Início » Jogos » Google Stadia é lançado, mas está longe de cumprir o que promete

Google Stadia é lançado, mas está longe de cumprir o que promete

Primeiros reviews mostram que Google Stadia funciona, mas parece um serviço "beta"

Emerson Alecrim Por

Revolucionar o mercado de games. Não é exatamente com as mesmas palavras, mas essa é promessa do Google Stadia, plataforma de streaming de jogos que entrou oficialmente em funcionamento nesta terça-feira (19) em 14 países.

Mas é bom não ter grandes expectativas neste começo. As primeiras avaliações mostram que o serviço ainda tem muito o que evoluir para ser considerado disruptivo.

Google Stadia - joysticks

O que é o Google Stadia?

A proposta é de fácil compreensão: em vez de um console de games ou um PC gamer poderoso, tudo o que você precisa é de uma boa conexão à internet (de pelo menos 10 Mb/s ou 35 Mb/s para 4K) e de um dispositivo para acessar o jogo — um smartphone, tablet ou computador em boas condições de funcionamento, basicamente.

Então, se você tiver uma conta ativa no serviço — ainda não disponível para o Brasil —, o Google Stadia irá executar o título escolhido em seus servidores e transmitir para o seu dispositivo para que você possa jogá-lo.

Por ora, só é possível ter acesso adquirindo o pacote Premiere Edition, que custa US$ 129, mas fornece um joystick, um Chromecast Ultra para acesso ao game na TV e três meses de Stadia Pro — depois, o serviço passa a custar US$ 9,99 por mês.

A assinatura do Stadia Pro dá acesso a alguns jogos que formam a base da plataforma, mas vários títulos terão que ser comprados à parte no serviço. Mais de 40 games já foram confirmados, entre eles, o futuro Cyberpunk 2077.

O Google foi ousado nas promessas: a companhia diz que o Stadia é capaz de proporcionar ao jogador streaming com resolução máxima de 4K, 60 frames por segundo, HDR e áudio 5.1, por exemplo.

Mas o Google Stadia funciona?

Veículos que já tiveram acesso à plataforma dizem, de modo geral, que o Google Stadia realmente funciona, mas com algumas considerações. Comecemos pela mais óbvia: o número de jogos disponíveis para essa estreia é bastante limitado.

Seriam somente 12 títulos inicialmente, mas, de última hora, o Google disponibilizou mais dez, entre eles, Final Fantasy XV, Grid 2019 e Wolfenstein: Youngblood.

Google Stadia - lineup

Por enquanto, dá para fazer vista grossa para esse detalhe porque a plataforma está apenas no começo. Em contrapartida, existe uma sensação generalizada de que o Stadia ainda não está pronto — no máximo, trata-se de um serviço "beta" destinado somente a quem está disposto a se aventurar.

O que os reviews dizem sobre o Stadia?

Lendo os reviews da mídia especializada, a conclusão a que podemos chegar para esta estreia é a de que o Google Stadia realmente cumpre a promessa de fazer streaming de jogos, mas uma série de pormenores pode frustrar a experiência.

A Wired, por exemplo, diz que "mesmo sob condições ideais (acesso à internet por fibra, conexão direta ao roteador e TV OLED 4K) há uma diferença notável entre jogar um título no Stadia e executar o mesmo jogo em um dispositivo local, como um PC ou um PS4". Para o veículo, falta profundidade, clareza e nitidez nos games.

Já o The Verge destaca que o Google Stadia apresentou a melhor qualidade de imagem já vista pelo veículo em serviços de streaming de jogos, não exibindo "artefatos de compactação desagradáveis", por exemplo. Por outro lado, o veículo também notou falta de detalhamentos e limitações em texturas.

Google Stadia no Chromebook (foto: The Verge)

Google Stadia no Chromebook (foto: The Verge)

"O Google disse que o Stadia foi projetado para rodar jogos na resolução mais alta com todas as configurações habilitadas, mas claramente isso não está acontecendo aqui", completa o The Verge.

Por sua vez, o Polygon explica que os jogos rodam bem no Google Stadia, mas apresentam algumas inconsistências. No MacBook Pro, por exemplo, a experiência foi boa com Destiny 2, apesar de a qualidade da imagem ter ficado "longe dos prometidos 4K e HDR do serviço de assinatura Stadia Pro".

O veículo dá a entender que a experiência é melhor em telas menores (no caso, um Pixel 3a) e na TV (via Chromecast Ultra). "Sinto que estou sendo exigente, mas o apelo do Stadia é a liberdade de escolher quando e onde [em qual dispositivo] jogar", diz Chris Plante, autor do review do Polygon.

Gylt teve problemas para renderizar preto profundo no teste do Polygon

Gylt teve problemas para renderizar preto profundo no teste do Polygon

2020 será o ano do Stadia?

Não dá para dizer que a estreia do Google Stadia foi desastrosa. Mas, definitivamente, a plataforma não empolga. Não do jeito que está. Com base nos relatos, experimentá-la agora é como se mudar para uma casa ainda em construção: é possível morar nela, mas você precisa estar preparado para os transtornos.

A expectativa é a de que a situação melhore em 2020, quando o Stadia será lançado de verdade, digamos assim. Isso porque, em fevereiro, o Stadia Base será disponibilizado.

O Stadia Base promete ser um serviço sem pagamento mensal, mas que permitirá ao usuário comprar acesso a games avulsos para jogar em até 1080p. Se o usuário quiser mais resolução (4K) e acesso a uma lista "gratuita" de jogos, terá que pagar pelo Stadia Pro.

Enquanto isso, o clima de incerteza sobre o sucesso da plataforma permanece. Nesta estreia, percebe-se que o serviço tem potencial, mas que os desafios para que tudo funcione como o Google prometeu são enormes — latência, inconsistências gráficas e relação custo-benefício ruim são os principais problemas.

De qualquer forma, tudo indica que a intenção da companhia com este lançamento meio que "beta" visa identificar os pontos a serem melhorados. Nesse sentido, dá para manter as esperanças.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caleb Enyawbruce
?? eu concordei com vc
Caleb Enyawbruce
Ok
Daniel Dias
Thanks
Daniel Dias
A minha opinião sempre será pessoal. Mas não sabia que vc opina por todas as outras pessoas do mundo! Desculpa então.
Caleb Enyawbruce
Tranquilo, entendo. Essa parada é pessoal mesmo. Valeu
Caleb Enyawbruce
Na minha humilde opinião não é suficiente pra bater o martelo assim. Mas torço pra que você esteja certo (não por ser fã do Google ou algo do tipo, mas por achar que é um passo importante pra industria de Games, mesmo eu não sendo o público alvo).
Daniel Dias
Também não percebi em qual qualidade estavam os gráficos quando joguei... Apenas joguei!
Daniel Dias
Acho que não sou tão criterioso e exigente quanto a super gráficos, foco mais no quanto me divirto no jogo mesmo, se houve diminuição na qualidade gráfica, não percebi, de certo não houve delay, e não senti diferença entre ele e um console, apesar do Chromecast do meu primo... Mas sei que tem gente que valoriza mais um gráfico incrível que uma trama de jogo bem elaborada, enredo e jogabilidade.
Daniel Dias
Alguns incríveis breves minutos
S Y N T H W A V E + L O V E R
Sim. Dobra o preço, e os jogos são 12 por aí no Stadia. Na PSN/Live são quase 40 por ano. No Xbox deve ser mais que isso por causa da retro.
Fabio Santos
Pagar pra não ter o jogo físico e ainda uma mensalidade, nem ligo de ser full hd mais está ideia já se mostra estranha.
Thaninho
Mas aí é que tá, foram testes, não usos reais. Nos testes imagino que a Internet é controlada, tudo funciona de forma perfeita, mas na vida real, com diversas instabilidades, é que o serviço mostra que não é robusto, e isso custa muito ao gameplay, a ponto de ficar injogável (FPS com input lag é impossível)
Thaninho
Pois é, se fosse apenas de nicho até acho que funcionaria, mas nunca vai se pagar e manter online se não virar mainstream.
Thaninho
Por isso eu acho que essa tecnologia, até pra países de 1o mundo, vai demorar pra funcionar do jeito que todos desejam.
Caleb Enyawbruce
https://meiobit.com/313737/...
Caleb Enyawbruce
Foi mal, tinha quotado o comentário errado
Caleb Enyawbruce
“o stadia é um sistema totalmente jogável, sem complicações“Você jogou Stadia por quanto tempo?
João
https://external-preview.re...
Alisson Santos
Eu me referia a rede global do Azure, que deve dar capilaridade ao serviço do xCloud. Não tem nada a ver com servidores de jogos.
Love
Eu não disse isso.
Porto Velho
Galera parece que tá torcendo pra dar errado.. tá loco!Eu quero é que de muito certo. Isso vai ser um golpe nos consoles e PCs que exigem centenas de dólares ou milhares de reais pra conseguir jogar alguma coisa.
Marcos Soares Santos
Isso, obrigado.
Caleb Enyawbruce
Você se referiu ao Game Pass (catálogo de mais de 100 jogos com uma assinatura). Live Gold é pra poder jogar on-line, e dá 3 ou 4 jogos por mês.
uB.
A XP com o Xbox n ajuda muito com o xcloud. São serviços totalmente diferentes, apesar do mesmo segmento.Garantir que a MS terá um resultado melhor só pq tem servers de jogos, sinceramente, n entendi essa lógica.É mesma coisa q falar que a plataforma da Disney+ vai ser melhor q a da AppleTV+ só pq a Disney faz filmes.
Marcos Soares Santos
na minha fibra eu jogo R6 a 9ms em média no PS4. Acho que no maximo n da pra passar de 300msna real.
AQUILA HENRIQUE DA FARIA
Pois é, na maioria dos testes o input lag não foi problema, o caso mais grave que vi foi o um teste do Washington post. O serviço é bem promissor e pode funcionar muito bem aqui no Brasil. Só não gostei da questão do modelo de negócio da google, se ela não mudar, não vai conseguir bater de frente com o Xcloud. Tbm não gostei do downgrade que deram nos jogos, eles prometeram servidores de mais de 10tflops, mas estão entregando os jogos parecidos com consoles
AQUILA HENRIQUE DA FARIA
olha, a média de ms dos consoles segundo a digital foundry é de +/- 130 a a 160ms dependendo do jogo. então, acredito que pra maioria dos jogos, o será jogável. Agora para um competitivo que precisa de uma precisão melhor, acho que não vai dar muito certo não, mas, o público do Stadia é o gamer casual, que não se importa muito com essas firulas.
Marcos Soares Santos
quantos ms seria toleravel? eu diria que pelo menos 50ms
Marcos Soares Santos
Jogar um Civilization novo sem nenhuma restrição seria um máximo, mas o maior ponto seria o de poder jogar lançamentos e AAA sem se preocupar nem um pouco com hardware... É meio broxante.
Marcos Soares Santos
Acho que é pior que ambos. O preço fica absurdamente acima.
Caleb Enyawbruce
Ah cara, eu não vou replicar aqui as notícias sobre input lag e delay. Cada um acredita no que quiser
AQUILA HENRIQUE DA FARIA
Na vdd a maioria dos reviews que eu vi, de Youtubers especializados em games, disseram que o input lag não incomodou tanto.
Thalles Ferreira
O que já seria ótimo, considerando que esse público existe e, se esses jogos pudessem ser jogados em qualquer lugar e sem gastar com hardware, valeria muito a pena.Infelizmente esse não é o maior público e qualquer coisa que não seja um sucesso acachapante e imediato vai ser cancelado pelo Google.
AQUILA HENRIQUE DA FARIA
Mas nos testes com destiny e mk 11 a maioria dos reviews disse que o input lag é imperceptível. Só o do Washington post que teve um grande input lag no destiny. Ou seja, da pra jogar um fps, lógico, não de forma competitiva, mas dá.
S Y N T H W A V E + L O V E R
Também achei sem noção dar um free to play. Deve vir pelo menos com a Shadowkeep.
Leandro Amaral
Penso o mesmo, tanto que estou aguardando o xCloud ser lançado justamente pra jogar os jogos indies do Xbox Game Pass quando ñ estiver em casa.
Porto Velho
Só reclamaram da qualidade gráfica e de algumas funções que foram prometidas e ainda não estão disponíveis, mas de resto tá rodando muito bem.
Thaninho
Mas Destiny 2 já é de graça. Ou vc tá falando que vai vir com a última expansão Shadowkeep?
Thaninho
Tô vendo que Stadia só vai funcionar pra jogos em turnos, tipo Civilization e JRPGs...FPS e luta nunca.
Thaninho
Seria impossível eles cumprirem o gameplay sem input lag. Quem sabe daqui uns 30 anos.
phsodre
Só o fato de não reclamarem da performance, já mostra o quão promissor é. Esses problemas relatados, com o tempo e ajustes podem ser sanados sem impactar no desempenho geral
Guilherme Bueno Grijó
a sony comprou foi as 2
S Y N T H W A V E + L O V E R
Sim, todas Vega 56. Lembro de falarem de 10tflops. Mas isso aí ajeitam trocando. O PS5 em questão de 2 anos ja vai estar perdendo pra GPU mid end de próxima geração em qualquer PC mediano. E o Stadia vai aumentar mais ainda desse gap.
S Y N T H W A V E + L O V E R
Tudo no início hoje tá sendo beta, até produtos prontos, como a linha RTX da Nvidia. Bobo é quem acha que vai jogar perfeitamente no day one. E em questão de 2 ou 3 anos e ajeitam tudo, isso se não cancelarem.
richardsonvix
OnLive era o serviço de jogos por stream que a Sony comprou, não o que virou depois.
S Y N T H W A V E + L O V E R
O plano Pro do Stadia vai dar um jogo por mês. Começaram com Destiny 2.Então é como a Live Gold e PSN Plus, segundo o diretor de produto do Stadia.
S Y N T H W A V E + L O V E R
Sim, já tem uma empresa que foca em indies.O Google falhou por apostar muito, sem beta (?) e logo em grandes games que exigem baixa latência (esses mps).Ela deveria ter entrado no ramo de consoles (assim como ela fez com a linha Pixel) ou portátil pra fazer frente ao Switch que concorre sozinho nesse segmento. Eu compraria um.
Keaton
Parece quando eu inventava de colocar o TERA Online em 1080p e tudo no máximo com uma GTX 750. Eu apertava espaço pra pular e levava dois, três segundos... hahaha
Lobo Solitário
Opa, muito obrigado pela explicação.
Luiz Fernando
Flopou
Love
Concordo com vc e com a matéria, só que o problema é que os cabeças do projeto esqueceram de anunciar isso, tanto que seria um problema um serviço com preço Full mas apenas em fase Beta, teriam que dar bons benefícios para diferenciar o público que comprasse agora, para o público futuro.
Love
Concordo que a Nintendo tem muita criatividade, mas ela não compete com ninguém diretamente, e a maioria do público que compra ela, já tem um outro console, tanto que são exatamente esses que ela foca, pois não lança o console junto de ninguém.E está vendo como a Nintendo vive da nostalgia dos fãs?E eu até entendo que isso por um lado é bom, pois eu vejo no PS4 que terá The Last of us 2, e é um dos jogos mais aguardado, só que nem ele se compara aos jogos da Nintendo, pois o Tlou 2 será apenas o segundo jogo da franquia em anos, já Zelda como vc citou, já é qual? O 13°? 14°? Se comparável com o PlayStation, seria equivalente a Sony manter um Crash Bandicoot, e comparado com Mario, teria desde jogos de esporte com Crash, a jogos de aventura, VR, corrida, luta... Eu sinceramente não aguentaria, ainda mais se tivesse outra plataforma com várias novas IPs.
Uriel Dos Santos Souza
Creio que stadia não seja para grandes jogos com graficos maravilhosos. Mas para jogos casuais, arcades, mais simples, mesmo assim divertidos.Nessa área ele vai ganhar de lavada.
Marcos Soares Santos
Desencantei do serviço quando vi que você teria que comprar os jogos. Balde de água fria, queria que fosse uma assinatura tipo Live Gold, pra jogar o jogo que eu quisesse do catálogo.
Marcos Soares Santos
Desencantei do serviço quando vi que você teria que comprar os jogos. Balde de água fria, queria que fosse uma assinatura tipo Live Gold, pra jogar o jogo que eu quisesse do catálogo.
Caleb Enyawbruce
Ele simplesmente transmite dados entre um dispositivo (celular, PC usando Google Chrome...) e ele próprio, usando a rede Wi-Fi (por isso ambos precisam estar na mesma rede). Depois, como ele tá plugado numa HDMI da TV, simplesmente exibe o conteúdo que recebeu via rede. Essa transmissão é possível graças a tecnologias presentes na estrutura das redes Wi-Fi e também nos sistemas operacionais dos dispositivos. O Chromecast não tem um sistema próprio em apps próprios, ele é simplesmente o meio de transmissão entre um dispositivo e a entrada HDMI da TV.
Caleb Enyawbruce
Não seja fanboy, os reviews não são feitos com base em algo que não existe ainda (futuro), mas no presente. Hoje está ruim pra maioria dos jornalistas que testou. É um fato.
Caleb Enyawbruce
Para o veículo, falta profundidade, clareza e nitidez nos games.Além de delay nos controles (latência alta) o gráfico é ruim? To de boas disso aí...
LekyChan
a Sony comprou o Gaikai que se tornaria o Playstation Now, não o OnLive.
richardsonvix
Numa época de não tantas expectativas o OnLive falecido que a Sony comprou fazia o mesmo.Acontece que mesmo hoje em dia, com banda mais que suficiente para o prometido, ou o gargalo está no processamento nos servidores Google ou na banda de saída.A questão de delay, qualidade gráfica e fluidez está no balanceamento de carga para se evitar o primeiro com o máximo de eficiência nos outros. Usar tela pequena é engodo para não ver falhas.
LekyChan
fora que poderá ser lançado já com todos os jogos de Xbox existentes
LekyChan
como o próprio artigo fala, o Stadia esta meio que em beta ainda, não finalizado.Provavelmente este "lançamento" nada mais é que um grande Open Beta
Porto Velho
Basicamente o que vi o pessoal que jogou reclamando é da qualidade gráfica. Os jogos parecem ser rodados no low ou médio. Mas delay, que era o principal problema desse tipo de tecnologia, zero!
Lobo Solitário
Até hoje não entendi o que exatamente é o chromecast, pra que serve e sua real utilidade.
P. Herrera
Mds... Kkkk
Status Zero
Quem? Os que falaram bem ou os que falaram mal? 🤪
João
E segundo a Digital Foundry, eles usam GPUs equivalentes (ou a, não lembro) Vega 56, que já está bem defasada em comparação com outras placas da própria AMD este ano, imagine em 2020 qdo os novos consoles e GPUs tanto da AMD e Nvidia vierem com 7nm, RT e 30-50% mais desempenho. Se a Google não quiser upar todos os servidores ano que vem e provavelmente perder uma grana preta, não vejo um futuro mto promissor pro Stadia.
Thalles Ferreira
Isso aí pra jogar um football Manager com todas as ligas em qualquer lugar usando o mesmo save é quase um sonho molhado.
Thalles Ferreira
Isso aí pra jogar um football Manager com todas as ligas em qualquer lugar usando o mesmo save é quase um sonho molhado.
Jacques
Esse é o review do editor do Washington Post em apenas um gifhttps://twitter.com/GenePar...
raphael_silva
A real é que o switch só vive pela exclusividade, se a Nintendo botasse para outros consoles, quase ninguém comprava kkk
Louis
A Nintendo tem qualidade de sobra para se sobressair na indústria.Jogar Zelda ou The Witcher 3 em casa ou na rua é um diferencial que nenhuma outra plataforma conseguiu até o momento.Tanto que se a Nintendo vivesse de nostalgia, o Wii U teria sido um grande sucesso, logo, os méritos do Switch são grandes e do jeito que está indo vai terminar o ano como console mais vendido, com grandes chances de no futuro se tornar um dos dispositivos mais vendidos da história.
Gabriel Andrade
Só vim postar que em Fevereiro volto nesse post pra responder que vocês estavam errados
Gabriel Andrade
Só vim postar que em Fevereiro volto nesse post pra responder que vocês estavam errados
Love
O problema na sua comparação é que a Nintendo não prometeu os melhores gráficos, e esse Stadia prometeu várias coisas que realmente seria o diferencial do produto, e teve o lançamento sem essas ferramentas... Junta tudo com as declarações de que os jogos não teriam diferença gráfica se comparado o algo que roda localmente, e tá aí a receita do erro.E o caso do switch é algo a parte né?Lança sem concorrer com nenhum outro console, vive de nostalgia dos fãs, e dificilmente ganha porte dos grandes jogos, porque simplesmente é quase impossível rodar no hardware dele, só pegar o The Witcher como exemplo, e logo dá para entender das reclamações gráficas dele.
Matheus
Exatamente. Existem MUITOS desafios técnicos pra fazer esse serviço viável a uma base sustentável de clientes e existem outros tantos desafios mercadológicos que tornam uma piada de mal gosto, comparando custo benefício. SE fosse um beta, seria comparado como uma aposta promissora, não produto a venda.A Apple é criticada por vender mundos e fundos mágicos, mas pelo menos cumpre uma usabilidade realista. A Microsoft coloca seu hardware mais hypado como experiência em mundo real e não um produto de prateleira.A Google lança as coisas cobrando por isso e vê se a ideia vinga. Foi assim com o Chromecast, que se não fosse genial, teria seu fim. O Chromecast Audio por exemplo, morreu bem rápido.
Love
Se fosse somente o problema da quantidade de jogos, até que dava pra relevar, pois depende somente de terceiros, mas tem várias coisas que eles prometeram que teria nesse serviço, e que em pleno lançamento não tem... Custa segurar o lançamento e rodar razoável melhor? Poderia até lançar no ano que vem com uma lista maior de jogos.E já tinham avisado que iria dar M#rda no Reddit, pois no AMA que teve já deram tinham respondido que não teria várias ferramentas prometida no lançamento.
André G
Mentira, eu sou um pouco fanboy e nunca acreditei que isso iria dar certo.Desde o início eu sabia que iria dar merda, pq o Google fala que o serviço é maravilhoso e perfeito. Se eles dissessem que é um produto Beta e estivesse funcionando bem, iria fazer muito sucesso e todo mundo ficaria empolgado, mas se fosse Beta e tivesse esses problemas, o povo aceitaria que é Beta.O maior erro é dar muita expectativa pro povo e prometendo o que não podem cumprir.
Daniel Dias
Vejo o mesmo ceticismo que o Nintendo switch recebeu na estreia, as críticas com relação a qualidade visual mas que, ainda assim, o stadia é um sistema totalmente jogável, sem complicações, o switch recebeu as mesmas indiferenças críticas no ano de estreia e hoje é o console mais vendido e buscado no mercado, mesmo com as suas limitações. Não acredito que o Google esteja errando, só o fato de rodar jogos super pesados sem os delays indesejados, online, sem necessidade de console, é um avanço inovador e promete.
Léo Oliveira
Com certeza é mais um serviço da Google que irá morrer cedo, porém deixará um legado tecnológico e dezenas de patentes referentes à renderização e compressão de conteúdo.Minha aposta para 2020, e a próxima geração de consoles, está na Microsoft e seu 'XCloud'
Matheus
só fanboy da Google acha que esse trem vai pra frente
Alisson Santos
Acredito que o xCloud deverá entregar um melhor resultado final, tendo em vista que a Microsoft já atua o setor e também possui uma melhor rede de servidores, que vão atender até mesmo o serviço da Sony, conforme anunciaram recentemente.
Jhonatan Paiva
Queria ver uma comparação do Stadia e o Geforce Now, pra ver qual serviço apresenta menos compreensão de vídeo nos jogos.
raphaela1
latência vai ser o principal problema, principalmente para jogos de luta