Início » Aplicativos e Software » Windows 7 ainda é usado em 37% dos computadores no Brasil, diz Kaspersky

Windows 7 ainda é usado em 37% dos computadores no Brasil, diz Kaspersky

30% dos usuários da América Latina estão no Windows 7; suporte gratuito da Microsoft acaba nesta terça-feira (14)

Felipe Ventura Por

O suporte gratuito do Windows 7 chega ao fim nesta terça-feira (14), o que pode deixar milhões de computadores em risco: eles não receberão mais atualizações de segurança da Microsoft. Segundo a Kaspersky, cerca de 30% dos usuários da América Latina estão nessa versão do sistema; no Brasil, o número é ainda maior.

Windows 7

De acordo com dados da Kaspersky Security Network, sistema de proteção em nuvem, a taxa de uso do Windows 7 no Brasil é de 37%, a maior da América Latina. O top 5 da lista é composto por Argentina (35%), Colômbia (33%), Peru (29%) e México (28%). A empresa estima que 41% dos PCs em todo o mundo estejam nessa versão do sistema.

Dmitry Bestuzhev, diretor da Equipe de Investigação e Análise da Kaspersky na América Latina, acredita que o Windows 7 se tornará um alvo maior para cibercriminosos, já que as vulnerabilidades descobertas após 14 de janeiro não serão corrigidas na maioria dos PCs.

Vale lembrar que a Microsoft continuará fazendo correções de segurança para o Windows 7 até 2023, mas elas serão pagas. As Atualizações Estendidas de Segurança (ESU) estarão disponíveis apenas para empresas rodando versões Professional ou Enterprise no Licenciamento por Volume. Elas custarão até US$ 200 por PC por ano.

PCs com Windows 7 podem instalar Windows 10 grátis

Se você estiver no Windows 7, a Kaspersky recomenda migrar para uma versão atualizada do sistema operacional; o Windows 10 ainda pode ser instalado gratuitamente através de uma ferramenta da Microsoft.

Mas, se não for possível atualizar, “as empresas precisam considerar este vetor de ataque em seu mapa de ameaças e mitigá-lo separando os equipamentos vulneráveis do restante da rede, além de adotar outras medidas de segurança”, escreve Dmitry em comunicado.

Segundo o NetMarketShare, 26,64% dos computadores conectados à internet rodavam Windows 7 no final de 2019, contra 54,62% do Windows 10. O Windows XP ainda tem uma participação notável de 1,16%; o suporte dele acabou em 2014.

E, a título de curiosidade: entre as pessoas que acessaram o Tecnoblog na última semana através do Windows, 27% estavam no Windows 7, contra 66% no Windows 10 e 0,39% no antigo XP.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
11 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação