Início » Internet » YouTube testa “aplauso” para que canais recebam dinheiro dos usuários

YouTube testa “aplauso” para que canais recebam dinheiro dos usuários

YouTube faz beta fechado de botão "aplauso" em vídeos públicos; novidade permite doar R$ 2 ou US$ 2 a um canal

Felipe Ventura Por

O YouTube está testando uma nova forma de remunerar canais: trata-se do botão “aplauso”, que aparece em vídeos públicos e permite ao usuário doar R$ 2 ou US$ 2 no desktop, como uma espécie de gorjeta. O recurso está em beta fechado e pode ser encontrado em países como Brasil, EUA, Índia e Japão.

YouTube aplauso

O desenvolvedor Matt Pratta, que trabalha aqui no Tecnoblog, obteve acesso ao botão “aplaudir”: ele aparece somente no desktop, ao lado dos botões “curti” e “não curti”. Ao clicar nele, surge uma explicação: “compre um aplauso divertido e animado por R$ 2; o criador ganha uma parte da compra”.

Após clicar em “Aplaudir”, surge a tela de pagamento: é possível usar cartão de crédito, débito, PayPal e outros meios. Você confirma a transação e surge uma animação batendo palmas; o recibo é enviado por e-mail.

Por enquanto, o botão Aplaudir aparece somente em alguns canais selecionados aleatoriamente. Ele oferece somente uma opção de valor dependendo do país: são R$ 2 no Brasil ou US$ 2 nos EUA, por exemplo. O dono do canal recebe 70% disso, e os 30% restantes vão para o YouTube; os Super Chats e Super Stickers adotam a mesma divisão.

YouTube aplauso

YouTube aplauso

YouTube criou Aplauso como alternativa a Super Chats

Barbara Macdonald, gerente de monetização do YouTube, explica em um vídeo não-listado que o aplauso foi criado como uma alternativa aos Super Chats e Super Stickers. Esses recursos estão disponíveis apenas durante transmissões ao vivo, e permitem destacar sua mensagem no feed de chat através de um fundo colorido ou uma animação.

O aplauso, por sua vez, aparece em todos os vídeos públicos, mesmo nos que não foram gravados em livestream. Ele está em testes na Austrália, Brasil, Coreia do Sul, EUA, Índia, Japão, México e Nova Zelândia.

No vídeo, Barbara afirma que tudo pode mudar nos aplausos, incluindo o posicionamento do botão e os valores de pagamento. A ideia é que o recurso seja construído em parceria com os canais.

Um artigo de ajuda explica que cada usuário tem um limite de gastos para Super Chats, Super Stickers e Aplausos: o total não pode ultrapassar US$ 500 por dia ou US$ 2.000 por semana. Esses pagamentos não são reembolsáveis.

Se a opção Aplaudir estiver disponível em um canal, é necessário ativá-la indo em YouTube Studio > Monetização > Supers > Ativar aplausos de espectador.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

@RODRIGO

Senhor Felipe Ventura, já tinha visto este aplauso presente em certos canais do YouTube aqui no Brasil há mais de uma semana atrás e estranhei isto quando vi pela primeira vez, pensei que era algum bug ou semelhante!!! Seria melhor o seguinte: colocar contador de deslikes nos comentários, isso sim!! É o ideal!!!

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Acho a intensão boa, certamente vai servir de incentivo pros criadores de conteúdo pequenos. Agora acho que esse recurso deveria ser filtrado por idade, e super chat tbm.

Feito essa ressalva, vc é adulto e decide se quer fazer essa doação.

Fábio Valentim (@maitabom)

Fico imaginando os Youtubers implorando aplauso em cada vídeo que postam…

Felipe Ventura (@felipe)

É essa a sugestão que a executiva do YouTube dá no vídeo explicando o aplauso! “Se gostou do vídeo, deixa um like, se curtiu muito, deixa um aplauso.”