Início » Negócios » N26, futuro concorrente do Nubank, chega a 5 milhões de clientes

N26, futuro concorrente do Nubank, chega a 5 milhões de clientes

Empresa alemã N26 é avaliada em US$ 3,5 bilhões; fintech tem conta grátis e vai concorrer com Nubank no Brasil em 2020

Felipe Ventura Por

A startup alemã N26 vai estrear no Brasil ao longo dos próximos meses para concorrer com o Nubank: ela oferece uma conta sem tarifas e sem a burocracia dos bancos tradicionais. A empresa, avaliada em mais de US$ 3,5 bilhões, duplicou a base de usuários no ano passado e agora tem 5 milhões de clientes.

N26

O N26 lançou sua conta bancária via celular em janeiro de 2015. Desde então, o ritmo de crescimento vem acelerando: a empresa tinha 3,5 milhões de clientes em junho de 2019, e conseguiu chegar a 5 milhões em apenas seis meses. Ela está presente em 26 países, a maioria na Europa, e estreou nos EUA no ano passado.

O próximo destino do N26 é o Brasil. O site da empresa está disponível em português com uma lista de espera para receber novidades. “Temos a desafiadora ambição de criar um banco que mais de 100 milhões de pessoas ao redor do mundo amam usar, e o lançamento no Brasil será um importante passo nessa direção”, diz a fintech em comunicado.

Em sua rodada de investimento mais recente, o N26 se tornou uma das fintechs mais valiosas do mundo: ela é avaliada em US$ 3,5 bilhões. Ao todo, são 1.500 funcionários em cinco escritórios: Berlim, Nova York, Barcelona, ​​Viena e São Paulo.

Por sua vez, o Nubank ultrapassou os US$ 10 bilhões em valor de mercado e tem 20 milhões de clientes; isso inclui a NuConta e o cartão de crédito sem anuidade. A empresa brasileira ainda não é um banco, mas é a 6ª maior instituição financeira do país.

N26

N26 tem conta gratuita com saques inclusos e cashback

Na Europa, o principal produto do N26 é uma conta gratuita que pode ser aberta sem burocracia, diretamente através do celular. É possível realizar pagamentos em qualquer moeda sem cobranças adicionais de câmbio, e realizar até cinco saques gratuitos em euros. O saque em outras moedas também está disponível, mas com taxa de 1,7%.

O N26 Business é pensado para freelancers e autônomos: ele é gratuito e oferece as mesmas vantagens da conta básica; além disso, todas as compras geram 0,1% de cashback.

Há também planos pagos: por exemplo, o N26 You (antes N26 Black) tem saques gratuitos no mundo inteiro em quase qualquer moeda (exceto euro); descontos em serviços parceiros como Hoteis.com e WeWork; seguro médico para viagens; entre outros. Ele custa € 9,90 por mês.

Um recurso bacana do N26 são os Spaces: você pode criar uma subconta e definir uma meta específica, tal como juntar dinheiro para uma viagem. É possível ter até 2 Spaces nas contas gratuitas, e até 10 nos planos pagos. A fintech também prepara os Shared Spaces, para que várias pessoas participem de um mesmo objetivo.

N26

Com informações: TechCrunch.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
12 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Gasparotto (@TyrMenethil)

Tenho conta nesse banco e é fantástico. É a melhor maneira que eu achei em comprar moeda estrangeira e ainda poder ter um investimento com rendimento melhor.
Vindo pro BR, já mato minha Nuconta e a do Neon e serei “feliz”.

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

E continua sendo um mistério se a N26 vai operar no Brasil por conta própria ou em parceria com um banco já estabelecido (como a Neon já faz, antes em parceria com o Banco Pottencial, posteriormente rebatizado “Banco Neon” - e liquidado pelo BC, e hoje com o banco BV, ex-Banco Votorantim; e como a própria N26 faz nos EUA, em parceria com o Axos Bank).

Thiago (@Tjago)

Tomara que cheguem logo no BR, melhor opção pra saque no exterior.

Dionatan de Carvalho (@Dionatan)

Tambem tenho conta nele, será que poderemos ter em uma conta as duas moedas?
Ou será que vai ser necessário, abrir um nova conta em reais?

Junior Max (@JuniorMax)

Sabe me dizer, se consigo abrir uma conta americana mesmo morando no Brasil, por esse banco N26??

Lucas Gasparotto (@TyrMenethil)

Provavelmente não. Eu tinha uma conta no finado HSBC brasileiro e quando fui para o Reino Unido, não pude usar a mesma conta. Ao menos era mais fácil transferir entre contas.

Lucas Gasparotto (@TyrMenethil)

Eu abri minha conta na Itália. No meu caso eles pediram documentos e endereço de lá. Usei um Spoofer de GPS pra me colocar no mesmo endereço onde morava lá pois ele meio que utiliza geolocalização.

Daniel Neves (@danielneves)

Como funciona na prática “pagamentos em qualquer moeda sem cobranças adicionais de câmbio”?

A (@ksssskkkks)

Eu ainda estou à espera há meses da chegada do N26 ao Brasil.

Vinicius (@vinimaz)

Tenho conta no N26 desde 2017 e sempre foi muito bom! Já usei com várias moedas e realmente não tem taxas. Quando vou ao Brasil só uso o cartão direto e fica bem mais barato que qualquer câmbio.

O atendimento até hoje sempre foi bem rápido, tomara que dê certo no Brasil, mas a questão de pagar em outras moedas com conta brasileira não sei se é possível sem taxa, o IOF já custa 6,38% se não me engano.

Vinicius (@vinimaz)

Rodrigo, eu abri a minha conta em 2017 quando eu ainda morava no Brasil, mas já tinha um endereço na Alemanha pra mudança, estranho eles não liberarem a sua conta.

Daniel Neves (@danielneves)

Qual a diferença pro Nubank que cobra o cambio do dia?

Junior Max (@JuniorMax)

estou esperando isso tmb! As contas americanas, se não me engano a partir de 10 dolares o google já paga, aqui no Brasil tem que esperar juntar pelo menos 100 dolares.

Vinicius (@vinimaz)

Usando o Nubank aqui fora com Euro tu vai pagar ainda 6,38% do IOF pra tudo que tu comprar (o que quase certeza que o N26 não consegue driblar se abrir no BR), mas quando eu uso o N26 de Euro aí em real eu não pago nada, somente o câmbio, sem impostos ou taxas.

Exibir mais comentários