Início » Brasil » Procon-SP divulga lista com lojas online para evitar na Black Friday 2019

Procon-SP divulga lista com lojas online para evitar na Black Friday 2019

Procon-SP tem lista de 307 lojas virtuais que receberam reclamações mas não responderam; confira sites onde não comprar

Felipe Ventura Por

A Fundação Procon-SP atualizou a lista suja de lojas online nas quais você nunca deveria comprar, especialmente agora que estamos perto da Black Friday 2019. São 307 registros no total, a maioria sites que estão fora do ar; no entanto, encontramos 16 endereços que seguem na atividade e que você deveria evitar.

Foto por rostichep/Pixabay

O Procon-SP adiciona lojas à lista suja caso receba reclamações de seus clientes e não consiga encontrar os responsáveis. A entidade tenta localizá-los através de órgãos como Junta Comercial, Receita Federal e Registro BR.

Você pode conferir a lista completa neste link, e ver abaixo os endereços que ainda estão ativos com lojas online:

  • www.boxeletro.com.br
  • www.ciadaslentes.com.br
  • www.corpoperfeito.com.br
  • www.coquelux.com.br
  • www.digitalnex.com.br
  • www.donadona.com.br
  • www.emporiodascamisetas.com.br
  • www.goldplay.com.br
  • www.maniasmart.com.br
  • www.maximaeletrodomesticos.com.br
  • www.netlens.com.br
  • www.pank.com.br
  • www.paradiseimports.com.br
  • www.reidosanabols.com
  • shopgo.com.br
  • www.ticketsrj.com

Alguns sites da lista do Procon-SP foram substituídos

O Procon-SP vem adicionando sites à lista negra desde 2014, mas alguns endereços foram reaproveitados por outras empresas. Ao verificar quais URLs ainda funcionam, o Tecnoblog encontrou os seguintes casos:

  • ebayeletro.com: era uma loja virtual, como mostra o Internet Archive, mas fechou e o endereço foi adquirido pelo eBay
  • meumovel.com.br: era uma loja online com CNPJ inválido (nós checamos na Receita Federal); o endereço foi reaproveitado pela loja Meu Móvel de Madeira, que é legítima
  • lefone.com.br: era uma loja em São Paulo que vendia celulares até 2016, como mostra o Internet Archive; o endereço foi reaproveitado por um escritório de advocacia em Brasília (a advogada tem sobrenome Lefone)
  • freecomprascoletivas.com, istoeofertas.com, lojadoanabol.com, magazinefernando.com: redirecionam para o site chinês do Baidu (a empresa encerrou as operações no Brasil em 2018)

Procon-SP recebeu 258 reclamações na Black Friday 2018

No ano passado, o Procon-SP recebeu 258 queixas ao longo da Black Friday. Cinco empresas correspondem a cerca de metade das reclamações: o top 5 é composto por Cnova (Casas Bahia, Extra, Ponto Frio), B2W (Americanas, Submarino, Shoptime, Sou Barato), Magazine Luiza, Carrefour e Dell.

As principais queixas em 2018 eram: maquiagem de preço, com desconto "pela metade do dobro"; mudança de preço ao finalizar a compra; e indisponibilidade de produtos que estavam à venda.

Procon-SP Black Friday 2018

Guias de compras [Tira-Dúvidas]

Mais sobre: ,