Início » Gadgets » Apple trabalha em tecnologia de satélite para transmissão de dados no iPhone

Apple trabalha em tecnologia de satélite para transmissão de dados no iPhone

Equipe da Apple é liderada por ex-engenheiros aeroespaciais que trabalharam na Skybox Imaging, empresa adquirida pelo Google

Felipe Ventura Por

A Apple está investindo em tecnologias de satélite para melhorar a conectividade de futuros iPhones: o projeto foi revelado pela Bloomberg e é pensado para o longo prazo. A empresa contratou engenheiros aeroespaciais com experiência no Google e outros especialistas para essa equipe.

Apple iPhone 11 - Review

Apple iPhone 11

Mark Gurman, da Bloomberg, afirma que a Apple tem cerca de dez engenheiros das indústrias aeroespacial, de satélite e de design de antena trabalhando no projeto, e espera ver resultados dentro dos próximos cinco anos.

Essa iniciativa poderia ser abandonada nesse meio tempo; é algo que pode acontecer em qualquer empresa que investe em pesquisa e desenvolvimento. (Lembra quando rumores mencionavam um televisor da Apple?) Por enquanto, isso está atraindo o interesse do CEO Tim Cook e parece ser uma prioridade.

A equipe é liderada por Michael Trela ​​e John Fenwick, ex-engenheiros aeroespaciais que trabalharam na empresa de imagens de satélite Skybox Imaging. Ela foi adquirida pelo Google em 2014, e os dois permaneceram lá até 2017, quando saíram para a Apple.

Desde então, os dois especialistas intensificaram os trabalhos para desenvolver tecnologias de satélite e entender os problemas que deveriam resolver. Ao implementá-las no iPhone, o usuário poderia reduzir a dependência das operadoras. Também seria possível agilizar a transferência de dados entre dispositivos, ou localizá-los em mapas com maior precisão.

Existe também a possibilidade remota de que a Apple iria investir em satélites próprios, assim como Facebook, SpaceX e Amazon. Isso parece ser menos provável porque se trata de um mercado longe de ser lucrativo.

A SpaceX, empresa de Elon Musk, planeja lançar 12 mil satélites Starlink até 2024 para criar uma rede espacial de internet. O Facebook tem um projeto semelhante para levar conectividade — e atrair usuários — em áreas de baixa conectividade. A Amazon também quer colocar mais de 3 mil satélites em órbita.

Com informações: Bloomberg.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel Ribeiro

Ela é dona do foguete ué. Ela é a única que pousa os próprios foguetes e portanto consegue ter o custo bem reduzido.

A SpaceX cobra $62 milhões para lançar os satélites dos clientes. Significa que o custo dela é bem inferior a esse. O custo fica na faixa de $30M e ela lucra $32M por cada lançamento.

Se a Apple quiser lançar os próprios satélites com a SpaceX, vai ter que pagar $62M pelo lançamento. Para cada lançamento que a Apple comprar da SpaceX, a SpaceX vai lucrar o suficiente para fazer um lançamento próprio também... A SpaceX vai praticamente ter custo zero para concorrer com a Apple.

Isso se a SpaceX "aceitar" carregar os satélites do concorrente né... Porque se a SpaceX recusar, a Apple vai ter que lançar pela ULA... E lá um lançamento custa $109M.

Cesar Osvaldo Müller

Lançando Satélite a preço de custo e usando espaço que sobra em lançamentos dela... Ou acha que a empresa que fabrica o produto paga o mesmo preço que o cliente?

Daniel

Como a SpaceX faz para gastar tão menos?

Daniel Ribeiro

Não... Só não é economicamente viável.

A Apple vai gastar X bilhões para fazer sua constelação de satélites. A SpaceX vai gastar 5% disso. Logo a SpaceX vai poder oferecer um serviço mais barato, e portanto a Apple não vai ter sucesso.

zephyr1an

tá insinuando que a Apple não tem dinheiro ? :)

ochateador

Só eles ajudarem o governo USA a botar mais uns 24 satélites GPS em órbita.
Já ajuda um bocado.

Daniel Ribeiro

A galera esquece que só a SpaceX é que consegue lançar os próprios satélites a preço de banana. Qualquer outro player nesse mercado vai ter que pagar full price.