Início » Negócios » Apple domina 66% dos lucros do mercado de celulares, à frente de Samsung e Huawei

Apple domina 66% dos lucros do mercado de celulares, à frente de Samsung e Huawei

Apple, Samsung e Huawei foram as únicas fabricantes no top 10 a aumentarem seus faturamentos com smartphones

Paulo Higa Por

Embora a disputa por fatia de mercado esteja mais equilibrada, quem realmente ganha dinheiro com celulares ainda é a Apple. A dona do iPhone foi responsável por 66% dos lucros do segmento no terceiro trimestre de 2019, segundo um estudo da Counterpoint Research. Ela também se junta à Samsung e à Huawei como as únicas grandes fabricantes que conseguiram aumentar seu faturamento com smartphones em um ano.

Apple iPhone 11 Pro e 11 Pro Max - Review

O terceiro trimestre foi difícil para todas as empresas quando considerado o lucro, de acordo com a consultoria. Houve um crescimento dos celulares de entrada e intermediários, que têm volumes maiores, mas margens menores. Com isso, o lucro total do mercado de smartphones entre julho e setembro de 2019 foi de US$ 12 bilhões, uma queda de 11% em relação ao mesmo período do ano passado.

Nesse período, a Apple capturou 66% dos lucros e 32% do faturamento do mercado global de smartphones, mesmo tendo uma fatia de mercado de apenas 11,8%, estando na terceira colocação entre as marcas que mais vendem celulares no mundo. Os três meses ainda não levam em consideração os iPhones 11, 11 Pro e 11 Pro Max, que tendem a aumentar os ganhos: no quarto trimestre de 2018, a Apple dominou 86% do lucro do segmento.

Lucro global do mercado de celulares no terceiro trimestre de 2019

A Counterpoint Research sustenta que “a base fiel de usuários premium nos principais mercados, como Estados Unidos, União Europeia e Japão, é um dos motivos pelos quais a Apple ainda pode operar em um nível de lucro que suas concorrentes podem apenas desejar”, o que é importante na atual estratégia da companhia, que está mudando seu foco para serviços, em vez de iPhones.

No segundo lugar, a Samsung conseguiu 17% dos lucros do mercado de smartphones, sendo que “o aumento da família de Galaxy A em conjunto com o início positivo da linha Galaxy Note 10 foi o principal motivo para o crescimento”. Junto com a Huawei e a Apple, a Samsung foi uma das três fabricantes que conseguiu aumentar o faturamento com celulares em relação ao ano anterior.

Samsung Galaxy Note 10+

O ranking das empresas que mais vendem celulares seguiu dominado pelas chinesas no terceiro trimestre de 2019:

  1. Samsung (20,6%, 78,4 milhões de celulares)
  2. Huawei (17,6%, 66,8 milhões de celulares)
  3. Apple (11,8%, 44,8 milhões de celulares)
  4. Oppo (8,6%, 32,7 milhões de celulares)
  5. Xiaomi (8,3%, 31,7 milhões de celulares)
  6. Vivo (7,8%, 29,5 milhões de celulares)
  7. Realme (2,7%, 10,2 milhões de celulares)
  8. Motorola (2,6%, 10,0 milhões de celulares)
  9. LG (2,0%, 7,7 milhões de celulares)
  10. Tecno (1,3%, 5,0 milhões de celulares)
  11. O resto (16,6%, 63,2 milhões de celulares)

As marcas chinesas (Huawei, Oppo, Xiaomi, Vivo, Realme e, em parte, Motorola) continuam com lucros baixos, mas melhoraram em relação a 2018, após lançarem celulares mais avançados. Apesar disso, a Counterpoint diz que “está se tornando um desafio para as marcas chinesas aumentarem os preços médios de venda e as margens dos smartphones devido a uma combinação de períodos mais longos de consumidores com o mesmo aparelho e à Apple diminuindo os preços de alguns modelos principais”.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação