Início » Aplicativos e Software » Waze Carpool ganha pontos de carona em São Paulo

Waze Carpool ganha pontos de carona em São Paulo

Com 4,5 milhões de usuários em São Paulo, Waze Carpool adotou instalou pontos em algumas vias movimentadas

Victor Hugo Silva Por
05/11/2019 às 15h18

O Waze anunciou nesta terça-feira (5) que o Carpool passará a contar com pontos físicos para ajudar os motoristas e os passageiros a se encontrarem. A empresa está testando a novidade em São Paulo, onde dois modelos já estão sendo utilizados.

Pontos de carona do Waze

Foto: Divulgação/Waze

Um deles é o de pontos de encontro, isto é, totens na calçada que servem para realizar paradas rápidas de embarque e desembarque. O Waze também utiliza parklets, espaços maiores em que os passageiros podem aguardar sentados pela carona.

Os primeiros pontos de carona atendem às rotas muito utilizadas pelos usuários e foram escolhidos com base em dados coletados pelo aplicativo. Segundo a empresa, eles estão presentes nos seguintes endereços:

  • Rua Raul Saddi, 70 - Butantã (parklet)
  • Avenia Hélio Pellegrino, 1341 - Vila Nova Conceição
  • Avenida Cidade Jardim, 125 - Jardim Paulistano
  • Praça Luís Carlos Paraná - Barra Funda
  • Viaduto Antártica (Avenida Francisco Matarazzo com Rua Pedro Machado) - Barra Funda

Lançado no Brasil em agosto de 2018, o Carpool já ajudou a realizar quase dois milhões de caronas. No país, a plataforma é mais popular em Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Pernambuco. Em números globais, o serviço registrou cerca de 700 mil caronas em outubro.

"Não vemos outras empresas como nossa concorrência. Nossa competição está em dirigir sozinho", diz o CEO do Waze, Noam Bardin. "Precisamos convencer as pessoas a não dirigirem sozinhas. Esse é o desafio mais difícil: mudar o que você faz todos os dias. Essa é a nossa competição".

E, apesar dos números expressivos, o Waze ainda não lucra com o Carpool. Para o executivo, antes de ganhar dinheiro, a empresa precisa estimular a adoção de uma cultura de compartilhamento de carro entre pessoas que vão para destinos próximos.

"Estamos perdendo dinheiro na maioria das viagens", diz. "Estamos pagando aos motoristas mais do que coletamos dos passageiros porque temos que fazer essa mudança de comportamento. A longo prazo, acreditamos que ficaremos com uma parte da transação".

Como um serviço de mapas, o Waze conta com mais de 130 milhões de usuários mensais. No Brasil, o app tem mais de 10 milhões de usuários (4,5 milhões apenas em São Paulo) que ficam, em média, 1h56min por dia na plataforma.

A empresa espera que os pontos físicos em São Paulo sirvam não somente para melhorar a experiência dos usuários do Carpool, mas também para estimular outras pessoas a experimentarem se deslocar na cidade por meio de caronas.

Mais sobre: ,