Início » Aplicativos e Software » Windows 7: atualizações estendidas da Microsoft já são alvo de pirataria

Windows 7: atualizações estendidas da Microsoft já são alvo de pirataria

Windows 7 deixará de receber atualizações gratuitas em janeiro de 2020; empresas poderão pagar até US$ 200 por PC até 2023

Felipe Ventura Por

O Windows 7 deixará de receber suporte gratuito em janeiro de 2020, mas empresas poderão pagar até US$ 200 por PC para obterem atualizações de segurança até 2023. Uma ferramenta ilegal já consegue manipular a verificação da Microsoft para que o computador receba esses updates de graça, mesmo no caso de usuários domésticos.

Foto por Christiaan Colen/Flickr

A Microsoft liberou uma ferramenta para que administradores verifiquem se um PC com Windows 7 está qualificado a receber atualizações estendidas de segurança (ESU, na sigla em inglês). Os updates entre 2020 e 2023 estarão disponíveis oficialmente apenas para as edições Professional e Enterprise.

Enquanto isso, uma ferramenta não-oficial chamada BypassESU faz com que essa verificação sempre dê certo, através de algumas mudanças em arquivos DLL e no Registro do Windows 7. Neste caso, todas as edições do sistema podem ser ativadas, incluindo Home, Starter e Ultimate.

A verificação da Microsoft é feita ao instalar o arquivo KB4528069: este procedimento normalmente só daria certo se o PC tiver permissão para receber atualizações estendidas de segurança. No entanto, com o BypassESU, o usuário recebe a mensagem de que a instalação foi bem-sucedida.

Claro, o Windows 7 ainda não recebeu nenhuma atualização estendida: isso só vai ocorrer em janeiro de 2020. Até lá, a Microsoft pode fechar a brecha que permite forçar a ativação do ESU em qualquer computador.

No entanto, é notável como as atualizações do Windows 7 já se tornaram alvo de pirataria. Vale lembrar que, ao usar o BypassESU, os usuários estão violando as regras de licenciamento impostas pela Microsoft.

Windows 7 custa até US$ 200 por PC para empresas

Quem está no Windows 7 ou no Windows 8.1 ainda pode atualizar gratuitamente para o Windows 10: a Microsoft mantém isso ativo para PCs rodando cópias legítimas do sistema. Isso funciona para as edições Starter, Home, Professional e Ultimate.

As empresas, é claro, têm que pagar se quiserem atualizar para o Windows 10. E caso precisem manter o Windows 7 em alguns computadores, será necessário arcar com valores que aumentam com o tempo:

  • ano 1 (janeiro de 2020 a janeiro de 2021): US$ 25 para Windows Enterprise, US$ 50 para Windows 7 Pro
  • ano 2 (janeiro de 2021 a janeiro de 2022): US$ 50 para Windows Enterprise, US$ 100 para Windows 7 Pro
  • ano 3 (janeiro de 2022 a janeiro de 2023): US$ 100 para Windows Enterprise, US$ 200 para Windows 7 Pro

Uma promoção da Microsoft vai oferecer gratuitamente o primeiro ano de atualizações do Windows 7 para assinantes do Windows E5, Microsoft 365 E5 ou Microsoft 365 Government G5 (vendido para governos). No segundo ano, o preço sobe para US$ 50 por PC.

Com informações: Ghacks, Bleeping Computer.

Mais sobre: , ,