Início » Brasil » Metrô do Rio aceita mais cartões de pagamento por aproximação

Metrô do Rio aceita mais cartões de pagamento por aproximação

Estações do MetrôRio têm pagamento via cartões NFC de crédito e débito da Mastercard e Visa, além de celular e smartwatch

Felipe VenturaPor

As estações do MetrôRio aceitarão, a partir de quinta-feira (20), o pagamento por aproximação com cartões de crédito e débito da Mastercard; antes, isso só era compatível com cartões da Visa. O metrô do Rio de Janeiro também permite comprar a passagem através de celular e smartwatch com NFC, usando carteiras digitais como Apple Pay e Samsung Pay.

Mastercard

A partir de 21 de fevereiro, passageiros do MetrôRio poderão pagar a tarifa de R$ 4,60 usando cartões da Mastercard habilitados com tecnologia NFC. Isso funcionará em todas as três linhas e 41 estações do metrô carioca.

Desde abril de 2019, é possível usar o pagamento contactless com cartões Visa, celulares, smartwatches ou pulseiras inteligentes. Isso é útil também para turistas estrangeiros, pois cartões emitidos fora do Brasil são aceitos.

Meses após a implementação, o pagamento por NFC já representava 1 em cada 78 passagens vendidas no metrô (sem contar os passageiros que usam vale-transporte). O número foi revelado por Charles de Sirovy, diretor financeiro e de relações com os investidores do MetrôRio, em outubro.

Cerca de 700 mil passagens foram pagas no MetrôRio com a tecnologia de aproximação. Segundo dados da VisaNet, os turistas ingleses são os estrangeiros que mais usam o pagamento contactless, seguidos pelos argentinos, franceses, americanos, alemães e espanhóis.

Por sua vez, os trens da SuperVia aceitam cartões com NFC (somente Mastercard) e as carteiras Apple Pay, Samsung Pay e Google Pay; a tarifa é de R$ 4,70. O VLT pode ser pago apenas com o cartão RioCard; ônibus e BRT também aceitam dinheiro, mas nada de pagamento por aproximação.

São Paulo testa pagamento por aproximação nos ônibus

Em São Paulo, está sendo realizado um projeto-piloto para adotar pagamento por aproximação em ônibus municipais: cerca de 200 veículos, operando em 12 linhas, têm o validador compatível com NFC e com bilhete único.

Mastercard e Visa dizem que o projeto será expandido em 2020 para todas as linhas da capital paulista. O pagamento contactless também poderia adotar viagens com integração, assim como no bilhete único: atualmente, você paga a tarifa cheia se pegar um segundo ônibus.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rhay Rocha (@Rhay)

O crédito é o padrão