Início » Aplicativos e Software » Uber exige código de segurança antes da viagem para mais passageiros no Brasil

Uber exige código de segurança antes da viagem para mais passageiros no Brasil

Uber envia código de segurança por SMS ou pelo app; motorista só pode começar viagem após inserir os quatro dígitos corretos

Felipe VenturaPor

A Uber está expandindo um recurso de segurança no Brasil e em outros países da América Latina: é preciso informar um código de quatro dígitos ao motorista antes de iniciar a corrida. Esse PIN pode ser recebido via SMS ou diretamente no aplicativo. A empresa testa agilizar esse processo autorizando a viagem através de ultrassom.

Uber

Os relatos vêm se acumulando no Twitter ao longo das últimas 24 horas, vindos do Brasil, México, Argentina, Chile, Equador e Costa Rica. No geral, o código de segurança chega por SMS, em vez de aparecer no aplicativo.

“Os códigos garantem as informações corretas quando a sua localização exata não pode ser determinada pelo nosso sistema”, explica a Uber para uma usuária. “É enviado para o celular, inserido no app do motorista e a viagem poderá ser iniciada normalmente. Será solicitado em algumas viagens.”

Esse recurso vem sendo testado desde junho, e oficializado em um evento no início deste mês. “O usuário poderá optar por receber uma senha de quatro dígitos, que deve ser dita ao motorista para que ele consiga iniciar a viagem no aplicativo”, diz a empresa.

Uber envia código de segurança

Uber não informou usuários sobre código de segurança

No futuro, o código de segurança será transmitido por ultrassom ao celular do motorista: dessa forma, o processo de validação será automático, e o passageiro receberá uma confirmação no smartphone (como uma vibração).

Mas, por enquanto, o código de verificação vem pegando usuários de surpresa. O aplicativo não parece dar nenhum aviso prévio de que será necessário informar um PIN ao motorista: é um problema se o celular estiver sem bateria, ou se você pede o carro para outra pessoa.

Questionada pelo Tecnoblog sobre a mudança, a assessoria da Uber mencionou um release divulgado há duas semanas avisando que novos recursos de segurança “serão testados em algumas cidades”.

Além dessa novidade, a Uber vem testando um recurso para que o passageiro ou o motorista inicie uma gravação de áudio caso se sinta inseguro; isso poderá ser usado em investigações ou compartilhado com as autoridades.

E, com a verificação de viagem (Ride Check), o aplicativo da Uber usa os sensores do seu smartphone para detectar eventos inesperados durante a viagem, como paradas imprevistas ou acidentes.

Comentários

Envie uma pergunta