Início » Internet » Facebook e Instagram vão remover informações falsas sobre coronavírus

Facebook e Instagram vão remover informações falsas sobre coronavírus

Notícias falsas e teorias de conspiração sobre coronavírus já aparecem aos montes no Facebook

Emerson Alecrim Por

O surto de coronavírus que teve início na China e já atinge outros países vem gerando preocupações no mundo todo. Como consequência, notícias falsas e teorias de conspiração relacionadas ao assunto já começaram a surgir. É por isso que o Facebook anunciou que irá remover esse tipo de conteúdo de sua plataforma e do Instagram.

Essa missão será conduzida de várias maneiras. Começa pela rede de checagem de fatos que trabalha com a companhia. Quando os verificadores sinalizarem publicações como falsas, o Facebook irá limitar o alcance delas.

Além disso, essas postagens serão acompanhadas de links para informações verdadeiras sobre o assunto. Os usuários que já tiverem compartilhado o conteúdo falso serão notificados sobre o problema.

O Facebook também afirma que irá remover publicações com alegações falsas ou teorias de conspiração que, de acordo com critérios de organizações globais de saúde ou autoridades locais, podem causar danos às pessoas que acreditam nelas.

Facebook (Foto: Max Pixel)

Como exemplo estão postagens sobre curas milagrosas ou formas de prevenção não comprovadas pela ciência, como as que dizem que o consumo de determinadas substâncias protege o organismo da contaminação pelo coronavírus.

Não termina aí. O Facebook promete ainda fazer varreduras proativas para encontrar conteúdo nocivo sobre o coronavírus, o que inclui remoção ou restrição de hashtags no Instagram que espalham inverdades sobre o assunto.

As medidas de combate à desinformação sobre o vírus incluirão ainda a divulgação de informações confiáveis pelo Facebook que serão disponibilizadas com base em orientações da Organização Mundial da Saúde.

Medida semelhante já vem sendo adotada pelo Twitter. No Brasil, por exemplo, a rede social exibe um botão que leva ao site do Ministério da Saúde nas pesquisas relacionadas ao coronavírus.

Essas ações são importantes. O número de boatos referentes ao surto só cresce. Em grupos do WhatsApp, por exemplo, circulam mensagens que afirmam que o coronavírus foi patenteado por Bill Gates, que mais de 10 mil pessoas já foram infectadas só no Brasil, que o vírus está sendo espalhado de propósito para aumentar a venda de vacinas, entre outras lorotas.

Comentários da Comunidade

4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Matt
Só falta remover os anúncios fake aos montes
Felipe Ventura
Isso o Facebook vai ficar devendo: https://tecnoblog.net/322518/nubank-anuncio-facebook-site-falso-tentava-roubar-dados-phishing/
Participe da discussão