Início » Celular » Apple compra startup de IA para otimizar fotos nos futuros iPhones

Apple compra startup de IA para otimizar fotos nos futuros iPhones

Spectral Edge desenvolveu tecnologia que melhora fotos em smartphones

Emerson Alecrim Por

As versões mais recentes do iPhone trazem câmeras muito boas, mas as fotos feitas com o aparelho poderão ficar ainda mais interessantes nas gerações futuras da linha: a Apple agora é dona da Spectral Edge, startup do Reino Unido que desenvolveu uma tecnologia de processamento baseada em aprendizagem de máquina para melhorar a qualidade de imagens.

Foto otimizada pela Spectral Edge à direita

Foto otimizada pela Spectral Edge à direita

Na verdade, a Apple não diz onde a tecnologia da Spectral Edge será empregada, mas é de se presumir que as futuras versões do iPhone serão prioridade por uma questão de competitividade: as gigantes do setor perceberam há tempos que investir na qualidade das fotos é essencial para atrair consumidores para celulares high-end.

No iPhone 11 e nos iPhones 11 Pro, a tecnologia Deep Fusion faz um trabalho impressionante de otimização de fotos. Mas há espaço para mais avanços. É aí que a Spectral Edge pode fazer a diferença: basicamente, a tecnologia da startup combina resultados de câmeras convencionais com dados de sensores infravermelhos da mesma cena para melhorar a imagem.

Via de regra, uma câmera infravermelha pode capturar detalhes importantes para a formação da imagem em ambientes com poucas luz ou nevoeiros, por exemplo. O resultado disso pode ser visto no vídeo abaixo ou na imagem mais acima, extraída de uma reportagem do TechCrunch sobre a startup publicada em 2016:

Esse é um sinal de que as futuras gerações do iPhone poderão contar com uma câmera de infravermelho, embora a Spectral Edge ressalte que a sua tecnologia também consegue otimizar imagens apenas com implementações de software.

A tecnologia da Spectral Edge pode ser empregada em outros dispositivos. Telas são um exemplo: nela, a tecnologia é capaz de reduzir a luz azul ou melhorar a visualização do conteúdo por quem tem algum problema de visão. Isso sugere que os MacBooks também poderão ser beneficiados.

Por ora, essas são apenas suposições. Nenhuma das partes comentou o assunto. Nem mesmo o valor da compra foi revelado.

Com informações: Bloomberg.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael Moreira

Senão me engano a Google já investe em IA já faz um bom tempo. Não é atoa que deixa de colocar um monte de câmera no seu smartphone Pixel, para focar mais no software.

Enquanto as demais fabricantes vende aparelho com 4,5 câmeras. No mínimo a Apple caiu na real que vale apena investir mais na IA, do que empregar um monte de câmera no aparelho.

Bruno Dias Zanchet

Vi um vídeos do Mi Note 10 e achei que as fotos deles são mais próximas da realidade do que S10 e IPhone 11. Achei bem interessante.

Arley Martins

Qualidade de fotos e videos incríveis é o que vende. Quem não quer um celular que vc faz tudo isso com uma alta qualidade??!?! Por isso que as concorrentes estão enfiando câmeras e mais câmeras na tentativa de impressionar quem vai comprar falando que o aparelho tem 4,5 ou 6 câmeras de sei la quantos mega pixels. Os leigos vão com tudo comprar. A apple pra vender o produto dela com classificação mega ultra premium a um preço estratosférico vai sim investir pesado na área.

rmcrys

Valter, é isso mesmo. Os construtores sabem que não podem competir e então introduzem detalhe artificial e mesmo cor/contraste que no final você acaba por gostar muito, ainda que altere a realidade.

se você com uma câmara profissional captura os poros e imperfeições da Pele, Pele pálida, verdes da relva pouco chamativos, o povo não vai gostar. Num smartphone, se o software aumenta o detalhe do contorno do seu rosto mas "limpa" as imperfeições, dá um tom mais bonito ainda que irreal às folhas e sua Pele, você vai adorar e subir logo no Instagram. O smartphone captura e exacerba o detalhe que sabe que você vai gostar, daí o resultado ser "bom". As câmaras profissionais capturam a realidade, o profissional esse é que escolhe o que manter.

Eu sou amador e nas minhas férias eu uso principalmente o celular, mas a câmara (GH5) é para situações difíceis ou que a qualidade real é importante. Eu acredito que o mercado amador e semi profissional seja apanhado em 2-3 anos pelos smartphone. Mas fotografo exigente sempre vai usar equipamento profissional

rmcrys

Leonardo, você tem razão em parte do que diz, no entanto muito do que uma câmara profissional faz é adquirir a realidade; as câmaras e efeitos de smartphone não conseguem capturar bem a realidade, então introduzem "uma realidade" digital que dá a impressão de ser melhor. Se você quer capturar detalhe real você vai ver bem a diferença entre câmara MFT/aps-c/full frame e um sensor de smartphone.

Na verdade muito fotografo vai usar a foto na TV/Internet (monitor), impressões muito pequenas (até A4) ou redes sociais e aí os smartphone chegam muito bem. No entanto se você faz edição e imagem ou vídeo, vai ver que o que resulta dum smartphone tem muito ruído digitalmente atenuado (= perdeu muita informação e profundidade de cor).

compare um vídeo 4K 60fps de uma Panasonic GH5 ou Sony A7III (ou IV) com um celular numa TV Samsung QLED 8K e você vai ver uma diferença ENORME na qualidade.

Leonardo

Telefones fazendo em milésimos de segundo o que fotógrafos já fazem de edição de imagem desde sempre (gastando horas na frente do PC) e armazenando em arquivos RAW que ocupam muito mais espaço. Acredito que a única diferença das câmeras de sensor grande ('profissionais") ainda a ser superada é a profundidade de campo mais curta que gera aqueles desfoques de fundo que por enquanto os telefones ainda fazem de forma muito artificial. Uma lente caríssima de linha profissional tem uma diferença de nitidez cada vez menor se comparado a foto final de um telefone topo de linha. Vai ficando mais difícil pras fabricantes de câmera e lente profissionais justificarem o preço cobrado.

O que dizem: Inteligencia artificial master blaster para fotos
O que na verdade é: fotos com mais contraste e saturação.

ze pequeno

prefiro mil vezes o nokia 9 pureview e aquele modo raw super fidedigno que eu posso manipular a imagem por conta propria mas ela sai do sensor de forma verdadeira

Frank V

Mas infelizmente é isso que "bomba" nas redes sociais, ou seja, atrai compradores que almejam likes.

Leonardo Brandão Gonçalves

Ou seja, fotos falsas. O que isso traz é parte de edição que agora é automática.

Valter

Acho que tantas "otimizações" acabam deixando as fotos menos naturais do que realmente são.