Início » Gadgets » Snapdragon XR2 leva 8K e 5G para óculos de realidade estendida

Snapdragon XR2 leva 8K e 5G para óculos de realidade estendida

Óculos de realidade virtual e aumentada poderão reproduzir vídeos com resolução 3K a 90 fps por olho

Paulo Higa Por

Direto do Havaí — O Snapdragon XR2 é a nova plataforma móvel da Qualcomm para dispositivos de realidade estendida (XR). O chip estará dentro de novos óculos de realidade virtual, aumentada e mista, prometendo maior definição de imagem, áudio mais imersivo e conexão rápida, sendo o primeiro da categoria a suportar 5G.

Qualcomm Snapdragon XR2

Esta é a segunda geração da plataforma dedicada de realidade estendida da Qualcomm. A primeira foi utilizada em dispositivos mais simples e em óculos de realidade aumentada, como o Google Glass Enterprise Edition 2, voltado para empresas, que chegou a ser homologado pela Anatel. Desta vez, a Qualcomm focou em capacidade gráfica e novas opções de conectividade para oferecer experiências melhores no segmento.

Os óculos com Snapdragon XR2 têm o dobro de performance de CPU e GPU em relação aos da plataforma anterior, o que também permite um aumento de seis vezes em resolução: cada olho pode reproduzir imagens de 3K por 3K a uma taxa de 90 quadros por segundo (!). Vídeos em 360 graus com resolução 8K e 60 fps podem ser exibidos tanto localmente quanto por streaming, com som espacial em 3D.

Snapdragon XR2

Para baixar tantos dados, a aposta da Qualcomm é o 5G. Ainda não temos experiências realmente boas em streaming, mas o 5G tem “potencial para desencadear uma onda de experiências inovadoras em XR que exigem baixa latência e velocidades de download ultrarrápidas”, diz a empresa. Uma possibilidade seria “dividir o processamento entre o dispositivo e a nuvem para oferecer experiências fotorrealísticas e de alta qualidade sem fios”.

As múltiplas lentes que estamos vendo nos celulares também deverão estar nos óculos: o Snapdragon XR2 tem suporte para até sete câmeras simultâneas. As imagens são processadas por um chip dedicado de visão computacional que “permite rastreamento da cabeça, boca e olhos juntos em tempo real e com alta precisão, em conjunto com o monitoramento de 26 pontos das mãos”.

A Qualcomm ainda não comenta quais parceiros estão produzindo dispositivos de realidade aumentada, virtual e mista com o XR2, se limitando a dizer que vários clientes “estão em diversos estágios de prototipagem e avaliação”.

Paulo Higa viajou para o Havaí a convite da Qualcomm.