Início » Celular » Sony 2×2 OCL é um sensor que promete fotos mais nítidas no celular

Sony 2×2 OCL é um sensor que promete fotos mais nítidas no celular

Tecnologia Sony 2×2 OCL também promete foco mais rápido, inclusive com baixa luz

Emerson Alecrim Por

A Sony já não tem tanta relevância no segmento de smartphones, mas continua sendo referência em sensores de câmeras para celulares. A próxima investida da companhia nesse segmento é uma tecnologia chamada 2x2 On-Chip Lens (OCL). Ela permite focagem mais rápida e, ao mesmo tempo, diminui o risco de as fotos ficarem borradas.

Sony 2x2 On-Chip Lens - OCL

O nome On-Chip Lens indica que a tecnologia é baseada no uso de microlentes condensadoras (que direcionam o feixe de luz) sobre os pixels do sensor. Por padrão, cada pixel tem a sua própria microlente. No novo sensor, porém, existe uma microlente para cada conjunto de quatro pixels (daí o '2x2' no nome).

Que diferença isso faz? A nova tecnologia é baseada em uma estrutura chamada Quad Bayer, que está presente no sensor Sony IMX586, por exemplo. Nesse esquema, o sensor é dividido em quadrados de 2x2 pixels com a mesma cor.

Sony 2x2 OCL: uma microlente para cada quatro pixels

Sony 2x2 OCL: uma microlente para cada quatro pixels

No caso do Sony IMX586 — um sensor de 48 megapixels —, a câmera converte a estrutura Quad Bayer em uma Bayer padrão se a iluminação estiver favorável, gerando uma imagem de 48 megapixels. Mas, se iluminação for baixa, os pixels adjacentes são combinados para gerar uma imagem de 12 megapixels. Perde-se megapixels, em compensação, a foto tem menos ruído.

Conversão de Quad Bayer

Conversão de Quad Bayer

Com o sistema 2x2 OCL, tem-se uma microlente para cada conjunto de quatro pixels em vez de uma microlente para cada pixel. A maior vantagem dessa configuração é o aprimoramento do foco automático, especialmente em condições de baixa iluminação.

O foco automático por detecção de fase (PDAF) que encontramos nos smartphones depende de pixels que não são usados para a formação da imagem. Por conta disso, apenas um pequeno número de pixels pode ser aplicado para o processo de detecção, razão pela qual existe uma distância entre eles.

Sony 2x2 OCL - foco PDAF

No sistema Sony 2x2 OCL, é possível o uso de todos os pixels tanto para formação da imagem quanto para detecção de fase. Isso significa que a câmera pode focar rapidamente e com mais precisão em qualquer ponto da cena. Além disso, as chances de uma foto sair borrada caem consideravelmente.

De acordo com a Sony, a nova tecnologia também incrementa o controle sobre a exposição e o processamento de sinal, o que deve resultar em imagens com menos ruído e alcance dinâmico melhorado.

Essa tecnologia já está pronta e deve chegar aos primeiros smartphones em 2020, começando pelo Oppo Find X2, segundo os rumores.

Com informações: SlashGear, Engadget.

Mais sobre: ,