Início » Celular » iPhone XR é o celular mais vendido do mundo por quatro trimestres seguidos

iPhone XR é o celular mais vendido do mundo por quatro trimestres seguidos

Redução de preços foi essencial para iPhone XR liderar lista dos mais vendidos

Emerson Alecrim Por

Tanto o iPhone XS quanto o XS Max são smartphones notáveis, mas o celular da Apple que caiu nas graças do povo é outro. Pelo menos é o que sugere a Counterpoint Research: o levantamento mais recente da empresa aponta que o iPhone XR é o smartphone mais vendido no mundo desde o último trimestre de 2018.

iPhone XR

Na verdade, o último relatório da Counterpoint diz respeito ao terceiro trimestre de 2019. O levantamento mostra que o aparelho da Apple liderou as vendas no período com 3% de participação no mercado. As dez primeiras posições foram ocupadas por estes modelos:

  1. iPhone XR (3%)
  2. Galaxy A10 (2,6%)
  3. Galaxy A50 (1,9%)
  4. Oppo A9 (1,6%)
  5. iPhone 11 (1,6%)
  6. Oppo A5s (1,5%)
  7. Galaxy A20 (1,4%)
  8. Oppo A5 (1,3%)
  9. Redmi 7A (1,2%)
  10. Huawei P30 (1,1%)

O que chama atenção no caso do iPhone XR é que, além do terceiro trimestre de 2019, o modelo foi líder de vendas em todos os períodos desde o quarto trimestre de 2018. Só no intervalo entre julho e setembro de 2019, o iPhone XR respondeu por mais de 25% das vendas globais da Apple.

Certamente, o detalhe que mais contribuiu para um desempenho tão satisfatório é a queda nos preços. Na China, por exemplo, o iPhone XR passou por três reduções de preços em menos de um ano.

iPhone XR

A estratégia de reduzir preços foi adotada em vários mercados, inclusive no Brasil. Por aqui, o iPhone XR passou a custar a partir de R$ 4.299 (versão de 64 GB) no site da Apple — o aparelho foi lançado com preço oficial de R$ 5.199. Em redes varejistas, é possível encontrar o iPhone XR com valor abaixo dos R$ 3.500.

As vendas do iPhone 11 também chamam atenção. Apesar de ter sido lançado em setembro, o modelo conseguiu aparecer na quinta posição da lista dos mais vendidos no terceiro trimestre de 2019.

Há boas chances, portanto, de que o iPhone 11 suba no ranking referente ao último trimestre de 2019. Apesar disso, é possível que o iPhone XR continue liderando a lista, justamente por ter preço mais acessível.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

zoiuduu .

acho que eles ganham dinheiro justamente vendendo acessorios,,,por isso tiraram o ps2 do headset

Roberto

Sua própria frase corrobora com o que escrevi. Tirando Apple e Huawei todos os demais são intermediários e/ou de entrada.

Juliano Castro

O XR só n tem a câmera de zoom. As demais são as mesmas do XS. Ah... o modo retrato n funciona com objetos (pq ficou com uma só), mas qdo se trata de pessoas é melhor que a do XS (pq usa a câmera de melhor qualidade). Realmente vale muito mais em relação ao XS. Sem contar que a bateria é bem melhor que a do XS.

Douglas B

eu sei que a Samsung sempre vendeu mais que Apple, minha questão foi sobre a diferença estar aumentando... e está.

X-Tudãoᴳᴼᵀ

Pelo preço e pela concorrência já era para vir na caixa ha tempos e eles precisam adotar urgente o USB-c.

fan

Seria até estranho se a Samsung não fosse a líder de mercado aqui. Mas quando vc isola o segmento premium, Apple ainda vende mais.

fan

Fast charge existe desde sempre. Antes dos modelos de 18w já era possível recarregar iPhones cm o carregador do iPad de 12w. O único porém era ter que adquirir uma fonte e cabos, o que basicamente todo mundo faz, já que tem que ter um no carro, outro em casa, academia ...

Trovalds

O Xr tem quase tudo dos irmãos "topo de linha", exceto pela tela LCD ao invés de OLED e câmeras inferiores (esses os mais notáveis).

Ele seria comparável a um pocophone, que tem hardware de flagship mas fez economia em outros componentes pra ter um preço mais acessível.

Status Zero

Na verdade vem escrito “Indústria Brasileira” 😉

X-Tudãoᴳᴼᵀ

A Apple podia estar vendendo bem mais se parar de ficar correndo atrás da concorrência e ficar na frente, só agora em pleno 2019 foram abandonar aqueles carregadores de 5w e a bateria pífia mas ainda insistem em cabo proprietário.

Douglas B

É, não tô doido. A Apple vem caindo e Samsung aumentando.
Grande parte já percebeu que iPhone no Brasil definitivamente não compensa. Só quem pode manter status mesmo. Minha prima mesmo comprou um A50 e diz que é muito melhor que o iPhone que ela tinha.

https://uploads.disquscdn.c...

Douglas B

Tem números do mercado brasileiro? Por aqui vejo uma galera migrando pro Android, já que os intermediários na faixa de R$ 1000 a 1500 (Galaxy A30, A50) estão com desempenho excelente para a maioria esmagadora dos usuários.

raphael_silva
A estratégia de reduzir preços foi adotada em vários mercados, inclusive no Brasil.

Lembrando que essa estratégia mal entrou no Q3 2019 que foi o relatório da Counterpoint e o 11 não vendeu melhor porque ficou apenas poucos dias na lista. Quando aparecer o Q4 2019 a porcentagem dele vai subir bastante.

Thiago Calazans

Mas o XR ainda é topo de linha, só não é "o topo do topo". Continua com hardware praticamente igual aos XSs e custando mais caro que muito topo de linha das outras empresas.

Nope

Se isso for verdade, quem compra esses celulares brasileiros pagam valor de importados.

Exibir mais comentários