Início » Internet » Twitter vai remover contas inativas na União Europeia [atualizado]

Twitter vai remover contas inativas na União Europeia [atualizado]

O Twitter afirma que adotará a medida para mostrar informações "mais precisas e confiáveis"

Victor Hugo Silva Por

O Twitter pretende remover de seus sistemas as contas que não são usadas há muito tempo e começará a fazer isso em 11 de dezembro. Os usuários que não fizeram login na plataforma nos últimos seis meses receberam e-mails com alertas de que, a partir desta data, suas contas poderão ser removidas.

Atualização: na tarde desta quarta-feira (27), o Twitter informou que, por enquanto, a medida vale somente para a União Europeia. "Estamos começando com a UE em parte devido a regulações de privacidade locais (por exemplo, GDPR)".

A empresa também tratou dos questionamentos sobre contas de pessoas falecidas e garantiu que não removerá nenhum perfil até ter uma forma de transformá-los em um memorial. "Pedimos desculpas pela confusão e pelas preocupações que causamos", afirmou o Twitter. O texto original segue abaixo.

Twitter

As mensagens indicam que, para evitar a exclusão dos perfis, os usuários precisam acessar suas contas no Twitter antes de 11 de dezembro. O aviso também aponta que, para seguir utilizando a rede social, é preciso concordar com a nova versão de seus termos de uso.

"Estamos trabalhando para limpar contas inativas para mostrar informações mais precisas e confiáveis nas quais as pessoas possam confiar. Parte desse esforço é incentivar as pessoas a efetuarem login ativamente e usarem o Twitter quando registrarem uma conta", afirmou a empresa ao The Verge.

A plataforma afirmou que a remoção "ocorrerá durante muitos meses – e não apenas em um único dia", mas não revelou se os nomes de usuários das contas que serão removidas poderão ser adotadas por outras pessoas no futuro.

Além dos usuários que optaram por não seguir no Twitter, a medida interfere nas contas de pessoas falecidas. Hoje, a rede social não possui meios de tranformar o perfil de alguém que morreu em um memorial, como permite o Facebook.

"A equipe está pensando em maneiras de fazer isso", sinalizou o Twitter, ainda ao The Verge. Enquanto a solução não é liberada, as pessoas se movimentam para salvar os tweets de quem faleceu. Uma das iniciativas nesse sentido é a Twittering Dead, promovida por Jason Scott, do Internet Archive.

Em seu perfil no Twitter, ele convidou usuários a preencherem um formulário caso queiram criar um backup da conta de uma pessoa próxima. O projeto deverá ajudar a manter diversos perfis acessíveis mesmo após sua exclusão.

Mais sobre:
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.