Início » Brasil » BC quer que cliente de um banco possa usar caixas eletrônicos de outro

BC quer que cliente de um banco possa usar caixas eletrônicos de outro

Banco Central também quer facilitar uso de caixas eletrônicos por clientes de bancos digitais

Emerson Alecrim Por

O Banco Central iniciou a semana com a abertura de uma consulta pública sobre caixas eletrônicos. A entidade avalia a possibilidade de regulamentar o uso desses equipamentos para permitir que clientes de um banco utilizem os terminais de outro e diminuir os custos de saques, por exemplo.

Mesmo com o aumento do uso de aplicativos e sites de bancos, os caixas eletrônicos permanecem sendo essenciais no Brasil, não só por possibilitarem saques de dinheiro, mas também por oferecerem diversos tipos de serviço, como pagamentos de contas e transferência de recursos.

Mas, ao contrário da realidade de vários outros países, o modelo de operação dos caixas eletrônicos é engessado no Brasil. A maior limitação é a restrição da chamada “interoperabilidade”: geralmente, clientes de determinado banco não podem utilizar os caixas eletrônicos de outras instituições.

De acordo com João Manoel Pinho de Mello, diretor de organização do sistema financeiro do Banco Central, o Brasil é o único país da América Latina que não favorece o modelo de interoperabilidade, situação que leva à subutilização dos caixas eletrônicos.

Caixa eletrônico - bancos

Além disso, o Banco Central tem a percepção de que a falta de regulamentação para uso dos terminais têm dificultado a atuação de serviços digitais ou instituições bancárias de menor porte:

“Os bancos digitais e as instituições de pagamento fazem extensivo uso dos canais de atendimento eletrônicos, mas dispõem de limitada presença física, o que prejudica os serviços de saque e de aporte nas contas que eles oferecem a seus clientes”, diz o Banco Central em nota.

É comum, por exemplo, que bancos digitais paguem tarifas mais altas para utilização de caixas da rede Banco24Horas do que as instituições bancárias de grande porte. Um novo conjunto de regras pode trazer mais equilíbrio a esse cenário.

A consulta pública sobre regulamentação de caixas eletrônicos estará aberta até 14 de fevereiro de 2020. Depois dessa data, o Banco Central analisará as sugestões enviadas. Há boas chances de que as regras baseadas nesse trabalho sejam apresentadas até o segundo semestre do mesmo ano.

Com informações: Agência Brasil, UOL.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thanara Corrêa

Só dar uma pesquisada moço, se não tem consciência de classe, e vive numa bolha tudo bem, mas o "minha casa, minha vida" ainda esta mantendo a caixa lá em cima.

Agora os outros foi opinião própria, e amostragem de conhecidos, que utilizam as facilidades em que Santander e BB dão na parte de crédito.
Financiando? Sim, okay, mas pelo menos fico feliz que estão conquistando as coisas :)

Thanara Corrêa
Gabriel P B

acho q saquei dinheiro 3 vezes na vida

Fabio Santos

Bradesco também

Anderson Teles

Mas tem que sonegar mesmo.

Porto Velho

Não é só pessoa mais velha não. Essa tecnologia ainda não chegou na cabeça dos mais novos também.

Baio-kun

Culpa do Collor. O medo de deixar o dinheiro na conta é grande entre os mais velhos.

Maurício Costa

Finalmente...

Felipe Insfran

Fonte: Recebi no Zap

Felipe Insfran

Fonte: Vozes da Minha Cabeça

Porto Velho

Onde vocês moram não chegou internet ainda?

Aqui no "interior" ate em zona rural tem. Bastou uma antena de internet via satélite que lá está uma máquina de cartão. Muito raro encontrar algum estabelecimento que nao tenha uma Minizinha do Uol sequer.

Porto Velho

Esse povo que é desesperado por sacar dinheiro nunca ouviu falar na função débito?? 🤔

Gustavo Al-Kurdi

Eu não uso mais a conta, queria limpar tudo 😂

Gustavo Al-Kurdi

É conta salário, só da pra sacar e mais nada 😪

Luigi Lambri

Da onde tirou isso?

Exibir mais comentários