chamar de clone, os botões e a tela são inegavelmente cópias do Watch.

nilton soares da silva junior

Tô vendo que tá sabendo heim! Do Verge pra frente todos controlam música do armazenamento interno

Paulo Manso

Inspiração com certeza tem.. mas clone e inspiração são coisas beeem diferentes..

Jhon

Tem que ser muito inocente pra achar que a Xiaomi não se inspirou no Watch, claro que ela diferenciou um pouco, mas até o próprio histórico dela aponta pra isso.

Gabriel Antonio

sei que rodas apps do wear os, que da pra fazer de boas no android studio

Exibir mais comentários