Início » Celular » Xiaomi diz que câmera sob a tela está longe de ter "produção em massa"

Xiaomi diz que câmera sob a tela está longe de ter "produção em massa"

A Xiaomi enfrenta algumas dificuldes impedem a fabricação em larga escala da câmera abaixo da tela

Victor Hugo Silva Por

As empresas tem feito diversas tentativas para aumentar o aproveitamento de área frontal nos celulares. Começaram pelo notch, passaram pelo formato de gota e furo na tela e chegaram nas câmeras retráteis. A solução com mais potencial parece ser a da câmera frontal sob a tela, mas esse modelo deve demorar para se tornar um padrão.

xiaomi camera tela transparente

Segundo o vice-presidente da Xiaomi, Lu Weibing, o modelo ainda está "longe de alcançar a produção em massa". A declaração foi feita na rede social chinesa Weibo. De acordo com o executivo, ainda há algumas dificuldades para implementar a tecnologia e fabricá-la em larga escala.

O grande problema está na quantidade de pixels na tela dos smartphones. Os modelos da Xiaomi, por exemplo, costumam ter 400 PPI (pixels por polegadas). Isso, segundo Weibing, dificulta a transmissão de luz para a câmera abaixo da tela e diminui a qualidade das fotos.

Para melhoras as imagens, seria necessário reduzir a quantidade de pixels na área da câmera. Porém, a diferença dessa região para o restante do display causaria uma variação de cores que poderia ser facilmente notada pelos usuários.

O objetivo é encontrar uma solução que ofereça qualidade para o visor e as fotos, mas, aparentemente, isso deve demorar para ser alcançado. "Com os recursos técnicos atuais, é impossível encontrar uma solução eficaz que leve em consideração a tela e a câmera", afirmou Weibing.

A Xiaomi e a Oppo apresentaram em junho de 2019 vídeos de seus protótipos de celulares com câmera sob a tela. Na ocasião, o vice-presidente da Oppo, Brian Shen, admitiu que as selfies ainda não saíam 100% perfeitas e afirmou que era difícil para a câmera abaixo da tela ter os mesmos resultados das câmeras normais.

A Xiaomi, por sua vez, destacou o fato de ser um modelo "sem furo, sem notch e sem câmera retrátil". O modelo da empresa deixava a parte superior da tela transparente enquanto estava no modo selfie e tinha sensor de 20 megapixels. A solução parecia estar quase pronta, mas, se depender das declarações de Weibing, melhor não criar expectativas com o aparelho.

Com informações: XDA Developers.

Mais sobre:

Comentários da Comunidade

3 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Douglas Knevitz

Seria legal se o #tb conseguisse fazer uma série de entrevistas com pessoas ligadas diretamente com essas tecnologias: câmeras sobre o display, câmeras e AI, telas flexíveis e displays em geral…

Muito se fala sobre essas tecnologias, mas pouco se aborda aspectos técnicos, que acabam ficando obscuros e são tão enriquecedores.

Eu sei que não é um assunto de interesse do grande público, mas acho que pra um podcast, que já é algo mais de nicho, poderia rolar.

Participe da discussão