Início » Aplicativos e Software » Uber oficializa código de verificação para viagens no Brasil

Uber oficializa código de verificação para viagens no Brasil

O novo recurso de segurança da Uber serve para o passageiro garantir que entrou no carro certo

Victor Hugo Silva Por

O recurso estava sendo testado há alguns meses e, agora, é oficial: a Uber vai liberar nos próximos dias o uso de um código de segurança em viagens no Brasil. O passageiro deverá informá-lo no início da viagem para garantir que entrou no carro certo e permitir que o motorista inicie a viagem.

Código de verificação da Uber

O U-Código, como foi chamado pela Uber, confirma a viagem com um PIN ou um código de verificação. Ele pode ser ativado no aplicativo por meio da opção “Confira Sua Viagem”, que cria uma senha com quatro dígitos.

Ao habilitar o recurso, é possível configurá-lo para enviar o código de verificação em todas as viagens ou apenas naquelas realizadas entre 21h e 6h. O serviço orienta o usuário a só entrar no carro após receber a confirmação em seu celular.

O objetivo do novo recurso é criar mais uma camada de segurança aos usuários, além dos dados sobre o motorista e o carro. No futuro, a empresa agilizará o processo ao transmitir o código de segurança por ultrassom, o que faria o passageiro receber a confirmação com uma vibração no celular, por exemplo.

A Uber tem investido em uma série de recursos de segurança nos últimos meses. Um deles, batizado de U-Ajuda, foi liberado há poucos dias no Brasil e utiliza o GPS e outros sensores do celular para detectar situações imprevistas, como uma parada muito longa ou uma saída do trajeto.

A plataforma também deverá liberar no Brasil, ainda este ano, o U-Áudio, que permite a passageiros e motoristas gravarem a conversa durante a viagem. O resultado poderá ser usado em investigações ou compartilhado com autoridades, caso seja necessário.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago Sabaia (@thiago)

De madrugada isso tinha que ser obrigatório, pois protege até mesmo o motorista em certos casos.

Will Rosa X (@Will_Rosa_X)

e quando voce pede uber pra outra pessoa?

Rafael Moreira (@Rafael_Moreira)

O passageiro não deveria nem fazer isso. A Uber deveria adotar medidas para o motorista cancelar viagem para terceiros sem descontar da sua taxa de cancelamento. A própria Uber diz que isso é contra as regras do termo de conduta do passageiro.

Rafael Moreira (@Rafael_Moreira)

Não adiantará muito, pois o passageiro pode repassar o código para o outro passageiro via whatsapp, a tal “corrida para terceiros”. Esse é o maior problema, a Uber tinha que solicitar selfie ao passageiro, para evitar corrida para terceiros. Está no termo de conduta do passageiro, depois que toma nota baixa do motorista não sabe porque.

João Paulo Polles (@jppcel)

U-code
U-áudio…
Haja Funções U-*

Zanac_Compile (@Zanac_Compile)

A babá do meu guri leva ele no colégio ao meio dia, ela não tem UBER. Todos os dias, do trabalho chamo o uber na minha casa pra ela e meu filho irem pro colégio.

A noite, eu ou a patroa, quem chega primeiro em casa, chama o Uber pra ela.

Ela não tem cartão de crédito, é um transtorno usar dinheiro no uber, não vou ficar dando dinheiro trocado pra ela.

Qual o crime nisso? Essa medida deverá me forçar a capturar a tela do código e mandar pra ela por WhatsApp. E o motorista de uber que se recusar a aceitar isso é um cabeça fechada incoerente.

Zanac_Compile (@Zanac_Compile)

Já tomei um golpe com isso, o MOTORISTA do Uber de má fé, solicitou o código antes de chegar, via chat do App do uber. Eu ainda não conhecia essa funcionalidade nova, e boca aberta, passei o código pre chat antes dele chegar.

O motorista simplesmente, de posse do código, iniciou a corrida e começou uma viagem pra longe, se direcionando para fora da cidade.

Eu comecei a tentar contato pelo chat, ele parou de responder. Eu avisei que estava cancelando a corrida e denunciando. Ele não respondeu. Cancelei. Tomei um valor de corrida na minha conta, tive que perder tempo pedindo estorno.

Renato Garcia (@Renato)

Não acho isso o maior problema. Muita gente não pode solicitar Uber, seja por falta de familiaridade com o aplicativo, ou por não ter condições de pedir porque não tem um smartphone, ou por estar sem bateria no aparelho… existem várias situações que podem te fazer pedir uma corrida para um familiar ou amigo. O Uber poderia oficializar a função de pedir corrida para terceiros, e aí sim solicitar informações (nome, por exemplo) do passageiro que irá embarcar, para maior segurança. Não acho que proibir a corrida para terceiros vá resolver o problema.

Rafael Moreira (@Rafael_Moreira)

Quando o passageiro manda mensagem para o motorista falando que é outra pessoa que irá embarcar é uma coisa. Mais a grande maioria não faz isso, solicita o carro e ainda avalia o motorista mal, depois quando a nota cai e tem dificuldades para consegui um carro não sabe o porquê. E caso aconteça alguma coisa com o motorista durante a viagem, é de responsabilidade do solicitante da viagem, a Uber é bem clara sobre isso.

Não vejo problemas a respeito do seu caso, como pai é até melhor acompanhar o trajeto do filho. O problema é a grande maioria dos solicitantes que não fala que é viagem para terceiros.

Rafael Moreira (@Rafael_Moreira)

A Uber tinha que adotar políticas mediante a isso, identificar que aquela viagem é para terceiros. Sobre a selfie acho válido pedir, pois vira e mexe pede para os seus motoristas parceiro se identificarem. A segurança tem que ser para os dois lados da moeda.

Rafael (@rafaelganesh)

você pode testar o uber cash (nao sei se esta disponivel no BR)