Início » Brasil » Bicicletas da Yellow estão sendo recicladas em SC, afirma empresa

Bicicletas da Yellow estão sendo recicladas em SC, afirma empresa

Grow (Grin e Yellow) encerrou aluguel de bicicletas no Brasil; bikes foram destruídas por guindaste em Santa Catarina

Felipe Ventura Por

A Grow, que cuida das marcas Grin e Yellow no Brasil, encerrou o aluguel de bicicletas em todo o país no mês de janeiro. Então, nos últimos dias, circularam imagens dessas bikes em Santa Catarina sendo destruídas por um guindaste e então descartadas. Segundo a empresa, elas serão recicladas por oferecerem risco aos usuários, enquanto algumas unidades em boas condições de uso foram doadas.

As bicicletas da Yellow estão tendo três destinações: doação, manutenção ou reciclagem, diz a Grow em comunicado ao jornal catarinense ND Mais. Ela afirma que a escola Vivendo Aprendendo recebeu algumas bikes em boas condições.

Enquanto isso, as bicicletas sendo destruídas por um guindaste “não estavam em condições adequadas de uso, o que poderia oferecer risco para usuários”. Elas serão pesadas, prensadas e transformadas em matéria-prima para produtos à base de ferro ou borracha.

Bicicleta Yellow

A Grow afirma que está seguindo a PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos), lei que obriga empresas em diversos setores a implementarem sistemas de logística reversa: ela se aplica a fabricantes, importadores e comerciantes de agrotóxicos, pilhas, baterias, produtos eletroeletrônicos e pneus.

De acordo com a PNRS, essas empresas precisam recolher os produtos e os resíduos remanescentes após o uso, independentemente do serviço público de limpeza urbana. Então, elas devem dar uma “destinação ambientalmente adequada” para esses itens — por exemplo, levá-los para reciclagem.

Algumas empresas ficam receosas em fazer doações devido a algo chamado “regime da responsabilidade objetiva”, estabelecido pelo Código Civil e pelo CDC (Código de Defesa do Consumidor). Segundo ambas as leis, uma companhia pode ser processada “independentemente da existência de culpa” pelos danos causados por seus produtos, inclusive se eles tiverem sido doados.

Bicicleta Yellow

Grow diz buscar parcerias para bicicletas Yellow

A Grow retirou as bicicletas amarelas de todas as cidades, alegando que elas passam por “um processo de checagem e verificação das condições de operação e segurança”. A empresa disse que as bikes saíram de circulação “temporariamente”, enquanto ela busca parcerias públicas e privadas.

Enquanto isso, os patinetes estão restritos apenas às cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. A americana Lime, por sua vez, encerrou o aluguel de patinetes em São Paulo e no Rio.

Imagens via Facebook

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eu

Eu aceitaria uma dessas, mesmo que precisasse de alguma manutenção. hahaha

André Sousa

Todas as vezes que confio que alguma empresa tá com alguma missão legal me arrependo.

Fábio Laurindo

Tem uns vídeos no YouTube desta mesma empresa com um monte de bicicleta destruída e jogada em vários países.

Tiago Freitas

Eu tinha certeza de que isso não iria vingar no Brasil. No meu bairro, eu cansei de ver as bicicletas sendo roubadas ou sendo destruídas sem motivo algum.