Início » Celular » Motorola Razr tem lançamento adiado nos EUA por alta demanda

Motorola Razr tem lançamento adiado nos EUA por alta demanda

Pelo menos é o que a Motorola diz; demanda pelo Razr teria superado expectativas

Emerson Alecrim Por

Alçado a objeto de desejo logo após ser anunciado, o dobrável Motorola Razr vai demorar mais do que o previsto para chegar aos Estados Unidos, decisão que também pode ter impacto sobre outros mercados. O motivo é um tanto inusitado: a Motorola diz que adiou o lançamento do aparelho por causa da alta demanda.

Motorola Razr (2019) - Celular dobrável

Há quem desconfie que o atraso é consequência de algum defeito recém-descoberto no dispositivo ou de uma falha de produção. Porém, em seu comunicado, a Motorola afirma "que a demanda [pelo Razr] tem sido alta e, como resultado, rapidamente superou as previsões de oferta".

O dobrável deveria entrar em pré-venda nos Estados Unidos a partir de 26 de dezembro e ser lançado em janeiro. As novas datas ainda não foram informadas, mas a fabricante dá a entender que o atraso não será muito expressivo.

"Estamos trabalhando para determinar a quantidade e o cronograma apropriados para garantir que mais consumidores tenham acesso ao Razr no lançamento. Não prevemos uma mudança significativa em relação ao nosso cronograma original de lançamento", diz outro trecho da nota.

Devido ao histórico de problemas do Samsung Galaxy Fold e da demora da Huawei em lançar o Mate X, o desconfiômetro com relação ao adiamento do Motorola Razr acaba indo lá para cima. Mas é possível que a Motorola esteja falando a verdade quando afirma que a demanda superou as expectativas.

Motorola Razr (2019) - Celular dobrável

Apesar de ser caro — o Motorola Razr vai custar por volta de US$ 1.500 nos Estados Unidos —, o smartphone não tem configuração de ponta: o processador do modelo é o Snapdragon 710 e as câmeras não são muito avançadas. Por conta desses fatores, talvez a companhia tenha estimado que o aparelho atrairia uma parcela pequena de consumidores.

Com base nisso, é de se presumir que a Motorola esteja revendo a sua produção para evitar que um grande número de interessados chegue às lojas e simplesmente não consiga levar o smartphone.

Fiquemos de olho.

Com informações: The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fabio Santos

Alta demanda igual o iPhone 2019 lançado no Brasil deixaram meia dúzia no estoque aprecem uns doidos e compram e daí deu alta demanda estratégia velha de marketing kkk.

Frederico Martins

Se meteram numa fria, produto nem existe. Mas a turma gostou do que viu. E agora não tem nada pra lançar. Kkkkk

Comentário Mil Grau℗

Versão BETA sendo lançada pra ver como será a reação do público e do aparelho. Se for boa e sem os problemas do Fold da Samsung a nova provavelmente será com CPU top de linha.

zoiuduu .

ta com cara que falaram isso pra nao assustar os acionistas hehe