Início » Ciência » SpaceX lança outros 60 satélites Starlink para rede de internet

SpaceX lança outros 60 satélites Starlink para rede de internet

SpaceX quer que satélites Starlink comecem a operar já em 2020

Emerson Alecrim Por

A SpaceX segue firme no objetivo de levar internet para o mundo todo a partir do espaço: nesta segunda-feira (17), a companhia fundada por Elon Musk fez o lançamento de mais 60 satélites Starlink. O novo lote se junta às cerca de 240 unidades que já estavam em órbita.

SpaceX lança 60 novos satélites Starlink

O projeto Starlink consiste na criação de uma rede de pequenos satélites que, quando em operação, poderão levar internet para comunidades isoladas, centros de pesquisa afastados, navios em alto-mar, entre outros. A ideia é fazer todo o mundo ser coberto por essa constelação.

Só que o número de satélites necessários para isso é grande: Elon Musk diz que a rede precisa de pelo menos 400 unidades para oferecer cobertura mínima e 800 para cobertura moderada. Como não dá para lançar todos os satélites Starlink de uma vez, essa operação vem sendo realizada em fases — o lançamento anterior foi feito no final de janeiro.

Na verdade, o lançamento desta segunda-feira deveria ter sido realizado no sábado passado, mas a SpaceX adiou o procedimento por causa das condições meteorológicas.

Realizado a partir da Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, o lançamento de hoje foi um sucesso (observe o vídeo abaixo), exceto por um detalhe: o primeiro estágio do foguete Falcon 9 usado no lançamento não conseguiu pousar na plataforma que a SpaceX posicionou no mar.

As razões ainda não foram esclarecidas, mas certamente serão investigadas: quanto mais estágios de foguetes a SpaceX recupera em seus lançamentos, mais ela economiza, afinal, esses equipamentos podem ser reutilizados.

Mesmo com o incidente, nada muda nos planos da companhia. Como a quantidade mínima de satélites (relembrando, 400 unidades) deverá ser atingida nos próximos meses, a expectativa é a de que a rede Starlink comece a operar até o meio de 2020.

Clientes baseados nos Estados Unidos e Canadá deverão ser atendidos primeiro, mas o plano é expandir o serviço de internet à medida que a rede de satélites aumenta.

A SpaceX tem autorização para lançar 12 mil satélites e deve colocar em órbita cerca de 6 mil deles nos próximos cinco ou seis anos. Para o longo prazo, a companhia planeja contar com uma rede com mais de 30 mil unidades.

Com informações: The Verge, TechCrunch.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação