Início » Negócios » Huawei e outras empresas chinesas mantêm produção apesar de coronavírus

Huawei e outras empresas chinesas mantêm produção apesar de coronavírus

Em meio ao surto do coronavírus, a Samsung Electronics manteve as operações mesmo durante o Ano-Novo Chinês

Victor Hugo Silva Por

O surto do coronavírus fez empresas como Google, Facebook e LG mudarem o ritmo de suas atividades na China. Por outro lado, empresas como a Huawei decidiram manter a produção apesar das ordens do governo chinês para interromperem os trabalhos.

Huawei

A Huawei chegou a pausar as operações para o Ano-Novo Chinês, que ocorreu em 25 de janeiro, mas elas foram retomadas nesta segunda-feira (3). A produção de celulares e equipamentos de telecomunicações voltou ao seu ritmo normal.

Segundo a Huawei, a maior parte de sua produção está na província da Guangdong. Ela fica a cerca de 1.000 km da província de Hubei, onde está a cidade de Wuhan, epicentro do coronavírus. A empresa segue com a sua operação devido a uma exceção do governo que permite as atividades de setores como o de alimentos, de medicamentos e os considerados relevantes para a economia do pais.

Além da Huawei, outras empresas mantiveram suas atividades mesmo com o surto do novo coronavírus. A Samsung Display e a LG Display operaram nos últimos dias, enquanto a Samsung Electronics seguiu produzindo mesmo no feriado chinês.

A empresa semicondutores YMTC (Yangtze Memory Technologies Co), com sede em Wuhan, também manteve a sua produção no feriado e afirma ter planejado medidas para a segurança dos funcionários, ainda que não tenha nenhum caso confirmado em suas fábricas. "A produção e as operações na YMTC estão ocorrendo normalmente e de maneira ordenada", afirmou a empresa.

A SMIC (Semiconductor Manufacturing International Corp), outra fabricante de semicondutores afirma ter criado um grupo de trabalho para garantir a segurança dos funcionários. Com fábricas em Pequim, Xangai, Tianjin e Shenzhen, a empresa informa que sua operação é parcial e voltará ao nível padrão na próxima segunda-feira (10). "A SMIC precisa garantir que a produção da fábrica aconteça 365 dias por ano e 24 horas por dia para atender às necessidades de fabricação dos clientes".

As fabricantes de telas TCL e BOE Technology têm fábricas em Wuhan e já informaram que, a produção na cidade poderá ter atrasos. Por sua vez, a Foxconn, fornecedora da Apple, garantiu que a produção de iPhones não será afetada por conta do novo coronavírus.

Com informações: Reuters.

Mais sobre: ,

Comentários da Comunidade

1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Participe da discussão