Início » Internet » YouTube explica que não vai remover canais "inviáveis comercialmente"

YouTube explica que não vai remover canais “inviáveis comercialmente”

YouTube terá novos termos de serviço a partir de 10 de dezembro de 2019; site poderá remover recursos antigos ou pouco usados

Felipe Ventura Por

O YouTube terá novos termos de serviço a partir de 10 de dezembro, e acabou assustando diversos usuários por causa de uma cláusula mal-escrita: ela dá a entender que um canal poderá ser removido se não for mais “comercialmente viável”. A empresa explica que, na verdade, isso significa que ela poderá retirar recursos velhos ou pouco utilizados da plataforma.

YouTube / Christian Wiediger / Unsplash

Os novos termos de serviço dizem o seguinte: “o YouTube poderá encerrar seu acesso ou o acesso da sua Conta do Google a todo o Serviço ou parte dele se acreditarmos, a nosso critério exclusivo, que a prestação do Serviço para você não é mais comercialmente viável”.

Alguns entenderam que o YouTube vai remover canais que rendem poucas visualizações, e que seriam “comercialmente inviáveis” por trazerem pouca receita de anúncios. Não seria algo totalmente inesperado: desde 2017, a plataforma remunera apenas canais que tiverem pelo menos 10 mil visualizações.

Outros acharam que o YouTube iria expulsar quem utiliza bloqueador de anúncios para assistir aos vídeos. Como essa é a principal fonte de receita do site, o adblocker tornaria “comercialmente inviável” a prestação do serviço para você.

Findou que não é nem uma coisa, nem outra. A conta oficial do YouTube no Twitter explica: “a seção de nossos termos à que você se refere *não* é sobre o encerramento de uma conta se ela não estiver ganhando dinheiro suficiente – é sobre a interrupção de determinados recursos ou partes do serviço do YouTube, por exemplo remoção de recursos antigos ou pouco usados“.

Em comunicado ao Mashable, o YouTube reforça: “não estamos alterando a maneira como nossos produtos funcionam, nem como coletamos ou processamos dados, nem qualquer uma de suas configurações”.

It's not about terminating an account if it’s not making enough money

YouTube “não tem obrigação” de hospedar vídeos

Os novos termos tentam ser mais claros, mas acabam sendo um pouco… rudes? “O YouTube não tem nenhuma obrigação quanto à hospedagem ou veiculação de Conteúdo”, diz a empresa. “O Conteúdo é de responsabilidade da pessoa ou da entidade que envia o material ao Serviço.”

Isso não é necessariamente uma novidade: as regras atuais, válidas desde 2018, estipulam que “o YouTube poderá a qualquer momento, sem aviso prévio e a seu exclusivo critério, remover Conteúdos e/ou cancelar uma conta de Usuário por enviar materiais que violam os Termos de Serviço”.

É que alguns dos novos termos parecem ser diretos demais. Enquanto isso, outras cláusulas são confusas, dando margem a diversas interpretações. Custava escrever isso de uma forma mais clara, Google?

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

atx150w

tem sistema de bot pra tudo nesse site, tem gente que vive da venda desses sistemas pra crescer canais, já era pra ter a muito tempo algum sistema pra fazer esse tipo de coisa sim, a maioria dos inscritos desses canais grandes antigos ou é conta inativa os famosos inscritos fantasma ou conta inativa criada por bots, a relevância do canal era pra ser avaliada com base na atividade dos usuários inscritos no canal e não nessa porcaria de sistema de contagem de inscritos que não serve pra nada e muito menos nas visualizações, pois já foi mostrado como é simples fraudar esse site de forma que nem tem como site dizer que foi um bot que deu play no vídeo, esse site nunca deu lucro algum pra google e ela continua ai fazendo de conta que ta tudo lindo e maravilhoso, vai demorar mas em algum momento vai ter o mesmo fim do orkut, ninguém fica injetando dinheiro em empresa que não da lucro por muito tempo

Batistacoin.net

O que esperar de uma plataforma de vídeos 'PRIVADA' que a todo instante muda suas próprias regras para inflar o ego dos anunciantes deixando os criadores de conteúdos no escanteio. Ou seja, o YouTube está dando o rabo para os anunciantes e deixando os criadores de conteúdo de lado porque a plataforma não dá dinheiro suficiente.

zoiuduu .

vixe,,, e eu que uso o youtube pra fazer backup de videos , deixo tudo no privado msm

Fabio Santos

A verdade é ninguém sabe o critério usado pela plataforma pra tais ações.

Tudo é digamos por debaixo dos panos kkk

小岩井

Remover contas inativas seria horrível, tenho certeza que isso iria chegar naqueles canais que fazem uns 5 ou 6 anos que ninguém mexe, mas que tem uns videos fodas de uns 11 ou 12 anos atrás

Uriel Dos Santos Souza

Essa equipe do youtube é péssima em comunicação!
Que equipe ruim.

Mauro

bora cria teoria da terra retangular ganha grana com isso

Eduardo Pereira

tem burro demais no mundo para dar público a besteiras como essa

Trovalds

Tamanho de canal não é o único parâmetro pra questão de anúncio.

Trovalds

THIS!

Bruno Ráfaga Soares Silva
Certo tá eles, dando brecha nos contratos pra se respaldar em caso de bronca jurídica.
Bruno Ráfaga Soares Silva

Certo tá eles, dando brecha nos contratos pra se respaldar em caso de bronca jurídica.

Keaton

Esse KallonicYT é meio lesado... como foi que ele interpretou daquela forma? hahaha

Keaton

Ai eu que uso raramente que me ferre.... brigado, valeu. hahaha

Cortana ✔

Aposto que a Terra plana seguirá intocada, pois anda rendendo muito grana.

Exibir mais comentários