Início » Gadgets » Como comprar um fone de ouvido Bluetooth? [Guia & Dicas]

Como comprar um fone de ouvido Bluetooth? [Guia & Dicas]

Pretende comprar um fone de ouvido Bluetooth? Leia nossas dicas para acertar na hora da escolha do seu novo gadget sem fio

Lucas Lima Por

O mercado de fones de ouvido sem fio já conta com uma variedade vasta de modelos e marcas. Antes de escolher um novo aparelho para você ouvir música, é importante considerar alguns fatores para que ele satisfaça suas necessidades. Confira como comprar um fone de ouvido Bluetooth.

fone de ouvido sem fio | Unsplash

Nota: algumas especificações só serão encontradas na página da fabricante do fone de ouvido Bluetooth. A maioria das lojas do varejo online não informam todas as características técnicas.

Formato do fone de ouvido 🎧

É possível encontrar quatro formatos de fone de ouvido sem fio. Partindo desse ponto, sobre qual estilo lhe agrada mais, ajudará a filtrar as opções disponíveis:

  • Auricular (earbud): é o fone de ouvido comum que fica dentro da orelha, mas sem entrar dentro do ouvido como os intra-auriculares. Não conta com nenhum tipo de isolamento do ruído exterior.
  • Intra-auricular (in-ear): são os fones de ouvido que entram dentro do canal auditivo e têm aquela proteção de silicone para fixação e um pouco de isolamento do som, tornando-se uma melhor escolha para pessoas que vivem em ambientes barulhentos.
  • Supra-auricular (on-ear): são aqueles que ficam fora da orelha e sobre ela, os conhecidos headphones, com um arco que passa por cima da cabeça. Até têm um certo isolamento de ruído, mas dependerá da construção e ajuste para cada usuário, já que esse modelo não cobre toda a orelha.
  • Circoauriculares (over-ear): são aqueles que cobrem toda a orelha, um dos melhores tipos para isolamento de ruído externo e imersão sonora. Por conta disso, também são os maiores e mais difíceis de transportar (não é um problema para quem está sempre com mochila ou bolsa).

Bluetooth 4.1, 4.2 ou 5.0? 📶

Atente-se à versão do Bluetooth no fone de ouvido

Apesar de já estarmos na versão 5 do Bluetooth, alguns fones ainda são encontrados na versão 4.1 ou 4.2 da tecnologia. E o que isto muda?

Bem, a principal diferença entre as versões 4.1 para 4.2 é o baixo consumo de energia. Já a nova versão (5.0) trouxe o dobro de velocidade e quatro vezes mais alcance entre os dispositivos conectados.

Se você é tem o perfil de uma pessoa que se movimenta muito dentro do ambiente que usará o fone de ouvido, é bom já pensar em um modelo com a versão 5.0.

O Bluetooth 5.0 também trouxe melhorias em relação à interferência com outras tecnologias sem fio (Wi-Fi e redes móveis). Se pretende usar o fone em ambientes com muitos equipamentos de transmissão sem fio ou andando na rua, considere um modelo com a última versão do Bluetooth.

Precisa de cancelamento de ruído ativo? 🔇

Fone de ouvido com cancelamento de ruído

O Bose QuietComfort 35 2 tem cancelamento de ruído ativo / É um modelo circoauricular (over-ear)

O cancelamento de ruído ativo é uma tecnologia que permite ao usuário se isolar do mundo exterior (quando funciona bem) a partir da emissão de ondas sonoras contrárias àquelas que vêm de fora, anulando as frequências e permitindo uma maior imersão sonora.

É um recurso interessante principalmente para pessoas que vivem cercadas por ruídos externos e precisam se isolar desses sons indesejados, seja do equipamento de ar condicionado, a turbina do avião, som de carros na rua ou de outras pessoas conversando.

É comum que essa tecnologia esteja presente apenas em fones do tipo intra-auricular e circoauriculares, os quais já oferecem um isolamento natural por conta da construção que fecha o canal auditivo ou cobre a orelha. São os mais caros, também.

A pergunta é: preciso deste tipo de cancelamento de ruído?

Se você não trabalha ou ouve música em um ambiente sonoramente poluído, a escolha do cancelamento de ruído ativo torna-se um investimento desnecessário. Se for apenas para usar em casa ou outros locais mais silenciosos, compensa investir em um modelo que foque em outra tecnologia, como duração de bateria, por exemplo.

A capacidade da bateria 🔋

Fones de ouvido com estojo de recarga

Modelos intra-auriculares têm estojo com bateria para recargas extras durante o dia

Este é outra característica importante na hora da escolha. Há fones que duram 6 horas e fones com capacidade para 60 horas de reprodução. Os modelos conhecidos como headphones (supra-auricular e circoauricular), por serem maiores, permitem a adição de uma bateria de maior capacidade.

Ainda assim, a maioria dos fones menores (auricular e intra-auricular) também traz um estojo que funciona como uma bateria portátil, para algumas recargas extras durante o dia, fazendo com que os fones possam acompanhá-lo numa jornada diária.

De novo, este não deve ser um fator decisivo se você não costuma usar o fone de ouvido por várias horas seguidas e em um ambiente fixo que permita fazer uma recarga de vez em quando.

Importante lembrar que a bateria se desgasta naturalmente com o passar do tempo. Em um ano, essa duração prometida, enquanto o fone de ouvido está novo, deve cair pela metade ou algo próximo disso. Então considere a vida útil do dispositivo também.

Vai usar para praticar exercício? 🚴🏼

Beats Powerbeats Pro

Beats Powerbeats Pro tem haste para fixação na orelha e resistência à água e suor para atividades físicas

Quem usa o fone de ouvido para atividades físicas deve prestar atenção na hora da compra para checar se o fone oferece resistência à água e ao suor, até porque você não quer danificá-lo logo nas primeiras semanas.

Alguns modelos, principalmente os intra-auriculares, têm proteção IPX4 — que certifica a resistência contra jorros d'água por até 10 minutos de forma intercalada.

Escolher um fone com resistência a estes elementos te dará tranquilidade ao usá-lo em ambientes externos até mesmo para se prevenir danos decorrentes de uma chuva. Porém, não abuse: assim como a bateria, a resistência enfraquece com o passar do tempo.

Os intra-auriculares são os modelos mais recomendados para quem pratica atividade física, principalmente porque, alguns, oferecem uma haste para fixação na orelha que evita que ele fique caindo durante a atividade.

Os circoauriculares, que cobrem toda a orelha, tendem a esquentar demais aquela região, ainda mais durante uma atividade. Portanto, o uso por longos períodos torna-se desconfortável, sem contar que ele é mais pesado.

Atenção aos codecs de áudio! 🎛

TheDigitalArtist / onda sonora / Pixabay

Um codec de áudio é responsável por codificar e descodificar o arquivo digital e transmiti-lo para os fones de ouvido Bluetooth. É a partir deles que se pode obter uma qualidade de reprodução, tanto em fidelidade de áudio quanto em latência para jogos ou consumo de vídeos.

Lembre-se que não basta que só o fone de ouvido tenha suporte ao melhor codec, a origem (de qual aparelho será transmito o áudio) também precisa oferecer suporte ao algoritmo.

  • SBC:
    Esse é o codec presente na maioria dos dispositivos Bluetooth. É o mais simples e não tem uma taxa de transferência alta como os outros. Entretanto, por ser um formato universal, está presente em todos os dispositivos sem fio.
  • ACC:
    É considerado um avanço em relação ao SBC por entregar uma qualidade melhor a partir de uma compressão maior, conseguindo operar em taxas de transferências mais baixas que o SBC.
  • aptX:
    O codec tem uma taxa de transmissão maior que os anteriores, para oferecer uma qualidade próxima à de um CD. Entretanto, o formato tinha alguns problemas com perda de qualidade.
  • aptX HD:
    Chegou para solucionar o problema da versão anterior, entregando mais qualidade sonora por uma taxa de transmissão maior.
  • aptX LL (Low Latency):
    Como o nome já sugere, essa versão do codec aptX veio para melhorar a latência — tempo entre a transmissão e a reprodução do áudio — no fone de ouvido Bluetooth.
  • LDAC:
    É o codec que permite variar a taxa de transmissão de acordo com o áudio reproduzido, o que otimiza o consumo de energia do fone de ouvido Bluetooth. Além disso, a transmissão tem quase o dobro de velocidade do aptx HD e o triplo do SBC.

O que se pode resumir é que: se você procura uma fidelidade de áudio em relação ao arquivo original, deve procurar um fone de ouvido sem fio com suporte aos codecs mais avançados (aptX HD, LDAC).

Se você não liga muito e só pretende ouvir música enquanto se movimenta com o fone, qualquer um deles será suficiente (inclusive mais baratos).

Para quem pretende assistir ou jogar com os fones, seja conectando à TV, celular ou computador, é desejável optar por fones com suporte ao aptX e aptX HD, que oferecem uma latência menor.

Outros codecs, com maior latência, para reprodução de conteúdo em vídeo podem gerar um atraso perceptível nas cenas — seja o barulho de uma explosão ou a fala de um personagem fora de sincronia.

Claro, nem todas as pessoas podem notar a diferença entre a qualidade dos codecs ou a latência da reprodução. Mas, se você se considera sensível e crítico quanto à qualidade do áudio que entra nos seus ouvidos, considere investir em uma melhor tecnologia.

Os fones de ouvido que analisamos em 2019 🤔

Sony WF-1000XM3

 

Circoauriculares:

Auriculares:

Intra-auriculares:

Pagar mais caro não significa, necessariamente, melhor qualidade. Há muitos critérios a serem considerados no valor de um fone de ouvido Bluetooth. Essas dicas funcionam para escolher um modelo que atenda às necessidades sem gastar dinheiro com tecnologias desnecessárias para um perfil de usuário.

Mais sobre: ,