Início » Ciência » Apple conduz novos estudos de saúde com dados coletados pelo Apple Watch

Apple conduz novos estudos de saúde com dados coletados pelo Apple Watch

Participação é voluntária nos estudos, que focam em poluição sonora, dados cardiovasculares e saúde da mulher

Paulo Higa Por

A Apple começou a conduzir na quinta-feira (14) três novos estudos de saúde em parceria com instituições nos Estados Unidos. Os dados serão coletados a partir do Apple Watch de usuários que decidirem participar das pesquisas, com foco em poluição sonora, saúde cardiovascular e ciclos menstruais, apenas entre o público americano.

Apple Watch Series 5

O Apple Watch já havia sido usado em uma pesquisa da Universidade Stanford: o Apple Heart Study foi o maior de sua espécie, com 419.297 voluntários. O estudo mostrou que 0,5% dos participantes receberam uma notificação de batimentos irregulares, que 84% deles realmente estavam com fibrilação atrial no momento (um tipo de arritmia cardíaca) e que, portanto, um smatwatch pode ajudar pessoas a detectarem uma condição que não apresenta sintomas visíveis.

Desta vez, os estudos serão conduzidos por meio do aplicativo Research, liberado para proprietários de Apple Watch Series 1 ou superior nos Estados Unidos. Quem quiser participar terá seus dados compartilhados com as instituições e universidades parceiras. A Apple diz que as informações pessoais não são vendidas, e que os usuários podem parar de enviar seus dados a qualquer momento.

Estudo com Apple Watch

O Apple Women’s Health Study quer entender melhor os ciclos menstruais e a saúde da mulher. Em parceria com a Universidade Harvard e os Institutos Nacionais da Saúde (NIH), o estudo de longo prazo coletará dados do Apple Watch e do iPhone, além de aplicar questionários mensais para pesquisar a síndrome do ovário policístico (SOP), infertilidade, osteoporose e transição para a menopausa.

Estudo com Apple Watch

Também há o Apple Heart and Movement Study, conduzido em conjunto com a Harvard Medical School e a American Heart Association, que medirá a qualidade e quantidade dos movimentos das pessoas para verificar as relações com o estado de saúde atual e futuro. Com os exercícios registrados no Apple Watch, será possível estudar os fatores que afetam a saúde do coração e as possíveis deteriorações na mobilidade e no bem-estar dos usuários.

Estudo com Apple Watch

Já o Apple Hearing Study coletará tanto o nível de poluição sonora do ambiente quanto os dados de uso de fones de ouvido para descobrir como eles impactam no estresse e na saúde cardiovascular dos voluntários. Os participantes serão divididos aleatoriamente em dois grupos, sendo que um deles receberá notificações quando sons altos forem detectados, convidando-os a modificarem seus hábitos. Os dados serão enviados à Organização Mundial da Saúde (OMS) e Universidade de Michigan.

O aplicativo Research é necessário para participar dos estudos. Os voluntários podem escolher as pesquisas que querem contribuir e precisam ter um Apple Watch Series 1 ou mais novo para terem os dados coletados.

Mais sobre: ,