Início » Jogos » The Witcher 3 ganha cross-save entre PC e Nintendo Switch

The Witcher 3 ganha cross-save entre PC e Nintendo Switch

Se o save for criado em um mod do jogo, ele será enviado desta forma para o Switch (vai dar ruim)

André Fogaça Por

A CD Projekt Red, desenvolvedora da franquia de jogos The Witcher, liberou uma atualização para o The Witcher 3: Wild Hunt que roda no Nintendo Switch e que entrega um recurso que pode ser crucial para quem já tem algum progresso do game no PC: o save que pode estar no Steam ou no GOG será mantido também no híbrido da empresa nipônica.

CD PRojekt Red / The Witcher 3 / jogos de mundo aberto offline

A atualização leva o game para a versão 3.6 e a principal novidade é que todo o andamento que o jogador pode ter no game que roda no PC dentro da Steam ou GOG, poderá continuar exatamente do mesmo ponto em um Nintendo Switch. A transferência acontece pela nuvem, mas existem dois pontos importantes: se o jogador utiliza algum mod e ele tem problemas, o save com estes problemas será transferido sem qualquer correção e se o save foi renomeado no PC, ele não será reconhecido no Switch.

Outras novidades deste patch incluem o suporte para controles feitos pela tela de toque do console, mais idiomas para os textos, mais opções para os gráficos do título e isso inclui até mesmo opções para desempenho, solução de diversos problemas visuais ou funcionais, além de solução de bugs encontrados durante o gameplay.

As melhorias no desempenho e nos gráficos permitem que o jogador desative o blur que foi adicionado no final do ano passado, junto do anti-aliasing, para ligar um novo filtro de sharpness. Ele não melhora o visual, mas garante leitura mais confortável dos textos quando a jogatina do The Witcher 3 acontece no modo portátil do Switch.

Com informações: CD Projekt Red e Ars Technica.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Guilherme Reis (@guireis)

Já faz uns meses que tô jogando o Witcher 3 no Switch e apesar da inferioridade gráfica do game comparado com outras plataformas, é impressionante o fato do game rodar em um “hardware de tablet” e ainda por cima de forma muito estável e fluída.
Já tinha jogado antes no PS4 e comparando com o Switch dá pra perceber que o tempo de carregamento na maioria das vezes é bem mais rápido no portátil.