Início » Aplicativos e Software » WhatsApp Payments será lançado este ano no Brasil e em mais países

WhatsApp Payments será lançado este ano no Brasil e em mais países

Segundo Mark Zuckerberg, a implementação do WhatsApp Payments deverá avançar nos próximos seis meses

Victor Hugo Silva Por

O WhatsApp deverá permitir a transferência de dinheiro para usuários no Brasil, na Índia, no México e na Indonésia ainda este ano. A informação foi revelada por Mark Zuckerberg durante conferência com investidores sobre o resultado financeiro do quarto trimestre de 2019.

WhatsApp Payments

O executivo lembrou que o WhatsApp Payments é testado desde 2018 com 1 milhão de pessoas na Índia e afirmou que ele é bastante popular entre este grupo. “Estou realmente animado e espero que comece a ser implementado em vários países e tenhamos muito progresso nos próximos seis meses”.

A solução de pagamentos usará a estrutura do Facebook Pay, que permite enviar dinheiro no Messenger e no Marketplace. “Você só precisa inserir seu cartão de crédito uma vez e, em seguida, pode usá-lo [o WhatsApp Payments] para ter uma experiência de pagamento mais rápida nos outros aplicativos”.

Zuckerberg deixou claro que o recurso não tem relação com o Libra, criptomoeda administrada por um grupo de empresas, incluindo o Facebook. O WhatsApp Payments permitirá transferências com meios de pagamento convencionais e aproveitará sistemas já oferecidos pelos países.

Na Índia, por exemplo, a transferência é feita com a Unified Payments Interface (UPI), regulada pelo Banco da Reserva da Índia. Por aqui, o equivalente é o Sistema de Pagamentos Brasileiro, criado pelo Banco Central e outras instituições financeiras.

Os usuários poderão usar o aplicativo para fazer transferências para seus contatos e empresas que estão cadastradas no WhatsApp Business. “Você poderá enviar dinheiro com a rapidez e a facilidade de enviar uma foto”, anunciou Zuckerberg.

Com informações: Mobile Time.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
15 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Pedro Puppim (@pedropuppim)

Será que as transferências teram taxas?

@bkdwt

Enxurrada de golpes em 3,2,1…

Daniel Correia (@Daniel)

Isso que ia falar… vai facilitar o trabalho dos golpistas

Diego Batista (@dgobatista)

Telegram deu pra trás nessa de pagamento mesmo né…

A (@ksssskkkks)

Eu é que não quero que o Facebook tenha qualquer possibilidade de acesso a meus dados financeiros. Já não bastam meus dados pessoais???

@Rogerio.Neves

O que será da aposentadoria das tias do Zap agora?!?

Ricardo Neves (@Ricardo_Neves)

Bom dia.
Esses pagamentos por meios digitais me interessam por duas razões:
1 - vender/receber/transferir com o mínimo de tarifas;
2 - como evitar uma tungada,

Ricardo Neves (@Ricardo_Neves)

Bom dia.
Será que a mesma regra vai se aplicar? 5dcafa2b3afd375eb842af8a1000×639 64.3 KB

Lucas Blassioli (@olucaslab)

Minha pergunta é: O que será das carteiras digitais para o povo com a mesma função dentro do WhatsApp?

Guilherme Macêdo da Cruz (@guyilherme)

Agoras as fintec vão ter que rebolar porque se ja existe todo um mercado que roda em cima do Whatsapp, o pagamento era só o que estava faltando…

Tiago Freitas (@tiago_fr)

Eu fico imaginando pessoas mais velhas do tipo dos meus pais por exemplo usando esse recurso. Eu não vou aderir a isso.
Não vejo nenhum motivo prático que faça valer a pena usar isso.

Tiago Freitas (@tiago_fr)

Pensei o mesmo. As fraudes vão rolar soltas.

Renan Rufino (@RufinoRJ)

Gente, isso vai ser perfeito!! Eu recebo muitos pedidos de encomendas (trabalho com bolos e doces) pelo What’sApp e o método de pagamento sempre é um problema porque eu preciso cobrar taxa pra confirmar pedido e não tomar cano no dia. Um pagamento via cartão e no What’sApp vai facilitar muito: comprovante de pagamento instantâneo, possibilidade de estorno pelo cliente e mais!

João Paulo Polles (@jppcel)

Eu quero ver o momento em que o BR começar a brigar com o Facebook novamente por causa do Whatsapp: RFB! Queremos saber quanto tal usuário movimentou! CPF, RG, Carteira de trabalho… e assim vai

ochateador (@ochateador)

Se eles mantiverem o padrão da India, o sistema será integrado ao Banco Central.
Logo, tudo que for feito o Banco Central terá uma cópia para fiscalizar.

Exibir mais comentários