Início » Brasil » CRLV digital chega a 22 estados e registra 2 milhões de usuários

CRLV digital chega a 22 estados e registra 2 milhões de usuários

CRLV digital deverá ser disponibilizado em todo o Brasil até 30 de junho

Emerson Alecrim Por

Pouco mais de um ano após ter sido lançado, a versão eletrônica do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo — CRLV digital — já acumula cerca de dois milhões de usuários em todo o Brasil. Melhor dizendo, em quase todo o país: de acordo com o Serpro, 22 Detrans já aderiram à tecnologia.

São as unidades de:

  • Ceará
  • Rondônia
  • Goiás
  • Pernambuco
  • Mato Grosso do Sul
  • Sergipe
  • Maranhão
  • Amapá
  • Amazonas
  • Santa Catarina
  • Rio de Janeiro
  • Alagoas
  • Paraná
  • Mato Grosso
  • Acre
  • Espírito Santo
  • Roraima
  • Rio Grande do Sul
  • Minas Gerais
  • Bahia
  • São Paulo
  • Distrito Federal

O objetivo é fazer o CRLV digital ser disponibilizado em todo o Brasil, é claro. O prazo para que os Detrans de todos os estados adequem seus sistemas à nova tecnologia vai até 30 de junho. Há boas chances, no entanto, de que a disponibilidade nacional seja concluída antes dessa data. O Detran da Paraíba, por exemplo, vai aderir à versão eletrônica na próxima semana.

CRLV digital

Sempre é bom lembrar que o CRLV digital contém as mesmas informações que o seu equivalente impresso. Como tal, a versão eletrônica acaba tendo a mesma validade jurídica que o documento em papel, o que significa que ela pode ser apresentada em uma abordagem policial, por exemplo.

Para ter o CRLV digital, é preciso instalar o aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), disponível para Android e iOS. O app também armazena a CNH digital. Os dois documentos eletrônicos podem ser ativados de modo 100% online, diz o Serpro.

No aplicativo, o CRLV digital é protegido por uma senha de quatro dígitos ou, opcionalmente, por impressão digital nos smartphones que contam com leitor biométrico. Um QR Code garante a autenticidade do documento.

É possível ainda compartilhar o CRLV digital com outra pessoa que utiliza o mesmo veículo (desde que ela também tenha o CDT), assim como exportar o documento em PDF, nesse caso, com assinatura digital.

Convém destacar também que, assim como a CNH digital, o CRLV digital fica disponível offline, ou seja, não requer acesso à internet para ser visualizado.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcelo Maffezoli (@mmaffezoli)

Eu consigo cadastrar qualquer documento ou o veículo precisa estar em meu nome?

Emanuel Schott (@Emanuel_Schott)

Precisa estar no seu nome. Mas segundo o artigo aqui, da pra compartilhar com outros usuários (até hoje não achei essa opção no aplicativo).

Rafael Machado de Souza (@rafael.mds)

Com o CRVL digital eu não precisaria pagar a expedição do documento??
E essa opção de exportar em PDF? Posso usar a versão impressa pro fiscal de trânsito?

Esse negócio já deveria ter sido portado para uma simples folha A4…, a unica coisa que o fiscal vai fazer mesmo é verificar por rádio o chassis, proprietário e se existe alguma pendência.
Eu, pessoalmente, até prefiro uma versão impressa, justamente pra depender menos de um smartphone.

Rodolfo Arruda Filho (@rjaarruda)

Oficialmente não pode usar somente a versão impressa para apresentar pro fiscal.
Tem que apresentar pelo app ou o documento em papel original.

Teoricamente a versão impressa pode ser adulterada, por isso não é aceita.

Mas o que você falou é verdade, o guarda só vai olhar mesmo chassis, e nome e bater radio pra ver se confere. Mas enfim…

Júnio Andrade (@Junio_Tk2)

Emerson, também há que informar que com a nova lei que acaba com a impressão em papel moeda (verdinho), há o novo layout que pode ser impresso em casa.
Eu mesmo já tenho essa nova versão do CRLV, ela não parece uma cópia escaneada do verdinho, como está na matéria, mas sim uma versão própria do app.

Rafael Machado de Souza (@rafael.mds)

Opa!! Meus apelos estão sendo concretizados?? Qual o status de implantação dessa nova impressão?

Júnio Andrade (@Junio_Tk2)

A última notícia que tem é essa.
Junho de 2020 no país todo.
Acho que não vinga. Devem adiar. Mas no DF já está.

J. Alves (@alves)

Queria usar, mas perdi o DUT então não tenho como pegar o número que tem lá pra fazer o cadastro e não pretendo pedir a segunda via só pra isso.