Início » Telecomunicações » Anatel esclarece contratação de serviço de medição de qualidade por R$ 15 milhões

Anatel esclarece contratação de serviço de medição de qualidade por R$ 15 milhões

Anatel diz que sistema atual de R$ 2 milhões é custeado pelas próprias operadoras e não tem relação com novo serviço proposto

Lucas Braga Por

A Anatel foi assunto durante o noticiário da semana por conta de um processo de contratação de serviço de medição de qualidade das operadoras por até R$ 14,9 milhões. A agência esclareceu ao público nesta quinta-feira (19) as diferenças em relação à ferramenta atual, que possui custo de R$ 2 milhões.

A agência diz que o modelo atual de aferição da qualidade da internet é mantido e custeado pelas próprias operadoras, e faz medições relacionadas a velocidade, latência, atraso e perda de pacotes. O Tribunal de Contas da União apontou que essa ferramenta possui fragilidade e pode dificultar os processos de tomada de decisão sob a perspectiva do usuário e do consumidor.

Sendo assim, a Anatel nega que haveria uma duplicidade de despesas, uma vez que a nova ferramenta não é similar às atuais, que são custeadas pelas próprias empresas. Caso o novo sistema seja implantado, a agência disponibilizaria um mapa de cobertura real de telefonia móvel, além de um diagnóstico comparando as prestadoras. A contratação está sob processo de licitação, e já houve estudo de mercado com 14 diferentes fornecedores.

Recentemente, a reguladora divulgou que estabelecerá selos de qualidade para os serviços de telecomunicações, baseados na qualidade do serviço, qualidade percebida e reclamação dos usuários, além de definir um parâmetro para comprovar vício de qualidade na banda larga fixa. Clientes de operadoras com nota baixa poderão cancelar o serviço sem pagar multa por tempo de permanência.

Com informações: Anatel

Mais sobre: ,