Tecnoblog
Início » Celular » UFS 3.1 é um padrão de armazenamento mais rápido para celulares

UFS 3.1 é um padrão de armazenamento mais rápido para celulares

Além de melhorar o desempenho, UFS 3.1 pode otimizar o consumo de energia

Dois anos depois da apresentação do UFS 3.0, a JEDEC anunciou as especificações finais da memória Flash UFS 3.1. A nova versão herda as larguras de banda do padrão anterior, mas traz recursos que melhoram o desempenho e otimizam o consumo de energia.

O UFS (Universal Flash Storage) surgiu em 2011 e, desde então, vem marcando presença sobretudo em smartphones e tablets de alto desempenho, a exemplo do Galaxy Note 10+ e do OnePlus 7.

Ambos os aparelhos contam com a versão 3.0 da tecnologia, que funciona com largura de banda de até 11,6 Gb/s (gigabits por segundo) por canal. Mas, como o UFS consegue trabalhar com dois canais simultâneos, essa taxa pode chegar a 23,2 Gb/s.

Pois bem, o UFS 3.1 mantém as mesmas taxas de largura de banda. No entanto, a nova versão introduz três características que podem melhorar o desempenho da tecnologia e o consumo de energia:

Cabe ainda menção honrosa ao Host Performance Booster, implementação opcional que pode melhorar o desempenho da unidade ao armazenar na memória RAM o mapa de endereços lógicos para físicos (LTP, na sigla em inglês).

Não deve demorar para o UFS 3.1 chegar ao mercado. Há boas chances de que a tecnologia apareça nas versões 2020 das já mencionadas linhas Galaxy Note e OnePlus, por exemplo. Há rumores até sobre a novidade estrear na linha Samsung Galaxy S20, a ser anunciada oficialmente no próximo dia 11.

Com informações: AnandTech.