Início » Aplicativos e Software » Windows 7: atualizações estendidas da Microsoft já são alvo de pirataria

Windows 7: atualizações estendidas da Microsoft já são alvo de pirataria

Windows 7 deixará de receber atualizações gratuitas em janeiro de 2020; empresas poderão pagar até US$ 200 por PC até 2023

Felipe Ventura Por

O Windows 7 deixará de receber suporte gratuito em janeiro de 2020, mas empresas poderão pagar até US$ 200 por PC para obterem atualizações de segurança até 2023. Uma ferramenta ilegal já consegue manipular a verificação da Microsoft para que o computador receba esses updates de graça, mesmo no caso de usuários domésticos.

Foto por Christiaan Colen/Flickr

A Microsoft liberou uma ferramenta para que administradores verifiquem se um PC com Windows 7 está qualificado a receber atualizações estendidas de segurança (ESU, na sigla em inglês). Os updates entre 2020 e 2023 estarão disponíveis oficialmente apenas para as edições Professional e Enterprise.

Enquanto isso, uma ferramenta não-oficial chamada BypassESU faz com que essa verificação sempre dê certo, através de algumas mudanças em arquivos DLL e no Registro do Windows 7. Neste caso, todas as edições do sistema podem ser ativadas, incluindo Home, Starter e Ultimate.

A verificação da Microsoft é feita ao instalar o arquivo KB4528069: este procedimento normalmente só daria certo se o PC tiver permissão para receber atualizações estendidas de segurança. No entanto, com o BypassESU, o usuário recebe a mensagem de que a instalação foi bem-sucedida.

Claro, o Windows 7 ainda não recebeu nenhuma atualização estendida: isso só vai ocorrer em janeiro de 2020. Até lá, a Microsoft pode fechar a brecha que permite forçar a ativação do ESU em qualquer computador.

No entanto, é notável como as atualizações do Windows 7 já se tornaram alvo de pirataria. Vale lembrar que, ao usar o BypassESU, os usuários estão violando as regras de licenciamento impostas pela Microsoft.

Windows 7 custa até US$ 200 por PC para empresas

Quem está no Windows 7 ou no Windows 8.1 ainda pode atualizar gratuitamente para o Windows 10: a Microsoft mantém isso ativo para PCs rodando cópias legítimas do sistema. Isso funciona para as edições Starter, Home, Professional e Ultimate.

As empresas, é claro, têm que pagar se quiserem atualizar para o Windows 10. E caso precisem manter o Windows 7 em alguns computadores, será necessário arcar com valores que aumentam com o tempo:

  • ano 1 (janeiro de 2020 a janeiro de 2021): US$ 25 para Windows Enterprise, US$ 50 para Windows 7 Pro
  • ano 2 (janeiro de 2021 a janeiro de 2022): US$ 50 para Windows Enterprise, US$ 100 para Windows 7 Pro
  • ano 3 (janeiro de 2022 a janeiro de 2023): US$ 100 para Windows Enterprise, US$ 200 para Windows 7 Pro

Uma promoção da Microsoft vai oferecer gratuitamente o primeiro ano de atualizações do Windows 7 para assinantes do Windows E5, Microsoft 365 E5 ou Microsoft 365 Government G5 (vendido para governos). No segundo ano, o preço sobe para US$ 50 por PC.

Com informações: Ghacks, Bleeping Computer.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

ochateador

Windows8 para cima é SMB3 ;)

tuneman

Não meu, to falando do pequeno empresário que têm uma lojinha de calçados ou roupas mesmo, aquele que têm 1 computador que funciona como caixa e servidor ao mesmo tempo.
Bem capaz da licença dele nem ser genuina! Ele precisa apenas de um computador para operar o sistema e imprimir NFC-e...., ele só instalou por que viu-se obrigado a emissão de nota eletronica, senão seria tudo no livro caixa tradicional.
Aqui perto de casa ainda têm uma loja de componentes eletronicos que ainda nem usa cartão, se quiser comprar têm que ser no dinheiro mesmo.
Brasil afora têm muito 'empresário' desse nivel.

jacob

Windows 7 também tem suporte ao SMB2

Roberto Botelho

O Windows 7 usa o o Protocolo SMB1 para compartilhamento que é menos seguro do que o SMB2 do Windows 10, já imaginou pegar um Ransomware na sua empresa e perder todos os Arquivos dos PC.

Tácio Andrade

Concordo com você! No caso nem todos os computadores podem ser substituídos de cara, no caso desse meu colega ele mudou o Outlook pelo Emclient que sué priu a necessidade dos clientes, o office das máquinas que podia migrou para o Free Office entre outros......
ERP é o ponto mais complexo de se migrar, porém se fizer os calculos e tiver boa vontade do dono e gerência a implantação vai pra frente sim! Já montei um case de sucesso onde de mais de 100 computadores só 16 ficaram com Windows, todo o resto migrei pra Linux e suprindo todas as necessidades do cliente.

Lucas Mota

Um dois maiores entraves pra não usar só Linux é a dependencia de programas que só rodam no Windows, por mais que tenhamos alternativos ao pacote office como o Google suite, não consegui algo que substitua o Excel e o uso de macros, uso para webscrapping e outras rotinas diárias, o que automatizou tudo, outra forma gratuita seria o uso de python mas essa já fica mais difícil ate para os outros usuários

P. Herrera

Tem gente que reclama da pesquisa no W10. Teve uma atualização aí onde vc pode modificar como o Windows pesquisa os arquivos. Sobre o resto: A migração do 'Painel de Controle' para as 'Configurações' está acontecendo gradativamente, pois é. Atualizações: Veja meu comentário abaixo.

P. Herrera

Da versão Pro em diante vc pode PARAR pra sempre as atualizações.
Tudo via GPO.
Máquina com a Enterprise por aqui ainda nem atualizou pra versão 1909:

https://uploads.disquscdn.c...

P. Herrera

Só nas versões Pro e Enterprise.

brunocabral

Tomei uma surra no meu Trabalho pra achar outros PCs, tive que travar o IP pra conseguir. Só assim.

DheRLaN

Cara, tá difícil mudar os computadores de uma empresa para o Windows 10. Os acessos a rede são mais fáceis via Win7. Já tentamos mais de 2 vezes a migração. Depois de semanas, víamos que ficava muito complicado. Uma simples digitalização (scanner em rede) pra uma pasta compartilhada se torna um inferno no Windows 10.

Fabio Santos

Desativar pra maioria dos comércios em geral nem faria diferença, um setor hospitalar por exemplo que hoje depois de ver alguns vídeos pedi pro compras e TI colocar aquela LTSB acho que isto no qual atualização exemplo num setor de ressonância nem necessita.
Claro setores estratégicos aí o TI tem mais tempo pra trabalhar quando necessário.
Comércios então desativar é ótimo digo pelo meu pai que tem rede Burger King e podemos optar também pelo LTSB na aquisição dando menos dor de cabeça no sistema.

tuneman

Nem todas as empresas possuem condições financeiras de manter um profissional de TI qualificado ou desconhecem essas opções.
Trabalhei anos implantando ERP e a maioria dos 'gestores' vêem isso tudo como despesa....

ochateador

Se levar as regras da microsoft ao pé da letra, é assim que divide as versões do windows (falando apenas de w10, faça a equivalência para a versão w8 ou w7) :

Home (ou Single Language): usuários domésticos.

Pro: profissionais autônomos (apenas 1 máquina por profissional).

Enterprise: qualquer empresa, tenha ela 1 computador ou 9999 computadores.
Education: escolas.

Versão Home e Pro tem upgrade gratuito.
Versão Enterprise e Education o upgrade é pago.

ochateador

5 - Em teoria, se usar a versão PRO você pode atrasar as atualizações em 30/365 dias e pelo menos não receber atualizações bugadas. E por tabela diminui um pouco a frequência.

1 - Tem que ficar configurado as opções de pesquisa. Mas ela só vale para o usuário em questão.... nessa, só com GPO (e olhe lá) para resolver.

Exibir mais comentários