Início » Internet » Artista cria engarrafamento falso no Google Maps com 99 celulares

Artista cria engarrafamento falso no Google Maps com 99 celulares

Google Maps usa GPS e localização para detectar congestionamentos; Simon Weckert levou 99 smartphones pelas ruas de Berlim

Felipe Ventura Por

Para ilustrar o impacto do Google Maps na vida dos usuários, o artista alemão Simon Weckert quis mostrar como é possível criar um congestionamento falso no aplicativo: ele colocou 99 celulares em um carrinho de puxar e o levou pelas ruas de Berlim.

No trabalho intitulado “Google Maps Hacks”, Weckert visita dois endereços diferentes; um deles é bem na frente dos escritórios do Google em Berlim. À medida que ele arrasta um carrinho com dezenas de smartphones, o vídeo mostra que uma rua praticamente vazia aparece no mapa como se estivesse congestionada.

Como funciona a detecção de trânsito do Google Maps

Em 2009, o Google explicou como funciona a detecção de engarrafamentos: primeiro, seu celular envia dados anônimos com a velocidade na qual você está se movendo. Então, “quando combinamos isso com a velocidade de outros celulares na via, em milhares de celulares se deslocando pela cidade a qualquer momento, podemos obter uma boa imagem das condições de tráfego ao vivo”.

Ou seja, o Google Maps utiliza dados de GPS e localização dos celulares para detectar possíveis congestionamentos. Assim, o aplicativo pode entender que há um engarrafamento porque há dezenas de dispositivos informando a mesma velocidade baixa na mesma rua.

Google Maps Hacks

Como esse truque pode ter funcionado? Por exemplo, o Maps consegue detectar um grupo de pessoas andando de ônibus, e entende que elas não criam um congestionamento por conta própria. Provavelmente os algoritmos do Google não estavam preparados para lidar com a situação excêntrica que Weckert criou. Torrey Hoffman, gerente de engenharia do Google Maps, diz no Twitter: “sei um pouco sobre como isso funciona; eu acredito que é possível”.

O objetivo de Weckert é mostrar como os mapas virtuais do Google têm impacto no mundo físico, “levando carros para outra rota a fim de evitar ficar preso no trânsito”.

O artista fez outros trabalhos relacionados a mapas: por exemplo, ele mostra como as fronteiras do Google Maps mudam dependendo se você consulta a versão da China, da Índia ou da Rússia, refletindo suas disputas territoriais.

Google Maps Hacks

Com informações: Android Police.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caleb Enyawbruce (@Enyawbruce)

O objetivo de Weckert é mostrar como os mapas virtuais do Google têm impacto no mundo físico, “levando carros para outra rota a fim de evitar ficar preso no trânsito”.

Ué, e precisa de um experimento pra isso? Não é óbvio isso??

@ksio89

Capinar quintal que é bom, nada…

Manug (@Manug)

Arte morreu e não descansa em paz

ochateador (@ochateador)

Se fizer isso em SP, quanto tempo dura o engarrafamento ?

Luiz Felipe (@Luiz_Felipe)

em sp não precisa disso não, é congestionamento pra td quanto é lado

Kayo (@Kayo)

A pessoa passa muito tempo sem ter o que fazer e o resultado é isto que vemos.