Início » Gadgets » Roku chega ao Brasil em smart TVs da AOC por até R$ 1.599

Roku chega ao Brasil em smart TVs da AOC por até R$ 1.599

Roku TV de 32 e 43 polegadas têm suporte a Netflix, YouTube, Globoplay, Spotify, Deezer e outros serviços de streaming

Felipe Ventura Por

Como previsto, a Roku realmente está desembarcando no Brasil, mas de uma forma diferente que esperávamos: em vez de vender streaming sticks, ela apostará no mercado de smart TVs em parceria com a AOC. São dois modelos, com 32 e 43 polegadas, que custam até R$ 1.599; elas têm suporte a serviços como Netflix, YouTube, Globoplay, HBO Go, Spotify e Deezer.

Roku TV AOC

As duas smart TVs já aparecem no site da AOC. Segundo o Estadão, ambas estarão disponíveis a partir desta quarta-feira (22) nas lojas online das Casas Bahia, Extra e Ponto Frio, com preços sugeridos de R$ 1.199 e R$ 1.599; elas chegarão às lojas físicas em fevereiro.

A Roku TV de 32 polegadas (32S5195/78G) tem painel HD, enquanto o modelo de 43 polegadas (43S5195/78G) é Full-HD. Ambas possuem display LED, frequência máxima de 60 Hz e ângulo de visão de 178 graus.

Quanto à conectividade, há Wi-Fi e receptor digital integrados, 3 entradas HDMI, uma porta USB e um conector Ethernet. Os televisores vêm acompanhados por um controle remoto com botões de acesso direto à Netflix, Google Play, DAZN e Deezer.

Roku TV AOC

Roku TV é compatível com Netflix e Globoplay

O destaque, é claro, fica para o software — uma distribuição Linux chamada Roku OS. São milhares de serviços de streaming, chamados aqui de “canais”: vários deles são gratuitos, mas alguns deles exigem assinatura — caso da Netflix ou Globoplay, por exemplo.

A Roku TV no Brasil traz canais como Netflix, YouTube, Google Play Filmes, Globoplay, Looke, Apple TV+, HBO Go, DAZN, UFC, Spotify, Deezer, entre outros. O Prime Video não está disponível por enquanto; Luis Bianchi, diretor de marketing da Roku no Brasil, diz ao Tecnoblog que a empresa negocia com a Amazon e que esse canal vai aparecer “em breve”.

Além disso, não há integrações com Amazon Alexa e Google Assistente, algo disponível nos EUA: isso também deve chegar ao Brasil, mas não está no roadmap de 2020.

Para usar a TV da Roku, é necessário conectá-la à internet e criar uma conta de usuário. Feito isso, você poderá acessar o sistema de busca que permite encontrar filmes e séries por ator ou diretor, por exemplo.

Roku TV AOC

A busca também funciona através do aplicativo da Roku para iPhone e Android, que traz diversos recursos adicionais: por exemplo, é possível usar o smartphone como controle remoto; transmitir vídeos, música e fotos para a TV; e usar o fone de ouvido para ouvir tudo de forma privada.

E as caixinhas de streaming da Roku? Elas ainda não têm previsão de lançamento no Brasil. Anthony Wood, presidente executivo e fundador da Roku, diz ao Estadão: “por meio das televisões, conseguimos oferecer da melhor maneira nossa plataforma de conteúdos de streaming”.

Atualizado às 12h50; colaborou André Fogaça

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@GabrielPB

Se 27" é o máximo aceitável para a resolução full HD, quem dirá 32" em HD jkk

Alex Coelho (@alexcoelho)

triste estou triste estou
um roku comprar eu não vou

Luís Henrique Brock (@luisbrock)

Aguardando a chegada das caixinhas semelhantes ao Chromecast. Esses aparelhos, a meu ver, não valem a pena, seja pelo preço, seja pela qualidade dos painéis (resolução).

Zanac_Compile (@Zanac_Compile)

Esse 2019 se consolidou como definitivamente não vale a pena comprar TV smart cara.

LG e SAMSUNG abusam, ABUSAM da obsolescência programada. Muitas coisas novas num ano, não rodam na TV do ano anterior.

Nada melhor que um ROKU, Apple TV, Amazon Fire. Cada vez mais esses equipamentos se consolidam.

Rayson Silva (@scibra)

“sem suporte a apps que não tem nas outras”, oi?
Da Philips nada posso dizer até por que ela nunca mais lançou nada de novo em TV no Brasil, deve estar na UTI. Tenho duas Androids TV da Sony, geração 2018, depois de ter tido uma LG com Web OS 3.5, em termos de navegabilidade é um ótimo sistema (claro, com o controle Smart Magic), suporte de apps achei marromenos mas o funcionameno era fluido, mas amei o Android TV pois tem uma porrada de opções de apps, sempre sendo atualizados, o sistema era o Nougat, agora é o Oreo, e ela ainda vai receber o Pie, e a integração com smartphone Android e notebook é perfeita, adoro as minhas Sonys

Mateus B. Cassiano (@mbc07)

As poucas Philips que chegaram a ter Android aqui no Brasil rodavam uma versão customizada e que somente a própria Philips oferecia suporte e não o Android TV, que na época nem existia. Não surpreende essa versão customizada ter sido abandonada em pouco tempo e sem apps.

O Android TV foi lançado pelo Google na época do Lollipop e é de longe o melhor sistema operacional para Smart TVs, pois foi pensado do zero para telas grandes e navegação com controle, tira proveito de todo o ecossistema de apps já existentes para Android e de quebra ainda possui todos os recursos de um Chromecast, caso algum app muito específico que você queira utilizar ainda não tenha versão para TV (o que é bem raro, diga-se de passagem).

A única barreira, no entanto, é ainda estar restrito à TVs caras como as da Sony ou a set top boxes importados com qualidade duvidosa. A Semp TCL parece ter aderido ao sistema recentemente mas não posso comentar sobre a qualidade da TV em si…