Início » Negócios » Apple diz que não lucrou com consertos de iPhone e Mac nos últimos 10 anos

Apple diz que não lucrou com consertos de iPhone e Mac nos últimos 10 anos

Apple diz que deixar conserto de iPhones e Macs nas mãos de técnicos sem treinamento pode causar "problemas de qualidade"

Felipe Ventura Por

O Congresso dos EUA está realizando uma investigação para descobrir se as leis antitruste foram violadas pelo Google, Facebook, Amazon ou Apple. O CEO Tim Cook recebeu uma carta exigindo explicações sobre a App Store, apps embutidos no iOS e políticas de assistência técnica. A empresa diz que teve prejuízo consertando iPhones, iPads, Macs e outros produtos nos últimos dez anos.

Apple

“Para cada ano desde 2009, os custos da prestação de serviços de reparo excederam a receita gerada pelos reparos”, escreve Kyle Andeer, vice-presidente de direito corporativo da Apple, em carta enviada ao Comitê Judiciário da Câmara dos EUA.

Isso pode fazer sentido se a Apple considerar os consertos feitos gratuitamente dentro da garantia. Afinal, veja só os valores cobrados para reparos fora da garantia no Brasil e nos EUA:

Conserto ou troca de tela Outros danos, incluindo conserto ou troca da traseira
iPhone 11 Pro Max e XS Max R$ 1.999 (US$ 329) R$ 3.729 (US$ 599)
iPhone 11 Pro, iPhone XS e iPhone X R$ 1.699 (US$ 279) R$ 3.449 (US$ 549)
iPhone 11 e iPhone XR R$ 1.229 (US$ 199) R$ 2.349 (US$ 399)
iPhone 8 Plus e 7 Plus R$ 1.049 (US$ 169) R$ 2.349 (US$ 399, 8 Plus), R$ 2.029 (US$ 349, 7 Plus)
iPhone 8 e iPhone 7 R$ 929 (US$ 149) R$ 2.029 (US$ 349, iPhone 8), R$ 1.729 (US$ 319, iPhone 7)

Apple comenta sobre assistências técnicas independentes

A Apple impede que a maioria das assistências técnicas independentes tenha acesso a peças originais e manuais de conserto; para tanto, é necessário entrar no programa IRP lançado em agosto. Esses recursos estão disponíveis para toda Apple Store e todo Centro de serviço autorizado Apple (AASPs). O comitê sugere que essa é uma forma de “afastar a concorrência e estender seu monopólio ao mercado de reparos”.

A empresa responde dizendo que deixar o conserto de iPhones e Macs nas mãos de técnicos sem treinamento pode causar “funcionamento inadequado, problemas de qualidade do produto ou ocorrências de segurança”. Ela também menciona que peças e parafusos soltos podem danificar componentes como a bateria, causando superaquecimento.

Na carta, a Apple diz que não toma nenhuma medida para impedir que consumidores procurem ou usem assistências técnicas independentes. Ela também não instrui os AASPs a recusar serviço para quem faz isso.

A empresa não rejeita automaticamente o conserto de um dispositivo que passou por esse tipo de canal não-oficial, mesmo que ele tenha componentes “que violem a propriedade intelectual da Apple”.

Existem, no entanto, algumas exceções. A Apple não dará assistência técnica para produtos cuja placa lógica foi substituída por componentes não-originais, porque “o dispositivo precisaria ser desmontado a ponto de serem necessários ferramentas e processos especiais para remontá-lo”. Ela também não aceita gadgets que tenham componentes falsos que não funcionem, como uma câmera.

Com informações: MacRumors.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel

No outro extremo é a mesma coisa, eu fui ver quanto custava um par de buchas, do quadro elástico da honda fan 125, não tem como ser um veículo mais popular, não tem como ser mais barato... No centro de SP em qualquer motopeças = 4,50 a 6,00 reais, autorizada honda república 134,00. Note são 4 pedacinhos de nylon. Se escalar isso ao preço de peças para carros que custam entre 80-130k é escandaloso.

Daniel

Não é possível, o responsável pelas declarações da Apple deve ser algum político brasileiro...

zoiuduu .

por mim se cobrar 10 mil dolares [e a mesma coisa,, to nem ai

Fabio Santos

Na realidade a Apple faz poucos reparos oficialmente correto? Daí quem está fora da garantia muitas vezes vai procurar terceiros

johndoe1981
Já lucrou um absurdo na venda dos aparelhos e fica chorando porque não lucra com conserto, vai te catar Apple.
meziah.adama

Acho que depende muito a marca, a BMW realmente abusa nos preços, mas a minha Mercedes eu continuo levando na concessionária mesmo depois do fim da garantia. Os preços não são muito diferentes do que é cobrado por outras oficinas, e a tranquilidade de saber que o serviço foi bem feito e o carro não vai dar problema não tem preço pra mim. De nada adianta ter um carro blindado se ele quebrar no meio da rua e você ficar lá á mercê.

O caso é, a maioria dessas oficinas só tem preços tão mais baixos porque usam peças paralelas, com uma durabilidade e desempenho inferior ao original. É o barato que acaba saindo caro.

Gabriel Naldis

Sim, fora de garantia é uma baita burrice mesmo. Não faz o menor sentido, na moral.

X-Tudãoᴳᴼᵀ

Digo quando o carro sai da garantia.

@Sckillfer
É de cair o c* da bunda! Depois dessa ela não pode sair sem punição, não pé possível
Gabriel Naldis

Pelo contrário, meu caro. Se o carro tá na garantia, é melhor fazer nela.

doorspaulo
MagicCarpetDriver

kkkkkkkkkkkkkkkkk... essa Apple é uma fanfarrona

Zé Colmedia

É que 1 bilhão de dólares pra esses mercenários não é dinheiro, saca?

Frederico Martins

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Michael dos Santos

Fans de Xiaominios são a mesma coisa.

Exibir mais comentários