Início » Aplicativos e Software » Apple deve levar iOS 14 para todo iPhone com iOS 13 e “cortar” iPads antigos

Apple deve levar iOS 14 para todo iPhone com iOS 13 e “cortar” iPads antigos

iPhone 6S, 6S Plus e iPhone SE devem ser atualizados para iOS 14; iPad Air 2 e iPad mini 4 podem ficar no iPadOS 13

Felipe Ventura Por

A Apple costuma oferecer vários anos de atualizações para o iPhone e iPad, mas alguns dispositivos inevitavelmente perdem suporte com o tempo. Um rumor diz que você não precisará se preocupar com isso caso tenha um iPhone: todos os modelos com iOS 13 poderiam instalar o iOS 14. Enquanto isso, o iPad Air 2 e o iPad mini 4 não devem receber futuras versões do iPadOS.

As informações vêm do iPhoneSoft.fr: o site francês divulgou a lista de dispositivos que a Apple deve atualizar para o iOS 14 e iPadOS 14, vinda de um “desenvolvedor da Apple que trabalha no aplicativo Mapas”. Ela inclui o iPhone 6S, iPhone 6S Plus e iPhone SE, além de iPads com processador A9 ou superior.

Estes são os iPhones que devem receber o iOS 14, agrupados por seus respectivos processadores:

E estes iPads devem ser atualizados para a próxima versão do iPadOS:

  • iPad Pro de 12,9 polegadas – 3ª geração, iPad Pro de 11 polegadas (Apple A12X Bionic)
  • iPad mini de 5ª geração, iPad Air de 3ª geração (Apple A12 Bionic)
  • iPad Pro de 12,9 polegadas – 2ª geração, iPad Pro de 10,5 polegadas (Apple A10X Fusion)
  • iPad de 6ª geração, iPad de 7ª geração (Apple A10 Fusion)
  • iPad Pro de 12,9 polegadas – 1ª geração, iPad Pro de 9,7 polegadas (Apple A9X)
  • iPad de 5ª geração (Apple A9)

Ficariam de fora o iPad Air 2, lançado em 2014 com processador Apple A8X; e o iPad Mini 4 de 2015 com Apple A8. Ambos permaneceriam no iOS 13.

Apple deve encerrar suporte a iPads com chip A8

A Apple não atualizou o iPhone 6 e 6 Plus para o iOS 13, mesmo que eles também usem o processador A8. Aqui, a limitação pode ter sido a memória: esses celulares têm 1 GB de RAM, contra 2 GB no iPad Air 2 e iPad Mini 4. Com o iOS 14, provavelmente a empresa quer encerrar de vez o suporte aos chips A8.

Vale notar que, no ano passado, o iPhoneSoft.fr disse que o iPhone SE não receberia o iOS 13, o que estava errado e nem fazia sentido — o blog previa que o iPhone 6S, com mesmo processador e RAM, seria atualizado. Desta vez, o palpite é mais convincente.

Com informações: MacRumors.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
12 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@teh

Mais uma voadora na cara do google

 • 令和 • Ward'z de Souza 🇯🇵🎌🦊🔥 - Risonho e Límpido (@Wardz_de_souzA)

Impressionante como a Apple funciona como um relóginho nos updates de software.
Tem alguns aí que precisam copiar isso.

André Sousa (@sousaandre)

O principal motivo de eu me manter feliz no iOS.

Cesar Osvaldo Müller (@cesar)

E ainda dizem que a Apple pratica obsolescência programada… Enquanto isso tem muito Motorola do ano passado que não tem Android 10 ainda…

Filipe Espósito (@filipeesposito)

Com os processadores cada vez melhores, a tendência é que os iPhones e iPads cheguem no nível do Mac algum dia, de serem atualizados por 8-10 anos. Aqui em casa mesmo tenho vários aparelhos antigos, incluindo um iPhone SE (que é de 2016 mas usa processador de 2015). Ele roda o iOS 13 muito bem para tarefas normais, e vai ser muito legal se ele receber o iOS 14 com atualizações garantidas até 2021. Aí vão ser 6 anos de suporte para os aparelhos com o chip A9.

Igor Antonio (@igor.antonio)

A Apple capava clock máximo de processador pela saúde da bateria estar desgastada, o problema foi que ela fazia isso de modo silencioso… Hoje em dia você pode ligar e desligar essa feature… Meu iPhone SE começou a reiniciar por causa disso… Fui e troquei a bateria e estou com ele aqui a todo vapor de novo…

Sérgio (@trovalds)

Deve ser por causa da “liberdade” que o Google dá pros fabricantes. Liberdade de serem caras-de-pau e fazer o usuário de Android ter que trocar de celular com mais frequência se quiser estar up-to-date em questão de versão do SO.

Mas é a Apple quem é “evil” e cobra um preço absurdo em seus aparelhos. “Não vale o quanto cobram”.

Luis Cesar (@Luis_Cesar)

Por isso que o barulho que adoram criar contra a Apple, por problemas de bateria e de software reduzindo desempenho do aparelho, não existe no mundo Android. Não dá tempo pra isso.

Filipe Espósito (@filipeesposito)

Como o @igor.antonio já explicou, a redução de desempenho proposital só acontece exclusivamente se o seu aparelho está com a saúde da bateria muito baixa. E depois daquela polêmica, você pode forçar o desempenho normal (e claro que o celular não vai aguentar muito tempo fora da tomada) ou trocar a bateria para voltar como era. E pelo menos dos vários aparelhos antigos que tenho aqui em casa, nenhum deles tá em situação ruim. Todos bem usáveis com o iOS 13. E sim, atualizações devem ser elogiadas, principalmente por questões de segurança.

Luis Cesar (@Luis_Cesar)

Falando nisso, saiu há pouco o iOS 13.3.1

Vida de usuário de iGadget é fácil nessa hora

Filipe Espósito (@filipeesposito)

Não só isso, como a Apple também liberou uma atualização de segurança (iOS 12.4.5) para o iPhone 5s e 6, por não terem suporte ao iOS 13.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Que perda de desempenho ?

Você se refere ao caso dos iPhones 6/6S com baterias velhas? Então, é uma questão de engenharia, se a bateria n consegue mais fornecer o que o processador precisa, implementaram uma mitigação por software (diminuindo o clock do processador) pra impedir que o aparelho desligue abruptamente. O erro foi n ter comunicado isso, apenas.

Quanto as atualizações do iOS, uso iPhone desde sempre e nunca experienciei uma atualização que piorasse minha experiência de uso. Eu mantenho alguns iPhones antigos em casa e os atualizo, e as vezes eu mexo neles, e pude perceber que o iOS 13 trouxe ganhos de performance em abertura de app, responsabilidade da UI pra esses aparelhos antigos.

Agora existe o processo natural de um aparelho antigo se tornar incapaz de gerir as mesmas tarefas que outrora fazia. A demanda por processamento sobe a cada ano, apps ficam mais complexos e demandam mais recursos e mesmo assim o iOS consegue equilibrar bem a performance em aparelhos mais antigos. Tenho aparelho guardada rodando iOS 10 que está plenamente funcional.

Filipe Espósito (@filipeesposito)

Novamente, a redução de desempenho só é aplicada quando a saúde da bateria cai consideravelmente. Se você não quer acreditar, aí não posso fazer nada. E sim, é um sistema que é implementado anualmente em cada iPhone, mas a implementação do sistema não quer dizer que o desempenho foi reduzido. Só que a performance vai cair se, e somente se, a saúde da bateria estiver ruim. Eu mesmo já tive um iPhone com performance reduzida, troquei a bateria e voltou a funcionar como sempre. Até mesmo os benchmarks conseguiram mostrar isso. E como já falamos, você pode ir lá nos Ajustes e desligar essa restrição quando quiser, se estiver disposto a enfrentar desligamentos inesperados.

Luis Cesar (@Luis_Cesar)

Não dá pra comparar um simples toque em “fontes desconhecidas” nas configurações do aparelho, com um procedimento como o jailbreak.