Início » Negócios » Apple avisa que vendas do iPhone serão impactadas pelo coronavírus

Apple avisa que vendas do iPhone serão impactadas pelo coronavírus

Venda e produção do iPhone na China foram impactadas pelo surto de coronavírus

Emerson Alecrim Por

Em comunicado direcionado a acionistas, a Apple revelou que não irá alcançar a receita esperada para este trimestre. A razão é a mesma que vem afetando várias outras empresas: o coronavírus. O surto do vírus causou o fechamento temporário de fábricas que produzem o iPhone e de lojas da Apple na China.

Apple Store em Xangai (Foto: Reuters)

Apple Store em Xangai (Foto: Reuters)

Como medida de prevenção ao coronavírus, a Apple fechou lojas e escritórios na China entre o fim de janeiro e o início de fevereiro. A companhia explica agora que escritórios e centros de atendimento foram reabertos e que as lojas estão gradualmente retornando às atividades, mas que esse processo é mais lento do que o esperado.

O resultado não poderia ter sido outro: as vendas dos produtos da Apple, sobretudo na linha iPhone, despencaram na China, mesmo com a loja online da companhia tendo funcionado durante todo esse período.

Nas fábricas, o cenário é parecido com o das lojas: as linhas de produção do iPhone que foram afetadas por paralisação ou redução da operação voltaram a funcionar, mas em ritmo lento.

Nesse ponto, vale lembrar que a Foxconn, companhia responsável pela produção do iPhone e outros produtos, fechou temporariamente a sua principal fábrica, em Shenzhen. No entanto, essa unidade responde por apenas uma parte pequena da fabricação dos iPhones.

Não ficou claro quais e por quanto tempo outras linhas de produção do iPhone foram paralisadas. O que a Apple faz questão de deixar claro é que a fabricação do iPhone foi retomada.

Apple iPhone 11 - Review

O problema é que o estrago já foi feito. A Apple havia previsto faturamento entre US$ 63 bilhões e US$ 67 bilhões no atual trimestre, montante acima dos US$ 62,4 bilhões estimados pelos analistas de mercado. No entanto, a companhia reconhece que a arrecadação poderá ficar abaixo desses valores por conta do que acontece na China.

A situação pode piorar. Só na China, os números oficiais apontam que o coronavírus já infectou mais de 72 mil pessoas e levou quase 2 mil à morte. Não há nada indicando que a disseminação do vírus será controlada nas próximas semanas. Isso significa que mais fábricas poderão fechar ou operar com produção reduzida.

As consequências não são sentidas só pela Apple. Até a indústria brasileira vem sendo afetada. Prova disso é que, recentemente, Samsung e Motorola paralisaram a fabricação de celulares temporariamente no Brasil.

Assim como tantas outras empresas, ambas dependem de componentes vindos da China para produzir. Como várias fábricas chinesas estão paradas, as peças não estão chegando ao Brasil ou chegam com atraso.

Com informações: MacRumors.

Comentários da Comunidade

1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Participe da discussão