Início » Brasil » Metrô do Rio aceita mais cartões de pagamento por aproximação

Metrô do Rio aceita mais cartões de pagamento por aproximação

Estações do MetrôRio têm pagamento via cartões NFC de crédito e débito da Mastercard e Visa, além de celular e smartwatch

Felipe Ventura Por

As estações do MetrôRio aceitarão, a partir de quinta-feira (20), o pagamento por aproximação com cartões de crédito e débito da Mastercard; antes, isso só era compatível com cartões da Visa. O metrô do Rio de Janeiro também permite comprar a passagem através de celular e smartwatch com NFC, usando carteiras digitais como Apple Pay e Samsung Pay.

Mastercard

A partir de 21 de fevereiro, passageiros do MetrôRio poderão pagar a tarifa de R$ 4,60 usando cartões da Mastercard habilitados com tecnologia NFC. Isso funcionará em todas as três linhas e 41 estações do metrô carioca.

Desde abril de 2019, é possível usar o pagamento contactless com cartões Visa, celulares, smartwatches ou pulseiras inteligentes. Isso é útil também para turistas estrangeiros, pois cartões emitidos fora do Brasil são aceitos.

Meses após a implementação, o pagamento por NFC já representava 1 em cada 78 passagens vendidas no metrô (sem contar os passageiros que usam vale-transporte). O número foi revelado por Charles de Sirovy, diretor financeiro e de relações com os investidores do MetrôRio, em outubro.

Cerca de 700 mil passagens foram pagas no MetrôRio com a tecnologia de aproximação. Segundo dados da VisaNet, os turistas ingleses são os estrangeiros que mais usam o pagamento contactless, seguidos pelos argentinos, franceses, americanos, alemães e espanhóis.

Por sua vez, os trens da SuperVia aceitam cartões com NFC (somente Mastercard) e as carteiras Apple Pay, Samsung Pay e Google Pay; a tarifa é de R$ 4,70. O VLT pode ser pago apenas com o cartão RioCard; ônibus e BRT também aceitam dinheiro, mas nada de pagamento por aproximação.

São Paulo testa pagamento por aproximação nos ônibus

Em São Paulo, está sendo realizado um projeto-piloto para adotar pagamento por aproximação em ônibus municipais: cerca de 200 veículos, operando em 12 linhas, têm o validador compatível com NFC e com bilhete único.

Mastercard e Visa dizem que o projeto será expandido em 2020 para todas as linhas da capital paulista. O pagamento contactless também poderia adotar viagens com integração, assim como no bilhete único: atualmente, você paga a tarifa cheia se pegar um segundo ônibus.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Blassioli (@olucaslab)

Por algum motivo o Metrô de SP e a CPTM estão usando QR-codes (que muitas vezes são imprimidos incorretamente) mas nada de aceitar cartões com NFC… queria mesmo era Bilhete Único no Apple Pay e Google Pay, imagina o sonho.

@wellerstz

tenho um cartão com débito e crédito habilitados, quando for passar a catraca, qual vai ser o padrão?

Rhay Rocha (@Rhay)

O crédito é o padrão

Luiz C. Eudes Corrêa (@Eudes)

Depende do cartão, nubank diz que o padrão (débito ou crédito) é definido pelo primeiro uso do cartão.

Se o primeiro foi no crédito é crédito, se o primeiro uso foi no débito então o débito acaba como primeira opção do Contactless

Pelo menos foi o que falaram no fórum deles, mas nunca testei cartão múltiplo nos transportes públicos, prefiro usar cartão puro (só débito, ou só crédito) justamente pra não ter esses problemas.

Odeio cartão múltiplo, pois acontece demais de chegar na loja e perguntarem “crédito ou débito” eu digo “crédito” e selecionam débito na maquininha

@ksio89

Nossa, muito burro esse sistema do Nubank, recuso a aceeditar que seja definitivo, não pode ser mano.

Sobre essa historia do crédito x débito, tinha um frentista no posto onde abasteço que era meio malandro, uma vez ele me perguntou duas vezes se ia pagar no crédito ou no débito, e mesmo eu respondendo crédito em ambas, ele ainda teve a cara de pau de botar débito na máquina.

Felizmente meu cartão atual (Petrobras) é só crédito, assim não corro mais esse risco.

Paulo Ricardo Ventura (@PauloRicardo)

Acabamos de testar (eu e minha esposa) aqui no metrô. O cartão dela é o Nubank com aproximação. O meu ainda é o modelo antigo, então não tem… Funcionou de boa

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

Iniciativa da Autopass, que administra o Cartão BOM (aceito nos ônibus da EMTU, no Metrô e na CPTM). Bilhetes QR Code também podem ser comprados no app VouD (também da Autopass).
Agora, se o Bilhete Único não for privatizado (como Doria queria quando era prefeito), se entrar em uma carteira digital, vai ter que entrar nas três de uma vez (para não discriminar nenhuma plataforma onde essas carteiras existem).