Início » Negócios » Netflix cresce e chega a 29,4 milhões de assinantes na América Latina

Netflix cresce e chega a 29,4 milhões de assinantes na América Latina

Em contrapartida, Netflix tem na América Latina a menor média de receita por assinante

Emerson Alecrim Por

Não é do feitio da Netflix revelar abertamente os seus números, mas, nesta semana, a companhia abriu uma exceção em um documento enviado à Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês). Por meio do relatório ficamos sabendo, por exemplo, quantos assinantes o serviço tem na América Latina: 29,4 milhões.

Os dados dizem respeito a setembro e mostram que a Netflix encerrou o mesmo mês com mais de 158 milhões de assinantes em todo o mundo. A maior base continua concentrada na América do Norte: são 67,1 milhões de contas ativas nos Estados Unidos e Canadá.

A segunda maior base é da Europa, Oriente Médio e África (EMEA, na sigla em inglês). Juntas, essas três regiões reúnem 47,4 milhões de assinantes. Trata-se de uma base com enorme crescimento: o número de clientes da Netflix na EMEA aumentou 40% em relação ao ano anterior.

Netflix - sede em Los Gatos

O terceiro maior mercado do serviço de streaming é a América Latina. A Netflix não revela qual o número de assinantes por país, mas sabe-se que a região como um todo responde por uma base de 29,4 milhões de contas ativas, número 22% maior do que o registrado em 2018.

Na sequência, aparece a região da Ásia-Pacífico com 14,5 milhões de assinantes e a maior taxa de crescimento: 53% na comparação com o ano passado.

O documento enviado à SEC (PDF) mostra ainda que, apesar de responder pela terceira maior base de clientes da Netflix, a América Latina é a região com a menor média de receita mensal por assinante no período entre janeiro e setembro de 2019:

  • Estados Unidos e Canadá: US$ 12,36
  • Europa, Oriente Médio e África: US$ 10,26
  • Ásia-Pacífico: US$ 9,31
  • América Latina: US$ 8,21

Esses dados foram divulgados agora como forma de preparar os investidores para o próximo relatório financeiro da Netflix que, pela primeira vez, dividirá os resultados entre as quatro regiões abordadas.

Somente na ocasião é que o desempenho da companhia em 2019 será detalhado, mas uma coisa fica óbvia com o documento atual: a Netflix tem presença internacional muito forte e, por isso, está longe de ser ameaçada por Amazon Prime Video, Disney+ e outros concorrentes.

Com informações: CNET.

Tecnocast 131 – Guerra dos streamings

Se antes a Netflix reinava no streaming de filmes e séries, hoje a disputa é forte com o Apple TV+, que está sendo oferecido de graça com milhões de novos iPhones; com o HBO Go, reconhecido por suas grandes produções; com o Amazon Prime Video, que torra dinheiro para crescer em todo o mundo, inclusive no Brasil; e com o Disney+, de propriedade de um ícone que lança sucessos de bilheteria há quase um século.

Quem ganha e quem perde na guerra dos streamings? Dá o play e vem discutir com a gente!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

johndoe1981

Você diz cancelar pelo preço alto ou em retaliação a aquele especial do Porta dos Fundos?

johndoe1981

kkkk

johndoe1981

E a tendência é só piorar a lacração com essa palhaçada de cota de conteúdo nacional.

João Pedro Freitas

É mais engraçado real. Acho que o intuito desse ano foi o bait msm nos religiosos, ainda que não tire a genialidade do especial.

Credulos

E a mim, em quanto ela continuar mantendo seu conteúdo "lacrador" ficarei bem longe... E que venha Disney+

johndoe1981

Cresceu não graças a mim, Amazon Prime mandou abraços.

Fábio

Netflix cortou a possibilidade de teste grátis por 30 dias para novos assinantes, sinal de que as coisas não estão tão bem assim...

Meiksonq

assiste o do ano passado também, acho que foi até mais engraçado

Fábio Valentim

Isso foi graças ao Porta dos Fundos

Veritas

Cancelei minha conta porque é um absurdo aquele filme\série opressor comunista capitalista miliciano socialista pombo

Veritas

Imagina se baixasse um pouco o preço!

Baidu feat MC Brinquedo

Tem aqueles também que fazem questão de tornar público o cancelamento de suas contas...

brunocabral

Kkkkkkkkk

João

Eu só vou assistir por causa dessa treta toda, nem tinha notado esse filme no catalogo do Netflix antes

Antony

Demorei pra entender a referência. Quanto a isso, quanto mais divulgam um boicote, maior é a curiosidade.

Exibir mais comentários