Início » Aplicativos e Software » Windows 10 Mobile perde suporte da Microsoft e não recebe mais atualizações

Windows 10 Mobile perde suporte da Microsoft e não recebe mais atualizações

Microsoft encerra suporte ao Windows 10 Mobile e pede que clientes migrem para iPhone ou celulares Android

Felipe Ventura Por

A Microsoft avisou que iria encerrar o suporte ao Windows 10 Mobile em dezembro de 2019, e o prazo enfim está chegando: a partir desta terça-feira (10), o sistema deixará de receber novas atualizações de segurança. No entanto, os celulares continuarão a funcionar, assim como a loja de aplicativos; e será possível criar novos backups de dispositivo até março de 2020.

MIcrosoft Lumia 950

O Windows 10 Mobile vem recebendo atualizações de segurança nos últimos meses para o kernel, Microsoft Edge, BitLocker, entre outros. No entanto, o sistema não ganha recursos desde 2017, quando o Fall Creators Update (versão 1709) trouxe novos emojis e suporte a desbloqueio com autenticação de dois fatores.

Por mais que o Windows 10 Mobile perca suporte, ele não deixará de funcionar. Além disso, será possível criar novos backups de dispositivo, de forma automática ou manual, até 10 de março de 2020; e fazer restauração a partir de um backup "por até mais 12 meses após o fim do suporte", explica a Microsoft.

No entanto, ela pede que seus clientes migrem para o Android ou iOS, incluindo empresas que adotaram celulares com Windows 10 Mobile Enterprise.

WhatsApp e Office perdem suporte no Windows 10 Mobile

A Microsoft também avisou que os aplicativos da suíte Office perderão suporte em 12 de janeiro de 2021 no Windows 10 Mobile. Depois dessa data, não haverá mais correções de segurança para o Word, Excel, PowerPoint e OneNote nesse sistema operacional. Os apps para Android, iPhone e iPad não são afetados e continuam a receber atualizações.

Por sua vez, o WhatsApp lembra que o aplicativo deixará de funcionar em "todos os sistemas operacionais Windows Phone" em 31 de dezembro de 2019. Isso engloba o Windows 10 Mobile e Windows Phone 8.1, que perdeu suporte da Microsoft em julho de 2017.

Bill Gates afirmou este ano que a derrota para o Android foi seu maior erro, porque o mercado de smartphones "era algo natural para a Microsoft conquistar". O empresário disse que ficou "muito distraído" com o processo antitruste aberto pelo governo dos EUA no final da década de 90; sem isso, "estaríamos mais focados em criar o sistema operacional para celulares".