Início » Gadgets » Geonav lança lâmpadas, tomadas e sensores da Tuya com preços a partir de R$ 99

Geonav lança lâmpadas, tomadas e sensores da Tuya com preços a partir de R$ 99

Lâmpada inteligente da Geonav mostra 16 milhões de cores e tem integração com Google Home, Amazon Alexa e Siri

Paulo Higa Por

A Geonav, mais conhecida pelos acessórios para celulares, resolveu se aventurar no mercado de casa conectada: a empresa brasileira lançou nesta segunda-feira (25) uma linha de lâmpadas, tomadas, câmeras de segurança, sensores e fechaduras inteligentes em parceria com a fabricante chinesa Tuya. Os produtos custam a partir de R$ 99 e têm integração com Google Home, Amazon Alexa e Siri.

Lâmpada Wi-Fi da Geonav

Os produtos fazem parte da família Hi, que também é uma abreviação de Home Intelligence. Curiosamente, as embalagens destacam a marca da Tuya, que costuma ficar em segundo plano (ou mesmo escondida) nos gadgets que produz, como as lâmpadas e tomadas inteligentes da Positivo.

Lâmpadas e tomadas inteligentes

Com preço sugerido de R$ 99, a lâmpada Wi-Fi tem 10 watts, 800 lúmens, tensão bivolt e 16 milhões de cores, sendo que o branco é quente (2700K). Também há um modelo dicroico no padrão GU10 com 320 lúmens para uma iluminação mais direcional (R$ 109) e uma fita de LED com comprimento de 3 metros (R$ 299). No aplicativo Hi, é possível mudar as cores, programar cenas e integrar as lâmpadas às assistentes de voz.

Lâmpada dicroica Geonav

Também há um adaptador de tomada Wi-Fi por R$ 129, que permite ligar cafeteiras, ventiladores, abajures e outros eletrônicos, desde que tenham pinos de 10 A — o gerente de produtos Sérgio Miranda diz que ainda não há placas que suportem uma corrente de 20 A. Quem for mais raiz pode instalar um módulo relé (também de 10 A) para controlar qualquer dispositivo elétrico da casa, por R$ 99.

Tomada inteligente da Geonav

Módulo relé Geonav

E o controle remoto Wi-Fi tem preço sugerido de R$ 149: ele pode enviar sinais infravermelho para TVs, set-top boxes e ares-condicionados comuns. Com uma combinação de gadgets conectados, você pode automatizar as tarefas, criando cenários específicos para cada momento: ao dizer “Alexa, iniciar cinema”, a assistente pode ligar a TV, diminuir a intensidade da luz e ligar a pipoqueira, por exemplo.

Controle remoto Geonav

Todos os produtos são conectados por Wi-Fi e se integram ao Google Assistente, Amazon Alexa e atalhos da Siri. A Geonav diz que não descarta a possibilidade de lançar modelos com conectividade ZigBee e suporte ao Apple HomeKit no futuro, e afirma que pretende trazer produtos como robô aspirador, motor para persianas e balança em 2020.

Sensores, câmeras e fechaduras

A câmera de segurança tem resolução Full HD, campo de visão de 100 graus, modo de visão noturna e áudio bidirecional. Quando o sensor de movimento detectar alguém, a câmera pode iniciar a gravação ou tirar uma foto automaticamente. Os dados são salvos localmente em um microSD ou na nuvem da Tuya, que é gratuita para até 7 dias de dados. Ela custa R$ 269.

Câmera de segurança Geonav

Também há uma penca de sensores, incluindo alguns curiosos: além do sensor de abertura de porta e janela (R$ 129) e detecção de movimento (R$ 149), há um de fumaça (R$ 199), um de monóxido de carbono (R$ 269) e um de gás natural ou GLP (R$ 229), sendo que este último pode cortar o fornecimento de gás automaticamente caso detecte um vazamento.

Sensor de gás Geonav

Por fim, são dois modelos de fechaduras. A mais simples (R$ 999) já tem controle de acesso digital, para criar senhas temporárias ou únicas para cada pessoa, enquanto a mais completa (R$ 1.299) traz um leitor de impressões digitais. Elas são alimentadas por quatro pilhas AA que duram cerca de quatro meses (e também há uma chave física de reserva caso tudo dê errado).

Fechadura Geonav

Os produtos serão vendidos nos varejistas brasileiros, como Amazon e Magazine Luiza, a partir da próxima semana.

Tecnocast 129 – Assistentes pessoais e casa conectada

Tirem as assistentes da sala! No programa de hoje falamos sobre os novos devices que estão desembarcando no Brasil, com a premissa de facilitar as nossas vidas (mesmo que seja só para abrir as suas cortinas pela manhã). Sim, estou falando dos falantes inteligentes do Google e da Amazon. Dá o play e vem com a gente!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gucky

Estou pensando em comprar o controle remoto universal da Positivo.

yurieu

Viu só... o brasileiro transformou o padrão de tomadas para o CORRETO, que é todas as tomadas 20A. Não está fora da norma, pois é um produto certificado de balcão, a fiação é de balcão, e se os bombeiros liberaram, não tem nenhum problema, em teoria. Assim, os eletrodomésticos 15A e 16A, que é a certificação de 90% dos cabos, está bem atendida.

Vitor

Claro que é preguiça. A ideia seria utilizar tomadas de 20A somente em pontos que exijam correntes mais altas, como seu fogão, por exemplo. (Fazem isso pq poucos aparelhos precisam de correntes maiores q 10A). Porém, pra fazer isso, vc precisa dimensionar um novo circuito com a afiação usando uma bitola adequada pra 20A também.

No final sai mais fácil jogar tudo de 20A logo, porém isso vai sair mais caro, já que além das tomadas custarem mais, a afiação tbm sai mais cara.

E sim, eu sei disso... Em meu apartamento TODAS as tomadas são de 20A (se a afiação é adaptada, eu não sei, mas duvido muito que seja). Porém como a tensão por fase aqui é de 220V, NENHUM, repito: NENHUM aparelho é de 20A e o custo extra foi inútil.

yurieu

Não é preguiça, é a norma que AUTORIZA, a tomada não é restrita em nada, eles fazem isso em grandes construtoras. E ar condicionado já não vem mais com cabo de força grosso, nem mesmo secador de cabelos. Esse discurso de duas potências já era, essa tomada é um elefante branco que nunca deveria ter existido.

Vitor

Isso é realmente preguiça do eng eletricista q projetou. Eu mesmo duvido muito que a afiação esteja apta pra suportar 20A em todas as tomadas... Além disso, 10A é mais que suficiente pra imensa maioria dos equipamentos.

Faça um teste: conte quantos itens na sua casa, para uso geral (tirando chuveiro, ar-condicionado e outros itens que usam tomadas para uso especial e, pelas normas, precisam ter circuito próprio), que possuam potência acima de 1270W.

yurieu

Então para quê existe o 110? TODOS os cabos NEMA 5-15 são certificados no mínimo com 15A 127V. Não existe certificação 20A em nenhum canto, acima de 16A 230V somente 30A, 40A de fornos/fogões. Essa tomada atual é um elefante na sala, não serve nem a baixa corrente nem para alta corrente.

yurieu

Encher o apartamento com somente tomadas 20A não é fora da norma técnica e as incorporadoras estão fazendo isso. Então o quê você pensa sobre segurança para mim é uma gambiarra político ideológica.

Vitor

A solução pra isso é usar 220V... Dificilmente vc encontrará um equipamento q necessite pra uso convencional de 20A em 220V.

Vitor

Isso é pra sua própria segurança. Se a tomada não suporta 20A é pq vc n deve conectar um aparelho de 20A lá.

Daniel

Não é uma porcaria, a idéia é boa, pena que mal e porcamente implementada.

Daniel

Lampadas incandescentes tem uma temperatura de cor ótima dependendo do ambiente e a durabilidade é boa também. Não é que as leds sejam ruins, é que foram fabricadas específicamente para durar pouco. Eu tenho algumas que já passam dos 6 anos firme e fortes (fitas leds). Há varias de leds com mais de 15 anos em casa (entre o uso original e o uso atual), mas não foram compradas foram feitas.

João

Tem que comprar lâmpada de marca renomada, como Osram. Se comprar marca chinesa genérica ou BR remarcada da China ela vai queimar logo de propósito mesmo.

FastSloth87

Pode ser que as lampadas LED sejam menos resistentes as variações de tensão comuns nas instalações elétricas porcas hue br.

Fabio Santos

Estas fechaduras eletrônicas nunca mais os bandidos em 2017 quando entraram em casa passaram com maior facilidade.

Fabio Santos
Estas fechaduras eletrônicas nunca mais os bandidos em 2017 quando entraram em casa passaram com maior facilidade.
Exibir mais comentários